Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
j.nilson - JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro
JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro
Cadastrado desde: 26/12/2010

Texto mais recente: Meu rastro



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=4994

 
Textos & Poesias || Humor
Imprimir - Impressora!
Imprimir
O mundo dos espertos
30/11/2013
Autor(a): JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
O mundo dos espertos

Eu aprendi a rezar
Desde meus primeiros passos
Por isso não desfaço
A crença de algum vivente
Mas hoje é diferente
Se não pagar não recebe
Ao diabo que te carregue
Sem dinheiro não tem crente

Hoje se paga de tudo
Se não o céu não mereço
Até o amor já tem preço
De graça não há mais nada
É uma ganância danada
Todo mundo mete a mão
E o pobre do cristão
Vê sua miséria explorada

Antigamente existia
Benzedores de campanha
Até com trago de canha
Benzia-se a criatura
Bolacha ou rapadura
Qualquer presente servia
Dinheiro não se pedia
Era de graça a cura

Hoje qualquer oração
É feita a preço de ouro
O crente paga até o couro
Pelo trono de Jesus
Vendem tijolo, vendem cruz
O dízimo leva o resto
Se não pagar eu não presto
Não mereço ver a luz

É claro que não são todos
Tem os bens intencionados
Mas que o pobre tá explorado
Isso todo mundo vê
Mas como me defender
Se o governo leva um pouco
Os gatunos levam outro
E o meu sem receber



Publicado no site: O Melhor da Web em 30/11/2013
Código do Texto: 113287
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):