Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
ventura - JOÃO NUNES VENTURA
JOÃO NUNES VENTURA
Cadastrado desde: 20/04/2011

Texto mais recente: A COR DO SERTÃO



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de JOÃO NUNES VENTURA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=5300

 
Textos & Poesias || Felicidade
Imprimir - Impressora!
Imprimir
MEU MUNDO
10/09/2017
Autor(a): JOÃO NUNES VENTURA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
MEU MUNDO

      MEU MUNDO
         João Nunes Ventura-09/2017

Você que chega                                                      
No terreiro de minha roça,
Nessa terra sertaneja
Construí minha palhoça.

O meu conselho
Aqui no meu sertão,
É pedir para chover
É fazer uma oração.

Não repara não
A poeira na estrada,
São folhas pelo chão
São ventos da madrugada.

E se muito chove
São águas nos lençóis,
É milagre para o pobre
É Deus lembrando nós.

Seu moço já lhe digo
Sua montaria uma beleza,
Seu prazer o seu amigo
Galopando na natureza.

Pra branda do sertão
A luz vem do luar,
Assim feliz o coração
Também sabe amar.

Vem do rio São Francisco
A água aqui meu rapaz,
O feijão que a gente come
Tem sabor de quero mais.

E nas lindas bananeiras
Os cachos tantas doçuras,
No São João as brincadeiras
As simpatias de formosuras.

Sossego aqui é uma prece
Só passarinhos a cantar,
Bem logo quando anoitece
Vem a lua com o seu luar.

E agora vamos em frente
Visitar a minha palhoça,
E a patroa feliz contente
Prepara comidinha da roça.

Comida quentinha é caseira
Graças a Deus não vai faltar,
Debaixo do pé de jaqueira
Uma redinha pra descansar.

Quando o senhor se despedir
E pra nós deixar seu adeus,
Quando pela estrada seguir
Lembre-se dos pedidos meus.

Quando pela cancela passar
Deixe o ferrolho bem travado,
E se um dia quiser voltar
Deixe o mundo do outro lado.



Publicado no site: O Melhor da Web em 10/09/2017
Código do Texto: 135438
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):