Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
kuryos - Silvio Dutra
Silvio Dutra
Cadastrado desde: 29/08/2012

Texto mais recente: Deus é Exaltado nas Nações



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de Silvio Dutra , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6704

 
Textos & Poesias || Evangélicas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Porque o Egito Perdeu Sua Antiga Glória
26/01/2013
Autor(a): Silvio Dutra
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Porque o Egito Perdeu Sua Antiga Glória

Apesar desta profecia não ser datada, é de se supor que tenha sido dada no mesmo décimo ano citado no início da profecia do capítulo anterior, quando Jerusalém se encontrava já por doze anos, sendo sitiada pelos babilônios.
Então este conjunto de profecias tinha por finalidade principal remover dos judeus qualquer inclinação para continuarem depositando sua confiança num possível livramento por parte dos egípcios, em vez de se renderem aos babilônios para o próprio bem deles.
Nós vemos então a misericórdia de Deus para com Israel, mesmo estando eles debaixo de Seus juízos, porque Ele fez de tudo para que evitassem um mal maior, porque lhes prometera dar livramento da morte pela espada de Nabucodonosor caso se rendessem a ele, e isto nós vemos repetidamente no livro do profeta Jeremias.         
Os judeus não deveriam depositar qualquer esperança nos egípcios confiando no fato de que havia outras nações aliançadas com o Egito, porque estas nações também seriam submetidas ao juízo do Senhor, como se afirma no verso 5:

“Etiópia, e Pute, e Lude, e todo o povo da Arábia, e Cube, e os filhos da terra da aliança cairão juntamente com eles à espada.”

Assim, de cabeça de nações que fora por séculos, o Egito passaria a ser a cauda, porque o Senhor fortaleceria os braços do rei de Babilônia, e depois deles, como sabemos pela história, da Pérsia, Grécia e Roma, que se alternariam no poder, enquanto o Egito, permaneceria uma nação enfraquecida para sempre, conforme determinado pelo Senhor, para que os judeus aprendessem que não é em nenhum poder terreno que devem colocar a sua esperança, e entrar em aliança com as nações para serem livrados, sem a permissão de Deus, porque é somente em Jeová, o Deus deles, que devem esperar inteiramente.
O que se aplica aos judeus nesta parte, também se aplica à Igreja, cuja confiança deve estar inteiramente no Senhor da Igreja, porque até mesmo o auxílio que lhes vier da parte dos homens, terá sido pela Sua providência, porque este é o Seu modo de agir para com o Seu povo.
Bem-aventurado portanto é o cristão que faz do Senhor o Seu tudo, e que nEle confia e espera para todas as coisas.      
Os poderes deste mundo cessam e falham, mas o braço poderoso do Senhor jamais cessará ou falhará em fazer o bem ao Seu povo.




“1 De novo veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
2 Filho do homem, profetiza, e dize: Assim diz o Senhor Deus: Gemei: Ah! aquele dia!
3 Porque perto está o dia, sim, perto está o dia do Senhor; dia de nuvens será, o tempo das nações.
4 E uma espada virá ao Egito, e haverá angústia na Etiópia, quando caírem os traspassados no Egito; o seu povo será levado para o cativeiro e serão destruídos os seus fundamentos.
5 Etiópia, e Pute, e Lude, e todo o povo da Arábia, e Cube, e os filhos da terra da aliança cairão juntamente com eles à espada.
6 Assim diz o Senhor: Também cairão os que sustêm o Egito, e descerá a soberba de seu poder; desde Migdol até Sevené cairão nela à espada, diz o Senhor Deus.
7 E ficarão desolados no meio das terras assoladas; e as suas cidades estarão no meio das cidades desertas.
8 E saberão que eu sou o Senhor, quando eu puser fogo ao Egito, e forem destruídos todos os que lhe davam auxílio.
9 Naquele dia sairão mensageiros de diante de mim em navios, para amedrontarem os etíopes descuidados; e sobre eles haverá angústia, como no dia do Egito; pois eis que já vem.
10 Assim diz o Senhor Deus: Também farei cessar do Egito a multidão, por mão de Nabucodonosor, rei de Babilônia.
11 Ele e o seu povo com ele, os terríveis dentre as nações, serão introduzidos para destruírem a terra; e desembainharão as suas espadas contra o Egito, e encherão a terra de mortos.
12 E eu secarei os rios, e venderei a terra, entregando-a na mão dos maus, e assolarei a terra e a sua plenitude pela mão dos estranhos; eu, o Senhor, o disse.
13 Assim diz o Senhor Deus: Também destruirei os ídolos, e farei cessar de Mênfis as imagens; e não mais haverá um príncipe na terra do Egito; e porei o temor na terra do Egito.
14 E assolarei a Patros, e porei fogo a Zoã, e executarei juízos em Tebas;
15 e derramarei o meu furor sobre Pelúsio, a fortaleza do Egito, e exterminarei a multidão de Tebas;
16 também atearei um fogo no Egito; Pelúsio terá angústia, Tebas será destruída, e Mênfis terá adversários em pleno dia.
17 Os mancebos de Om e Pi-Besete cairão à espada, e estas cidades irão ao cativeiro.
18 E em Tapanes se escurecerá o dia, quando eu quebrar ali os jugos do Egito, e nela cessar a soberba do seu poder; quanto a ela, uma nuvem a cobrirá, e suas filhas irão ao cativeiro.
19 Assim executarei juízos no Egito, e saberão que eu sou o Senhor.
20 E sucedeu no ano undécimo, no mês primeiro, aos sete do mês, que veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
21 Filho do homem, eu quebrei o braço de Faraó, rei do Egito; e eis que não foi atado para se lhe aplicar remédios curativos, nem se lhe porão ligaduras para o atar, para torná-lo forte, a fim de pegar na espada.
22 Portanto assim diz o Senhor Deus: Eis que eu estou contra Faraó, rei do Egito, e quebrarei os seus braços, assim o forte como o que já foi quebrado; e farei cair da sua mão a espada.
23 E espalharei os egípcios entre as nações, e os dispersarei pelas terras.
24 Mas fortalecerei os braços do rei de Babilônia, e pôr-lhe-ei na mão a minha espada; quebrarei, porém, os braços de Faraó, e diante daquele gemerá como quem está mortalmente ferido.
25 Eu sustentarei os braços do rei de Babilônia, mas os braços de Faraó cairão; e saberão que eu sou o Senhor, quando eu puser a minha espada na mão do rei de Babilônia, e ele a estender sobre a terra do Egito.
26 E espalharei os egípcios entre as nações, e os dispersarei pelas terras; saberão assim que eu sou o Senhor.” (Ezequiel 30)



Publicado no site: O Melhor da Web em 26/01/2013
Código do Texto: 101611
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.