Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto

PAULO FONTENELLE DE ARAUJO
Cadastrado desde: 06/03/2018

Texto mais recente: CURRÍCULO VITAE



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de PAULO FONTENELLE DE ARAUJO , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=7367

 
Textos & Poesias || Poema
Imprimir - Impressora!
Imprimir
A LISTA
14/01/2019
Autor(a): PAULO FONTENELLE DE ARAUJO
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
A LISTA

Acordo
e prontamente lembro
os mesmos mortos.
Refaço a lista pela manhã
e todos estão presentes;
os mesmos rostos
distorcem a minha mente.
Não sei a razão da lista,
da guarda impecável.
Vêm de longe
meu pai, minha mãe em fotos sumidas
(Um flash dentro de mim separa o instante,
pergunta quem são os pais
e se permanecem em sonho)
Outras pessoas dentro no maço das horas
repetem a cena remota,
o aceno, enquanto eu confio
que tudo ajusta:
os amigos, o amigo louco
a namorada santa
e quando saio em uma praça,
lembro da outra:
jurava ser santa,
mas abria os peitos formosos
para o encaixe nas fotos,
O sonho é permanência.
Durmo
Agora os mortos caem de forma contínua,
descem como chuva
surgem em morros
e até os vivos brotados
não percebem a própria eternidade.
Acordo
refaço a longa lista   
os mortos estão ali,
do outro lado
eles me olham,
piscam,
pisam na faixa
como pedestres,
sempre aos pedaços,
como pedestres
fazem sentido,
Saio
mortos nas beiradas
apitam pelos cantos,
parecem aliviados.
Nascidos para dormir.
Lindos!


Publicado no site: O Melhor da Web em 14/01/2019
Código do Texto: 139014
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):