Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
kuryos - Silvio Dutra
Silvio Dutra
Cadastrado desde: 29/08/2012

Texto mais recente: Discernimento



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de Silvio Dutra , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6704

 
Textos & Poesias || Evangélicas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Os Significados da Palavra Amor
08/07/2014
Autor(a): Silvio Dutra
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Os Significados da Palavra Amor

Sempre que o Novo Testamento se refere ao amor de Deus, a palavra que é usada no original grego para amor é ágape. Sendo variantes deste substantivo ágape, o adjetivo agapetós (amado), e o verbo agapáu (amar).
O uso desta palavra ágape, que temos traduzido por amor, é raríssimo na literatura secular grega, sendo portanto um termo que ganhou força e expressão no Novo Testamento, pela revelação que nos feita por Jesus Cristo.
É muito importante saber a distinção que há entre as palavras gregas para definir desejos e paixões (eros) e afeições (filéo), desta palavra que se refere ao amor divino (ágape), para sabermos que o que está em foco não é desejo, paixão ou mera afeição natural, mas a eleição, a aprovação, a aceitação e a comunhão que deve existir entre Deus e os cristãos.
E sabemos que não pode existir tal eleição, aprovação, aceitação e comunhão, sem que haja obediência à vontade de Deus.
Por isso Jesus é por excelência, o amado de Deus (apatetós tou Theou), porque é perfeitamente obediente à Sua vontade.   
Não admira portanto que nosso Senhor tenha definido o nosso amor por Ele, como sendo obediência aos Seus mandamentos (Jo 14.21).
Porque o que está em foco, no verdadeiro amor divino, como dissemos anteriormente, ter por objetivo atingir esta eleição, aprovação, aceitação e comunhão divinas.   
Daí se dizer que sem fé é impossível agradar a Deus, porque não será de fato possível cumprir a Sua vontade sem que se creia nEle e em tudo o que tem afirmado em Sua Palavra.
Deste modo, sempre que lermos a referência ao amor (ágape) nas Escrituras, não devemos ter em mente as conotações atuais que se tem dado ao significado desta palavra, restringindo-o a afeições naturais e demonstrações de bondade para com o próximo. Isto porque o ágape significa muito mais do que isto, como podemos ver por exemplo em I Cor 13.
Ágape é sobretudo obediência a Deus. Obediência aos Seus mandamentos. Viver de acordo com tudo aquilo que Ele nos tem ordenado na Sua Palavra. Este é o amor no qual devemos viver. É nisto que se cumpre a ordenança de Jesus de nos amarmos uns aos outros assim como Ele nos amou. Ou seja, Ele se relacionou com os Seus discípulos, conforme a verdade e a justiça evangélicas. Segundo a disciplina da Nova Aliança. Segundo as ordenanças do Seu Pai, sobretudo no que se referia a agir somente debaixo do poder do Espírito Santo.
Deste modo, não é o verdadeiro ágape (amor) tolerar e aprovar os pecados de nossos irmãos, ignorar a desobediência de nossos filhos, e tudo aquilo que ofenda a vontade de Deus, conforme nos tem sido ensinado na Sua Palavra.
Não podemos portanto usar o amor como pretexto para agir de tal maneira, porque, como temos visto, não é este o significado do verdadeiro amor de Deus (ágape).      
Como poderíamos ser complacentes com o pecado, em nós mesmos,ou em outros, se boa parte de se amar a Deus, ou seja de agradá-lO fazendo Sua vontade, consiste justamente em se mortificar o pecado?
Então, não podemos justificar de modo algum um viver deliberado no pecado, sob a justificativa de que Deus nos ama.


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


A Bíblia não foi produzida pela inspiração do Espírito Santo de Deus com o mero propósito de narrar a história da redenção, mas revelar a nossa necessidade de redenção do pecado, como também o modo de obtê-la. Por esta revelação somos alertados quanto ao perigo de permanecer na condição de não sermos justificados do pecado, pois se há um futuro de glória esperando pelos redimidos pela fé em Cristo, há um destino horrível aguardando por todos os que não forem redimidos.

A revelação foi feita por Deus através da história de Israel no período do Velho Testamento, porque Ele falava por meio desta nação no citado período.
Veja tudo sobre as Escrituras do Velho Testamento no seguinte link:
http://livrosbiblia.blogspot.com.br/

Como a redenção é operada exclusivamente por meio de Jesus Cristo, de quem as Escrituras do Velho Testamento dão testemunho, então, quando Ele se manifestou há cerca de 2.000 anos atrás, não somente a redenção começou a alcançar todas as nações da Terra, bem como o seu testemunho passou a ser dado não mais pela nação de Israel, mas através da Igreja, conforme se vê no Novo Testamento.
Veja tudo sobre as Escrituras do Novo Testamento no seguinte link:
http://livrono.blogspot.com.br/

A Igreja tem testemunhado a redenção de Cristo juntamente com o Espírito Santo nestes 2.000 anos de Cristianismo.
Veja várias mensagens sobre este testemunho nos seguintes links:
http://retornoevangelho.blogspot.com.br/
http://poesiasdoevangelho.blogspot.com.br/

A Bíblia também revela as condições do tempo do fim quando Cristo inaugurará o Seu reino eterno de justiça ao retornar à Terra. Com isto se dará cumprimento ao propósito final relativo à nossa redenção.
Veja a apresentação destas condições no seguinte link:
http://aguardandovj.blogspot.com.br/


Publicado no site: O Melhor da Web em 08/07/2014
Código do Texto: 120012
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.