Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto

ALBÉRICO SILVA DE CARVALHO
Cadastrado desde: 15/04/2010

Texto mais recente: MÃES



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de ALBÉRICO SILVA DE CARVALHO , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=4085

 
Textos & Poesias || Acrósticos
Imprimir - Impressora!
Imprimir
COLCHA DE RETALHOS
31/08/2016
Autor(a): ALBÉRICO SILVA DE CARVALHO
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
COLCHA DE RETALHOS

COLCHA DE RETALHOS
Nossas vidas, são como colchas de retalhos, e o colorido, e a beleza, e a grandeza, dependem sobretudo de nós.
Cada retalhinhos aderido à nossa vistosa colcha, exibem influências capitais, são pessoas que passaram por nós.
Ou que ainda, fazem parte com nossa anuência, de nossas vidas, umas com mais cumplicidade, maior desenvoltura,
Mais ou menos acuidade, carismas, entusiasmos..., mas todas, todas mesmo, fraternais, e igualmente importantes!

E cada um desses retalhinhos nos moldam, a nos constituir reciprocamente, nos seres humanos que somos hoje.
Às vezes, durante nossas vidas, carecemos, de fazer alguns remendos, mas nunca, nunca mesmo, devamos desistir,
Abrir mão de algum pedaço por menor que seja, pois ele também é único, igualmente reflexos, em nossas vidas...
E seria destarte, como arrancar pedacinhos de nós mesmo, pelos vínculos, de amor, e amizade, que já se formaram.

Alguns retalhinhos já estão, velhinhos, surrados, visivelmente desgastados, mas não olvidem, são nossas imagens.
Mas, nesses anos, nessas trocas de aprendizados, nos constituímos em seres mais humanos, mais exuberantes.
Fomos especialmente nos modificando, nos influenciando, ao longo dos anos, das nossas jornadas, pelos exemplos.

E cada um desses pedaços assim unidos, formam um todo, indispensável, a demonstrar que não vivemos sozinhos.
E em que pese, cada ser humano ser único, se nos dermos as mãos, nossas experiências, nos fazem crescer jun-tos...
Porquanto, nossa vida é somatório, da união, de cada um desses retalhinhos, por mais insignificantes que pareçam.
Albérico Silva

Publicado no site: O Melhor da Web em 31/08/2016
Código do Texto: 132630
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):