Escreva seu Comentário:
Sonetos

Autor(a): WANDA CRISTINA



BACO E CUPIDO
Wanda Cristina

Busquei meu bêbado bragante batucando
brejeiro, barbudo, burlando, borbulhento
belfudo, benquisto, um bobo balançando,
bebendo Brahma, beliscado e barulhento.
Bar, baralhada, baribé, boa batida,
bate-pé, bate-boca, bate-papo, bate...
E a bolsa borbulhando breve na bebida,
bloqueando o brio, bandejando o biscate.
Busquei meu bêbado bastante bronqueada,
belisquei-lhe o braço, bem bravia brigando.
Bruscamente, boba, até bestificada,
brinquei na bacanal, beberiquei bailando.
Bastou que o beija-flor bicasse a bem-amada:
meu bêbado beijou-me a boca bafejando.

Do livro "Rede de Arame"

Publicado no site: O Melhor da Web em 20/10/2009
Código do Texto: 42716
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos
NEYLOR MAGALHÃES
Foto Internauta: nº 1657 - Neylor - NEYLOR MAGALHÃES

Vai para a página de Recados! Texto mais recente, cadastrado no site! CLIQUE PARA LER! MOÇA BONITA Vai para a página de Contatos!
Mensagem referente ao texto: BACO E CUPIDO
Neylor Magalhães
Lindo, poetisa Wanda!!! Um lindo e rimado poema, uma poesia completa. Só quem escreve sabe o quão difícil é brincar com as palavras quando o objetivo final é a mensagem bonita e transparente. Parabéns!!!!
15/11/2009