Escreva seu Comentário:
Alegria

Autor(a): GIL DE OLIVE

A CASA DE MILENE
A CASA DE MILENE
Na casa de Milene....

Voce sempre me encontrará,
mesmo que a saudade não acene,
toda noite estarei por lá.
Mesmo que a sociedade me condene
da casa,ninguem me afastará...
Enquanto a noite,lentamente vai,
na casa de Milene
e poeta que entra,e poeta que sai...

Na casa de Milene...

E onde anda solta a poesia...
Mesmo,que com ninguem contracene
eu curto sosinho a boemia.
Mesmo que saudade armazene,
mesmo assim frequentaria.
Sempre a procura de um olhar...
Na casa de Milene
sempre e noite de luar...

A casa de Milene...

E minha morada do fim do dia,
lá tenho meu momento solene,
e la que mora minha alegria...
Mesmo que nenhum amor engrene,
mesmo assim la ficaria...
E só lá que consigo sonhar...
Na casa de Milene
mora o murmuro do mar...

Na casa de Milene...

Na casa de Milene...
GIL DE OLIVE


Publicado no site: O Melhor da Web em 10/05/2008
Código do Texto: 3719
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos