Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
kuryos - Silvio Dutra
Silvio Dutra
Cadastrado desde: 29/08/2012

Texto mais recente: Como se Fosse uma Segunda Conversão



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de Silvio Dutra , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6704

 
Textos & Poesias || Evangélicas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
A Espada do Espírito Santo
29/07/2014
Autor(a): Silvio Dutra
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
A Espada do Espírito Santo

Por D. M. Lloyd Jones

É unicamente o Espírito que nos capacita a "interpretar" a Palavra de Deus. É inteiramente obra do Espírito. Tudo quanto está ligado a esta Palavra é sempre resultado da operação do Espírito, do princípio ao fim. Por mais capaz que um homem seja no sentido natural, essa capacidade não o ajuda a interpretar as Escrituras. Ele pode ser um gênio, ou um grande erudito, mas isso não o ajudará aqui. A verdade "se discerne espiritualmente". Deve ser interpretada de maneira espiritual. E nada pode habilitar-nos a fazê-lo independentemente do Espírito de Deus-e nem pessoa alguma. Assim, ao longo de toda a linha, vemos que a nossa arma é "a espada do Espírito".

Finalmente – e esta é, talvez, a consideração predominante na mente do apóstolo quando ele escreveu as palavras - é unicamente o Espírito Santo que nos capacita a usar apropriadamente esta Palavra. E, como o apóstolo está preocupado com a maneira prática de combater o inimigo, repeli-lo e fazê-lo fugir, evidentemente é isso que ocupa lugar predominante em sua mente. Uma coisa é conhecer o conteúdo deste livro; é coisa muito diferente saber usá-lo direito. Somente o Espírito Santo pode capacitar-nos a fazê-lo.

A relação entre o Espírito e a Palavra é da maior importância. O não reconhecimento disso explica a ocorrência de tantas dificuldades na longa história da Igreja Cristã. A tendência geral é sempre dar ênfase exclusivamente a um ou ao outro lado. No momento em que vocês separarem o Espírito e a Palavra, terão problema. Há alguns que dizem que, tendo a iluminação do Espírito, você não tem nenhuma necessidade da Palavra. Essa foi a tragédia dos quacres. George Fox começou com o equilíbrio certo, porém com o tempo foi se inclinando a dar cada vez menos atenção à Palavra, e cada vez mais à "luz interior", à iluminação do Espírito, à mensagem recebida direta, imediatamente. Por isso a tradução da Nova Bíblia Inglesa, assim chamada, é tão perigosa. Ela substitui "que é a palavra de Deus" por "palavras que vêm de Deus", exatamente aquilo que os fanáticos sempre afirmaram. Os "entusiastas", os fanáticos, sempre basearam toda a sua posição nisso.

Mas depois existe a outra tendência, no outro extremo, de desacreditar o Espírito e dizer que, desde que tenhamos a Bíblia aberta e a Palavra diante de nós, e desde que a conheçamos num sentido mecânico, não precisaremos de mais nada. Assim o Espírito é esquecido, e se pode ter uma ortodoxia morta, ou um conhecimento meramente intelectual e mecânico das Escrituras, que não capacita ninguém a pelejar no combate contra o diabo, os principados e as potestades. O Espírito e a Palavra têm que ser mantidos sempre juntos. O Espírito nos muniu da instrução que se acha na Palavra, porém não podemos usá-la sem Ele. Ela pode ser letra morta para nós: "a letra mata e o espírito vivifica" (2 Coríntios 3:6). O que é necessário é o Espírito abrir a Palavra, abrir a minha mente e abrir o meu coração. Desde que vocês mantenham os dois juntos, como o apóstolo faz aqui, vocês não terão como errar; entretanto, se os separarem, o diabo já terá "dividido para poder vencer", por assim dizer. E, como digo, ele fez isso muitas vezes na longa história da Igreja Cristã.

O erro entra de muitas maneiras, mas agora estamos particularmente interessados no ataque geral contra a "verdade". Já consideramos ataques específicos sob outros títulos. O inimigo faz este ataque geral de muitas maneiras. Ele o faz por meio da filosofia, que sempre foi inimiga da verdade, desde o princípio. Uma das primeiras batalhas que a Igreja Cristã teve que travar foi contra a filosofia grega. Quando o evangelho veio para a Europa, primeiro veio para a Grécia, onde havia uma grande tradição filosófica, a perspectiva segundo a qual o homem, buscando a Deus, poderá encontrá-lo, o homem pode chegar à verdade graças à meditação e ao efetivo desenvolvimento das suas teorias. Houve um grande combate nos primeiros séculos entre a Igreja Cristã e o sutil ataque oriundo da filosofia. Continuamos tendo esse combate, é claro, e talvez mais do que nunca.

Fazendo parelha com a filosofia, há o que geralmente chamam "conhecimento" - qualquer conhecimento que o homem tenha. O conhecimento "científico" em particular. E em termos do conhecimento moderno, dos últimos avanços do conhecimento, especialmente do conhecimento científico, que muitos rejeitam o cristianismo. O único modo pelo qual podemos repelir este ataque particular é empunhar e brandir "a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus". Não há outro meio de defesa. Foi o que o nosso Senhor fez. Devemos seguir os Seus passos em todas as questões; e nas páginas dos quatro Evangelhos vocês verão que o nosso Senhor fez isso repetidamente. Aqueles homens inteligentes, fariseus, escribas, doutores da lei, vinham com as suas perguntas capciosas, dizendo a si mesmos: "Quem é este sujeito? Ele nunca foi instruído como fariseu, é um simples carpinteiro, nunca foi às escolas, que é que Ele sabe?" E assim traziam as suas perguntas espertas. Eles eram peritos nos pormenores e minúcias da lei. Eram grandes eruditos, e assim vinham com toda a sua erudição, e pensavam que podiam apanhá-lo e pôr um fim no Seu ministério. Ele sempre os enfrentou da maneira que já O vimos fazer na tentação no deserto.

Vejam um exemplo, tomado do Evangelho de Lucas: "E eis que se levantou um certo doutor da lei"- um homem inteligente, instruído, um perito na lei judaica- "tentando-o (ao Senhor), e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?" Certamente ele esperava que o nosso Senhor desse uma opinião pessoal, Sua, que ele, advogado, provaria que não era coerente com o ensino da lei. Mas nosso Senhor replicou-lhe perguntando: "Que está escrito na lei? Como lês?" (Lucas 10:25-26). Noutras palavras, Ele tomou "a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus". Foi assim que o nosso Senhor lidou com aquele homem. "Que está escrito na lei? O que você lê, o que você vê nas Escrituras?" Há um exemplo parecido no Evangelho de João: "Os judeus pegaram então outra vez em pedras para o apedrejar. Respondeu-lhes Jesus: tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai; por qual destas obras me apedrejais? Os judeus responderam-lhe, dizendo: não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo". Um ataque verdadeiramente astuto! Jesus respondeu-lhes: "Não está escrito na vossa lei: Eu disse: sois deuses? Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada), àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?" (João 10:31-36). Notem a arma! Ele tomou "a espada do Espírito" e os feriu com ela. Não somente Se defendeu, derrotou-os. E Ele constantemente agia dessa maneira.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Comentário dos livros do Velho Testamento:
http://livrosbiblia.blogspot.com.br/

Comentário do Novo Testamento:
http://livrono.blogspot.com.br/

Mensagens:
http://retornoevangelho.blogspot.com.br/

Escatologia (tempo do fim):
http://aguardandovj.blogspot.com.br/


Publicado no site: O Melhor da Web em 29/07/2014
Código do Texto: 120527
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.