Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto


Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de MANUELA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6281

 
Textos & Poesias || Poema
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Araucária (Helena Kolody) (+tradução italiana)
08/03/2018
Autor(a): MANUELA
VOTE!
TEXTO ELEITO
8
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Araucária (Helena Kolody) (+tradução italiana)

Araucária,
Nasci forte e altiva,
Solitária.
Ascendo em linha reta
- Uma coluna verde-escura
No verde cambiante da campina.
 
Estendo braços hirtos e serenos.
 
Não há na minha fronde
Nem veludos quentes de folhas,
Nem risos vermelhos de flores,
Nem vinhos estonteantes de perfumes.
Só há o odor agreste da resina
E o sabor primitivo dos frutos.
 
Espalmo a taça verde no infinito.
Embalo o sono dos ninhos
Ocultos em meus espinhos,
Na silente nudez do meu isolamento.
_____________________________________


Tradução italiana de Manuela Colombo


Araucaria

Araucaria,
Forte ed altera nacqui,
Solitaria.
M’innalzo in linea retta
- Una colonna verde scura
Tra gli sfumati verdi della pianura.
 
Stendo braccia irte e serene.
 
Non v’è tra le mie fronde
Né tiepido velluto di foglie,
Né rosso sorriso di fiori,
Né inebriante linfa profumata.
V’è solo un agreste odore di resina
E il sapore selvatico dei frutti.
 
Schiudo la chioma verde all’infinito.
Cullo il sonno dei nidi
Celati in mezzo alle mie spine,
Nella silente nudità del mio isolamento.


Publicado no site: O Melhor da Web em 08/03/2018
Código do Texto: 136728
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.