Escreva seu Comentário:
Acrósticos

Autor(a): Luly Diniz



ANDO SEM FÉ
ANDO... PASSO A PASSO E NÃO CHEGO A LUGAR ALGUM.

ESTRADAS TORTUOSAS COM ESPINHOS DE ROSA FLOR SANGRAM MEUS PÉS CANSADOS.

NA MENTE VERSO POEMINHAS DECORADOS NA INFÂNCIA PERDIDA.

INFELIZ CARENTE DE MÃOS SOLÍCITAS CAMINHO COM O OLHAR AUSÊNTE.

CHUTO PEDRAS EXPULSANDO MEUS DEMÔNIOS DOMÍNIO DA MINHA ALMA FERIDA.

O ABATIMENTO ME FAZ FICAR INTEIRAMENTE SEM FALA.

VAZIA DE PERSPECTIVAS NO CORAÇÃO DA DOR QUE JÁ NÃO DOI.

SENTO-ME À BEIRA DA ESTRADA VENDO O TEMPO PASSAR POR MIM.
DESATO EM LÁGRIMAS MUDAS.
ESCARNEÇO DE SUA PIEDADE ZOMBO DE MIM MESMA!...

Luly Diniz.


Publicado no site: O Melhor da Web em 05/05/2011
Código do Texto: 76125
É necessário efetuar o login para fazer comentários.
Comentários Recebidos
CARLOS ALBERTO DOS SANTOS
Foto Internauta: nº 5309 - setugal58 - CARLOS ALBERTO DOS SANTOS

Vai para a página de Recados!   Vai para a página de Contatos!
Mensagem referente ao texto: ANDO SEM FÉ
setugal58
muito perigoso
05/05/2011