Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
AJ Cardiais - A.J. Cardiais
A.J. Cardiais
Cadastrado desde: 10/12/2010

Texto mais recente: Questões e questões



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de A.J. Cardiais , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=4962

 
Textos & Poesias || Crônicas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
LER, SÓ COM PRAZER
21/05/2013
Autor(a): A.J. Cardiais
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
LER, SÓ COM PRAZER

Não leio nada como “estudo”... Ou talvez seja um estudo, o que procuro ler por curiosidade e prazer. Não sou adepto de nada, nem contra nada. Sou a favor da liberdade. Liberdade de expressão. Mas, com uma condição: procurar saber, procurar conhecer para não dar informação errada. Isso não significa fazer tal e qual “aprendeu”. Significa que sabe, conhece, mas segue o que quer seguir, o que dá prazer. Se tudo que se aprendesse, fosse obrigado a fazer tal e qual, as coisas nunca mudariam.

Na poesia, por exemplo, sempre enfatizo para que leiam Drummond, Bandeira, Quintana, Leminski e outros. Eu peço que leiam não como uma “obrigação”... Leiam para ter alguma ideia, para fazer alguma comparação. Se gostarem, continuem a leitura. Não acho válido alguém ler algo “só para mostrar que conhece”, sem ter nenhuma outra intenção, sem nenhum prazer.
Mario Quintana disse: “Já li poetas de renome universal e, mais grave ainda, de renome nacional, e que no entanto me deixaram indiferente. De quem é a culpa? De ninguém. É que não eram da minha família”. *

É a isto que estou me referindo: ler algo que lhe é indiferente, só porque foi escrito por alguém de renome. Eu tento ler... Não gostei, adeus.
Esse texto de Mario Quintana (Carta), acho que quem se “arvora” a escrever poesia, deveria lê-lo. É ótimo.

*Mario Quintana
Em: Carta
Coleção Melhores Poemas
Ministério da Educação – FNDE
Pag. 90

AJ Cardiais


Publicado no site: O Melhor da Web em 21/05/2013
Código do Texto: 106612
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):