Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Manu - MANUELA
MANUELA
Cadastrado desde: 23/04/2012

Texto mais recente: Tango (Nuno Rocha Morais) (+tradução italiana)



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de MANUELA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6281

 
Textos & Poesias || Poema
Imprimir - Impressora!
Imprimir
7 (Abgar Renault) (+tradução italiana)
24/01/2019
Autor(a): MANUELA
VOTE!
TEXTO ELEITO
9
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
7 (Abgar Renault) (+tradução italiana)

Este poema exigiu 7 folhas de papel.
Para escrevê-lo já fumei raivosamente 7 cigarros
e rasguei-o 7 vezes.
7 é um mau número: é o número 13 da minha vida.
Segundo várias aritméticas, não é divisível por 2,
e eu tenho horror a todos os números (e a todas as coisas)
não divisíveis por 2.
Sexta-feira, 7...
Isto hoje não acaba bem...
Vai a chuva ficar chovendo para sempre.
O meu relógio vai continuar disparado,
marcando horas inexistentes.
Ah se os ponteiros andassem para trás!
Ah se ao menos a chuva chovesse para cima
e eu fizesse destes nulos versos
uma folha nocturna e molhada!


In A outra face da lua (1983)
_______________________________________


Tradução italiana de Manuela Colombo)


7

Questa poesia ha richiesto 7 fogli di carta.
Per scriverla ho già fumato rabbiosamente 7 sigarette
e 7 volte l’ho stracciata.
7 è un numero infausto: è il numero 13 della mia vita.
Secondo diverse aritmetiche, non è divisibile per 2,
e io ho orrore di tutti i numeri (e di tutte le cose)
non divisibili per 2.
Venerdì, 7...
Oggi non va a finire bene...
La pioggia continuerà a piovere per sempre.
Il mio orologio proseguirà intrepido,
segnando ore inesistenti.
Ah se le lancette andassero all’indietro!
Ah se almeno la pioggia piovesse verso l’alto
e io mutassi questi vacui versi
in una foglia rorida e notturna!


Publicado no site: O Melhor da Web em 24/01/2019
Código do Texto: 139117
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):