Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Catherine - CATHERINE ROOS.
CATHERINE ROOS.
Cadastrado desde: 17/05/2009

Texto mais recente: Noite com lágrimas



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de CATHERINE ROOS. , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2141

 
Textos & Poesias || Reflexões
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Realidade
12/05/2014
Autor(a): CATHERINE ROOS.
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Realidade

Abaixo, coloco três exemplos, que na minha ótica, são hediondos exemplos do que é capaz um ser humano!
E aí vai o segundo exemplo, que não é do Brasil! Não é do país das "bananas", como dizem alguns seres "superiores".....

Eu me questiono.....até aonde chega a crueldade, a ignorância no coração das pessoas?!
Evidentemente, que não sou a favor da impunidade, mas fazer justiça com as próprias mãos.....
criar bárbaries como essas.....a que nível chegou a evolução humana?! - será isso uma real evolução?!   
Creio que eu ou estou vivendo fora da realidade ou sou mesmo uma ignorante e sinceramente não me vejo
em nenhuma dessas situações - nem fora da realidade, nem ignorante....mas...ao mesmo tempo me pergunto:
___Que mundo é esse?! Qual é meu lugar nisso tudo?! O que será de meus netos, diante disso tudo?!

E eu mesma, não encontro as respostas.....

Já viajei muito, já vi muita coisa, eu mesma passei por tanta coisa.....por exemplo...minha madrasta - quando eu era
pequena e ela ia sair por qualquer motivo e me deixava sózinha em casa.....ela trancava as portas dos quartos e da sala,
me deixava sómente na cozinha, aonde os armários eram trancados a cadeado, pois as guloseimas, eram sómente para aquele que se dizia meu pai...porque afinal, era ele quem trabalhava, então sómente ele tinha "direito de comer o que quisesse"......então eu "pegava" uma banana e comia.....minha madrasta chegava, contava as bananas e sentia falta daquela que eu peguei........e me dizia:___Você "roubou" uma banana! está faltando,uma aqui! Vou contar pro teu pai!
E contava! E eu apanhava, mas apanhava tanto, ao ponto de precisar de socorro dos vizinhos e de fazerem "curativos" nos machucados e hematomas, que ficavam em meu corpo...... Foi assim, que eu cresci....foi assim que fui educada....
Cresci tendo o sentimento de ser ladra, naquela casa que deveria ser meu lar....

Outra vez, fui chamada de ladra, quando aos 11/12 anos, cansada de tanto apanhar, fugi de casa...para ter casa e comida fui "trabalhar" em um casa de gente rica, fui ser ajudante de arrumadeira....ali aprendi muito do que sei fazer em uma casa, ali me ensinaram a limpar, cozinhar e cuidar de crianças....até que....eu todos os dias via na dispensa da casa, um monte de chocolates diamante negro...eram    comprados de caixas e caixas.....até um dia, eu peguei UM chocolatinho, para mim E FUI COMER EM MEU QUARTINHO, LÁ NO FUNDO DO QUINTAL E joguei o maldito papel do chocolate debaixo da minha cama.....e justamente nesse dia, a madame dona da casa, foi até meu quarto e fiscalizando tudo, encontrou o papel debaixo da minha cama.........chamou-me de ladra, porque    EU ROUBEI UM CHOCOLATE DO FILHO DELA......e não poderia mais ficar naquela casa.....e ali eu já estava, fazia quase um ano....ela já me conhecia...sabia quem eu era.....me levou de volta para a casa daquele que se dizia meu pai......e eu apanhei de novo.....

Como se pode aperceber, a bárbarie sempre, esteve presente na minha vida....mas eu sempre, acreditei que o mundo iria melhorar....hoje aos 58 anos de vida, vejo que a humanidade continua a mesma...senão pior....então...o que fazer?!

O que estão fazendo, para que as coisas mudem, para que as coisas melhorem?!
Rezar? Entregar pra DEUS?! Sentar e esperar, para ver o que acontece,mais ainda?!
Vivemos hoje, uma realidade de BESTAS/FERAS.....ou melhor....acho que sempre vivemos......
ATÉ QUANDO? ATÉ ONDE? PORQUE? PRA QUÊ?!

Vale ressaltar, que diante disso tudo e muito mais que aqui não cabe relatar...tornei-me uma simples mulher....

