Escreva seu Comentário:
Acrósticos

Autor(a): AGOSTINHO M. DA COSTA

Imensurável amor
Nosso amor traduzia
Carinho e amor
Mas calamitoso aquele dia
Veio a dor!
Desfolhando no ar o ciúme
Que n’alma plena
De amor e carinho
Nada restou...
Mas a lua no céu entre as nuvens
Mostrou as estrelas
Que na brisa das noites
Nos encantavam
Mesmo com o coração amargo
E, os desejos fariam
Nossos lábios se encontrarem
Mesmo em dor...
A felicidade em nós não estava morta
A ilusão perdida pelo ciúme
Seguíamos os passos da despedida
Nosso amor relutava o adeus
Não era mentira!
Enfrentamos a realidade
Nossos olhos não tinham ódio
Imenso era o nosso amor...
Vimos as flores murchando
O ventre da serra mostrou a cascata
Inundando a terra
Na certeza que o mar esperava suas águas
Como nós, os poetas!
Esperávamos um único amor
Vivíamos na dor das saudades,
Sem adeus, mas juntinhos!
O milagre supremo, do amor...

Publicado no site: O Melhor da Web em 07/09/2020
Código do Texto: 141688
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos