Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto


Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de Silvio Dutra , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6704

 
Textos & Poesias || Evangélicas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Tristeza Santificada
07/02/2019
Autor(a): Silvio Dutra
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Tristeza Santificada


Sermão nº 3435
Por Charles H. Spurgeon (1834-1892)
Traduzido, Adaptado e
Editado por Silvio Dutra
Jan/2019
2
S772
Spurgeon, Charles H.- 1834-1892
Tristeza santificada / Charles H. Spurgeon
Tradução e adaptação Silvio Dutra Alves – Rio
de Janeiro, 2019.
30p.; 14,8 x21cm
1. Teologia. 2. Pregação. 3. Alves, Silvio Dutra.
I. Título.
CDD 252
3
“Ó tu, aflita, arrojada com a tormenta e desconsolada! Eis que eu assentarei as tuas pedras com argamassa colorida e te fundarei sobre safiras. Farei os teus baluartes de rubis, as tuas portas, de carbúnculos e toda a tua muralha, de pedras preciosas.” (Isaías 54:11, 12)
Quem pode duvidar que esta promessa pertence à Igreja dos Gentios, uma vez que foi tão ricamente cumprida em sua história? Por muitos anos a luz não iluminou as terras pagãs. Um ponto somente, sobre toda a terra recebeu os raios do Sol da justiça. Vastos continentes, densamente povoados, cheios de vida, agitação e empreendimento, estavam espalhados como um desperdício moral, estéril e negligenciado. Mas pouca revelação de Deus havia encontrado seu caminho entre as multidões fervilhantes da população. Para eles, a dispensação da graça de Deus não havia sido proclamada. O mistério de Cristo ainda não foi dado a conhecer aos filhos dos homens. Os israelitas tinham o monopólio dos privilégios do pacto. Mas agora nestes últimos dias, quão maravilhosamente são as mesas viradas! Os ramos da oliveira brava foram enxertados “para que os gentios sejam herdeiros do mesmo corpo e participantes da sua promessa em Cristo pelo evangelho”. Assim, o Senhor levou para Si uma numerosa
4
semente, uma vez ignorada por Israel. "Que no passado não eram um povo, mas são agora o povo de Deus: o qual não havia alcançado misericórdia, mas agora obteve misericórdia." Não segundo a linhagem da carne, mas de acordo com a mais nobre linhagem da fé, os mesmos são os filhos de Abraão e, com o fiel Abraão, eles herdam a aliança da misericórdia de Deus. Neste dia a mulher estéril mantém a casa e é a mãe alegre de muitos filhos. A Igreja gentia tem suas pedras de safira - Deus está no meio dela para fazê-la feliz! Não menos plenamente convencido de que essa promessa pertence à Igreja judaica. Entre os descendentes naturais do antigo patriarca hebreu, o Senhor preservou para Si mesmo um povo espiritual. Glória ao seu nome, ele não rejeitou o seu povo, a quem antes conheceu! Mesmo neste tempo presente há um remanescente de acordo com a eleição da graça. Da raça judaica há um certo número de discípulos que são testemunhas da verdade de Deus, regozijando-se em Cristo Jesus e adorando-O como seu Messias!
Mas o dia ainda é escuro para Israel. Nuvens grossas a cercam. O véu ainda está no coração de seus filhos. Os convertidos reunidos de suas tribos são poucos em comparação com aqueles de diferentes ramos dos gentios. Não parece que a sua taça de tristeza ainda não foi esvaziada?
5
Deus colocou os filhos de Jacó por um tempo fora de seu lugar como um castigo pelo grande pecado deles ao rejeitarem o Messias, a quem seus próprios profetas inspirados haviam predito.
Mas não duvide, amado, que o futuro deles é radiante de esperança! Chegará o dia, e esse dia poderá chegar depressa, quando a glória voltar a Sião e a excelência para Judá. A plenitude dos gentios, então, reconhecerá o Senhor quando os olhos judeus o contemplarem e reconhecerem, o Messias, Príncipe da Paz.
Bem nós podemos olhar e ansiar por aquela era feliz! Se eu ler corretamente as Escrituras, as tribos perdidas devem ser convertidas primeiro e depois reunidas, enquanto o povo distinguido entre nós como judeus deve ser restaurado à sua própria terra, e então convencido por ver o homem que eles trespassaram, entronizado com honra e majestade.
Aqui a história do mundo atinge um clímax majestoso! Uma vez com seu dia de recompensa temerosa veio nosso dia de visitação grata. Sim, a primavera do alto nos visitou! O que vem depois é desenrolado no pergaminho das dispensações? Se a expulsão deles se tornasse a reconciliação do mundo, o que recebê-los
6
novamente seria senão a vida dos mortos? Então deixe que as pessoas a quem esta grande promessa foi originalmente falada tenham todo o bem que foi guardado para elas nela!
Não pode, no entanto, este rico consolo ser aplicado a qualquer Igreja que esteja passando por um período de depressão? Todas as promessas de Deus são como ouro cunhado, de valor esterlino e destinadas à circulação. Os princípios gerais das promessas de Deus podem ser apropriados por aqueles a quem eles são destinados. Que qualquer igreja fiel de Jesus Cristo esteja passando por severa provação de perseguição e declínio, se houver uma verdadeira semelhança com Cristo nela, a tempestade e a tormenta eventualmente esgotarão sua fúria e realizarão seu fim e depois um tempo de estabelecer e edificar se seguirá.
