Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto


Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de MANUELA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6281

 
Textos & Poesias || Poema
Imprimir - Impressora!
Imprimir
San Marco, mattina (Dirceu Villa) (+tradução italiana)
10/01/2015
Autor(a): MANUELA
VOTE!
TEXTO ELEITO
49
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
San Marco, mattina (Dirceu Villa) (+tradução italiana)

O leito amanhece diante das janelas de desenho mourisco,
com o sol entre os leões:
 a Piazza vazia num arrufo gorgolejante
   de pombas.

O Oriente parece engolfado
nos lençóis mágicos do Adriático;
 palácios planam impossíveis na distância líquida,
   nascidos, como deuses, da água.

O campanário observa a mudez
das maravilhas úmidas, imóveis;
galerias abaixo cintilam no escuro
   como jogos de cristal colorido.

Frescor do alento marítimo:
a brisa é um suspiro feminino.
_______________________________

Tradução italiana de Manuela Colombo


San Marco, mattina

Il letto albeggia davanti alle finestre dal disegno moresco,
col sole fra i leoni:
la Piazza vuota nella tubante baraonda
   di colombi.

L’Oriente sembra sprofondato
nei magici lenzuoli dell’Adriatico;
palazzi planano inverosimili nella distanza liquida,
   nati, come dei, dalle acque.

Il campanile osserva il mutismo
delle meraviglie umide, immobili;
sotto le logge scintillano nel buio
   come giochi di cristallo variopinto.

Frescura di respiro marino;
la brezza è un femmineo sospiro.




Publicado no site: O Melhor da Web em 10/01/2015
Código do Texto: 124419
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.