Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto

PAULO FONTENELLE DE ARAUJO
Cadastrado desde: 06/03/2018

Texto mais recente: O ASFALTO DOURADO



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de PAULO FONTENELLE DE ARAUJO , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=7367

 
Textos & Poesias || Contos
Imprimir - Impressora!
Imprimir
CIDADE DE SANTOS
12/07/2018
Autor(a): PAULO FONTENELLE DE ARAUJO
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
CIDADE DE SANTOS

     
      O jornal pediu-me para viajar para São Paulo e depois fotografar os pontos turísticos da cidade de Santos. Terminei o obituário e viajei para a cidade. Foi uma viagem demorada porque fui de ônibus e quando cheguei, fotografei muitos lugares: a antiga cadeia, o panteão dos Andradas... entrei na Igreja do Carmo. Era uma igreja antiga de 1589. Assisti a missa, mas o que me assustou foram as quinze pessoas presentes. Todas sozinhas. Sai pela cidade depois e fiquei observando solidões: o mendigo; a pena do pombo no meio da calçada; a manequim da loja com a sua roupa dourada; o chopp do homem sobre a mesa do bar ainda vazio, a foto do antigo time do Santos pendurado na parede da barbearia; o café no botequim; o bolo de chocolate na rodoviária e, na volta, o vendedor de caranguejos parado na rodovia.
      Quem para o carro, não quer comprar o crustáceo, mas ajudar um solitário, um invertebrado.
      Dormi no ônibus, não havia ninguém ao meu lado. O ônibus parou no meio da rodovia e subiu uma mulher para vender cocada. Imaginei ali o final feliz: a vendedora terá um romance com o motorista, afinal o coco não é um fruto com uma polpa doce que compensa a todos?
      Pensei em    finais felizes. Imaginei o beijo das lagostas.    Os invertebrados estão agora deitados porque aguardam um ósculo, outro invertebrado.

DO LIVRO:"TOUROS EM COPACABANA"

Publicado no site: O Melhor da Web em 12/07/2018
Código do Texto: 137899
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.