Escreva seu Comentário:
Saudade

Autor(a): ANGELICA DA SILVA ARANTES

A CHUVA
A chuva que lá fora cai
Trazendo tristeza ao meu coração
A saudade que maltratando me vai
Deixando-me perdida na imensidão.

Nesta imensidão em que me acho
Onde somente existe a tristeza
Da luz não vislumbro o facho
No dia não sinto e vejo a beleza.

A chuva se faz dona do dia
Caindo como se estivesse a reclamar
Levando com os pingos toda a alegria
Que caem no chão como se estivesse a chorar.

Parece um dia que está de luto
Por este amor que se findou
Tornou-se dona em absoluto
E com a saudade se fecundou.



Publicado no site: O Melhor da Web em 06/06/2009
Código do Texto: 29549
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos
EDUARDO EUGÊNIO BATISTA
Foto Internauta: nº 3893 - Setedados - EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

Vai para a página de Recados! Texto mais recente, cadastrado no site! CLIQUE PARA LER! MÃE - Poesia Nº 39 do meu 5º livro Vai para a página de Contatos!
Mensagem referente ao texto: A CHUVA
Eduardo
Adoro a chuva, principalmente aquelas que vem depois de um solzinho e trazem o cheiro da terra e grama molhadas. Essa saudade aí é normal, porque a chuva é nostalgia mesmo. Quem é que não tem boas recordações né?
31/05/2010