Escreva seu Comentário:
Crônicas

Autor(a): JOCIMAR LINHARES

Caixa de Sapatos
   Hoje resolvi abrir minha velha caixa de sapatos, penso que todo    mundo teve uma, na qual guardou seu passado. Mas, em tempos de memória RAM é possível que poucas pessoas as tenham conservada, mas, eu ainda guardo a minha. E quão grande foi meu susto em descobri, quantas coisas já se havia fugido da minha memória: fotos esbranquiçadas pelo tempo, que nem parecem com quem as tirou, algumas figurinhas que com certeza eram repetidas, pois, de outra forma teriam sido coladas nos álbuns que há muito já se foram, cartas recebidas e tantas vezes lidas, mas, que o tempo me tinha feito esquecer, cartas que escrevi e quê por um motivo ou outro não mandei.
   Contudo, o que me encheu os olhos de lágrimas foi o meu velho IÔIÔ, que, para usá-lo presissava subir no sofá ou em algum lugar que me deixasse mais alto, pois, do contrário se chocaria com o chão. É definitivamente as caixas de sapatos são mágicas, parecem não ter fundo, para que possam guardar tantas lembranças, chego mesmo a pensar que minha caixa de sapatos tem mais de dois gigabits de memória.


Publicado no site: O Melhor da Web em 19/03/2009
Código do Texto: 15783
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos
KALINE GUIMARÃES
Foto Internauta: nº 1998 - kaline - KALINE GUIMARÃES

Vai para a página de Recados!   Vai para a página de Contatos!
Mensagem referente ao texto: Caixa de Sapatos
Kaline Guimarães.
Muito linda! eu também guardo a minha outro dia mesmo achei dentro da minha caixa de sapatos uma carta que nem imaginava ter tanto valor.
05/05/2009