Escreva seu Comentário:
Tristeza

Autor(a): ANGELICA DA SILVA ARANTES

DENTRO DE MIM


Trago guardado dentro de mim
Um verso que ainda não terminei
Não quero que seja tão triste assim
A rima para terminar ainda não encontrei.

A inquietação que me invade
Para terminar de compor
No peito a pressa arde
Mas a rima tem que ser amor.

O amor é a expressão maior
Que meu verso tem que eternizar
Estou à procura de uma essência melhor
Para colocar em perfume a exalar.

Querendo preencher o vazio
Que ficou depois de tua partida
Sinto em meu corpo um calafrio
A me percorrer e deixa meu verso sem vida.




Publicado no site: O Melhor da Web em 08/07/2010
Código do Texto: 59547
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos
EDUARDO EUGÊNIO BATISTA
Foto Internauta: nº 3893 - Setedados - EDUARDO EUGÊNIO BATISTA

Vai para a página de Recados! Texto mais recente, cadastrado no site! CLIQUE PARA LER! MÃE - Poesia Nº 39 do meu 5º livro Vai para a página de Contatos!
Mensagem referente ao texto: DENTRO DE MIM
Eduardo
Sempre maravilhosa em seus poemas! O amor é a expressão maior sim, pois sem ele o que seríamos? Enquanto que a partida eterniza um abandono, mas sempre amando, o que foi um dia a felicidade em seu coração.
12/07/2010