Eu que sempre sonhei e acreditei em um mundo melhor.....hoje...não sei mais o que esperar, hoje é muito mais difícil
de acreditar nas pessoas.....e aqui não é nenhuma dramatização da vida, de vida ou pela vida.....
é uma simples e cruel realidade mundial....é uma pena.....o mundo podia...deveria ser bem melhor....
Catherine Roos.




ABAIXO MATÉRIAS DO YAHOO EM 12/05/2014



Mulher é torturada e morta após suposto furto de comida
Por Laura Maia de Castro | Estadão Conteúdo – 4 horas atrás
Enviar Compartilhar2 Imprimir
A manicure Ane Kelly Santos, de 26 anos, foi sequestrada, torturada e assassinada porque teria furtado alimentos de uma casa em Barueri, na Grande São Paulo. Um vídeo entregue à Polícia Civil nesta sexta-feira, 9, mostra Ane sendo torturada por cerca de três horas por cinco pessoas. Por causa das imagens, a polícia conseguiu identificar três suspeitos, que foram presos na manhã deste domingo, 11.


Jacson Nunes Pereira, de 21 anos, Valmir Lima de Oliveira, de 27, e Renata Fonseca da Silva, de 27, foram presos. Segundo a polícia, Renata é a dona da casa de onde a manicure e outra pessoa teriam furtado alimentos. De acordo com a equipe de investigação, no áudio da gravação entregue à polícia os indiciados teriam "decretado" também a morte da suposta cúmplice no furto. Ane estava desaparecida desde o dia 25 de abril e a família já havia registrado um boletim de ocorrência no 2°DP de Barueri por causa do desaparecimento. Nas redes sociais, amigos e familiares prestam homenagens a manicure.

Garota é acusada de vender bolacha recheada com sêmen na escola para vingar bullying
Por Charles Nisz | Vi na Internet – 5 horas atrás
Email    Compartilhar63 TweetImprimir

Foto: Reprodução/Techmestre
Uma adolescente californiana, aluna do décimo ciclo escolar está sendo investigada após contar que vendeu bolachas com "fluídos corporais" aos colegas de escola. A aluna do Centennial High School, em Bakersfield, Califórnia, fez isso para se vingar de colegas que haviam praticado bullying com ela no dia 29 de abril, segundo informa esta matéria do jornal inglês Daily Mirror.

Leia também:
Na Alemanha, ladrões roubam carregamento de 5 toneladas de Nutella

A história foi descoberta quando um dos valentões perguntou a ela o motivo do gosto ruim da bolacha. Para fabricar o biscoito, ela teria usado sêmen, pelos pubianos, comprimidos de remédios e farinha vencida, segundo uma outra aluna. O sêmen teria sido fornecido por um colega disposto a colaborar com a vingança da garota. Os quitutes causaram problemas estomacais em um dos rapazes.

Já a polícia diz que tudo não passa de "um trote de colegial", pois os laudos toxicológicos não indicam substâncias estranhas nas bolachas e cupcakes vendidos pela garota. Ela teria usado maionese e molhos para adulterar o sabor das bolachas e, assim, dar uma lição nos colegas que a incomodavam. A polícia baniu comida feita fora da escola e as bolachas foram destruídas. Acha justo a garota ter se vingado?


Confundido com irmão, homem é linchado em Araraquara
Por Rene Moreira | Estadão Conteúdo – 5 horas atrás
Enviar Compartilhar22 1 Imprimir
Um homem sofreu um linchamento e quase morreu ao ser confundido com o irmão na noite deste domingo, 11, no Jardim Maria Luiza, bairro de Araraquara, no interior de São Paulo.


Segundo a Polícia Militar, tudo começou após uma briga de casal em que a esposa acabou atingida com uma paulada na cabeça. Ela foi socorrida desacordada até uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento).


Vizinhos e parentes foram até a casa do sogro da mulher procurar pelo agressor. Quando chegavam ao local, na rua Vicenzo Spoto, se depararam com o servente de pedreiro Mauro Rodrigo Muniz, de 37 anos, que é irmão do suposto autor. Ele levou pauladas e pedradas e ficou desacordado no chão com fraturas principalmente na face.


A irmã, de 31 anos, tentou avisar sobre o equívoco, mas acabou agredida. A polícia teve de intervir por que os populares teriam impedido o trabalho do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).


O homem foi internado em estado grave na Santa Casa local, enquanto a mulher foi medicada e liberada.


Apuração


A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio. O servente segue internado em estado grave até o início desta segunda-feira, 12, correndo risco de morrer.



Publicado no site: O Melhor da Web em 12/05/2014
Código do Texto: 118451
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.