Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto


Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de GINALDO SANTOS SILVA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=119

 
Textos & Poesias || Ensaios
Imprimir - Impressora!
Imprimir
A CÓLERA EM UM COPO
28/01/2009
Autor(a): GINALDO SANTOS SILVA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
A CÓLERA EM UM COPO

A CÓLERA EM UM COPO

teacherginaldo@hotmail.com



Um copo de cólera de Raduan Nassar é uma história de paixão. Ao compô-la o autor utiliza-se de uma narrativa densa, violenta, cheia de força e velocidade. O personagem – narrador forja uma encenação no texto e experimenta a doce amargura de dizer as coisas sem ter receio de dizer o inaudito.
O tema é atual e corriqueiro em que questões éticas se colocam antes de tudo como linguagem de um discurso existencial, filosófico e político. Trava-se um duelo entre o machão e a feminista, o anarquista contra a reformista, a individualidade contra o populismo, compondo um conjunto da sociedade que é rejeitado como falso e corrupto: o povo, a política e as relações interpessoais.
Há neste discurso um grande embate. O narrador sabe que o duplo discurso, da mulher e dele, é apenas a vestimenta social de um não-dito corpóreo indizível e de uma má-fé social generalizada, e considera que falar é uma gota na enxurrada de palavras retorcidas que saem da boca da personagem como lâminas afiadas, para ferir e mostrar o seu ponto de vista. É o discurso anárquico contra o discurso autoritário.
Raduan Nassar constrói um texto em torno de uma recusa de obediência, de cumplicidade e de amor. Mostra um homem que em seu desejo de proteger sua casa com cerca inviolável, se mostra aparentemente, solidário do discurso da ordem, contradição que não escapa à mulher. A sobrevivência do mais forte é explicitamente questionada quando os personagens travam uma luta incansável de palavras, as quais, manifestam de forma agressiva, a verdadeira face de dois animais que disputam entre si o direito de falar e ser ouvido.
O abandono da literatura é, em Raduan Nassar, o desnudamento radical. Esse abandono é o efeito de uma cólera, com tudo que a cólera implica de expectativas frustradas. Na verdade, toda literatura de revolta é necessariamente breve, e desemboca no silêncio ou no escárnio. A cólera é a paixão dos impacientes.   




Publicado no site: O Melhor da Web em 28/01/2009
Código do Texto: 12849
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.