Diz-se de algumas pessoas que eles não podem lutar batalhas perdedoras. Nenhuma tal fatalidade precisa nos assombrar. Devemos sempre manter a nossa posição, pois quando tivermos sido derrotados no conflito; temos sempre diante de nós a perspectiva de que seremos finalmente vencedores, porque nossas derrotas são permitidas para nossa disciplina sem perigo para nosso destino! “Uma tropa vencerá Gade, mas ele vencerá por último.”
7
Onde estaria a honra de uma vitória que foi conquistada sem luta? O prêmio não é mais bem-vindo quando é disputado com esforço e tensão? Não consideramos qualquer tipo de sucesso mais doce para o trabalho despendido e as dificuldades dominadas para alcançá-lo? Devemos esperar honra sem trabalho? Então, a igreja afligida, não desmaia no dia da adversidade, pois Deus colocou contra ela o dia da prosperidade, quando ela for edificada com todas as riquezas e tesouros da Sua graça e quando a sua boca estiver cheia de risos e sua língua cantando! E então você dirá: “O Senhor fez grandes coisas por nós, das quais nos regozijamos”.
Se, agora, meu texto permanece bom para a Igreja gentia e para o remanescente de Israel, e se pode servir para alegrar e encorajar as pequenas igrejas cristãs, não somente em nossa própria terra, mas em todas as regiões da terra onde Cristo é pregado, não pode ser aplicado da mesma maneira à experiência de crentes individuais? E não podemos encontrar nele um rico esboço de consolação para nós mesmos? Confiem nisso, irmãos e irmãs, nosso período de provações e sofrimentos chegará ao fim e será anulado pela providência graciosa de Deus para a promoção de nossa melhor prosperidade e nossos maiores interesses!
8
Nós podemos ser afligidos e lançados com a tempestade, mas por esta mesma causa teremos finalmente nossos fundamentos colocados em safira e nossas pedras com cores justas! Esforçar-me-ei por elaborar este único pensamento a respeito de três tipos de angústias que são conhecidas por criar uma tempestade na alma do crente.
A primeira é a grande tempestade da vida em que nos voltamos das trevas para a luz e do poder de Satanás para Deus.
A segunda, as tempestades de vida comuns nas quais diversas aflições nos acometem, e as múltiplas tentações tentam nossa fé.
E a terceira é a última tempestade, que traz consigo o naufrágio do nosso barco frágil depois de toda a sua agitação no mar da vida, a morte do corpo - então não há mais cansaço, não mais aflição - pois entraremos no paraíso de descanso e desfrutaremos de uma paz sem fim! Agora, com relação a ...
I. O AMANHECER DA NOSSA VIDA ESPIRITUAL. Não é verdade que bem perto de todo cristão nasce uma tempestade? Somos levados a Cristo através do estresse do tempo. Nós olhamos para Ele porque não temos mais
9
onde procurar abrigo. Nós nos movemos para Cristo, todos nós, como marinheiros que são lançados nas rochas com toda a nossa justiça destruída, e todas as nossas outras esperanças foram para o primeiro plano.
Aquela primeira tempestade com alguns de vocês pode ter durado muito. Por meses ou anos, isso pode ter ameaçado sua destruição. Você se lembra disso, e pensa nisso, agora que a tempestade passou, que o céu está limpo e você descansou com calma em Jesus Cristo. Você acha que perdeu alguma coisa com essa tempestade? Você não sabe que você ganhou muito? Você perdeu o que era bom para você perder! Você ganhou as próprias bênçãos que mais necessitava. Eu falo com alguém que está a esta hora no meio de tal provação? Aquele que está nos céus olha para baixo para você através desta tempestade e lhe diz: “Ó aflito, lançado com a tormenta, e não consolado! Eis que eu porei as tuas pedras com cores vivas”.
Você está aflito com um senso de pecado, o mais terrível e mais aguçado de todas as aflições. As flechas da adversidade são contundentes em comparação com as da culpa! Aflições, sem pecado para agravá-las, são como uma faca sem uma borda - elas não cortam profundamente. Mas quando há pecado para afiar a lâmina, a
10
faca corta o próprio osso. Quais são esses pecados que agora atormentam seus corações com angústia, senão os mesmos pecados que uma vez fascinaram seus corações com deleite? Sentindo que Deus está bravo com você, todo incidente ou ato de providência lhe parece um sinal de julgamento. Os terrores assombram você em todas as rajadas de vento que sopram e você procura em vão se livrar de sua atual condição de desespero! Espere, homem, mulher, não se desespere! Melhor ser acometido de dor e sofrer as angústias de uma consciência ferida, do que continuar com passos vertiginosos, canções espumantes e conversas frívolas para desfrutar dos prazeres do pecado por um tempo, e então descobrir seu erro quando for tarde demais, porque você é varrido como a palha da eira! Suas aflições, se levarem a Deus, provarão a disciplina mais saudável e as circunstâncias mais felizes que já aconteceram com você! “Ó aflito”, diz Deus, “porei as tuas pedras com cores vivas”, como se, na amargura do arrependimento, tivesses encontrado a bem-aventurança da remissão e os mais brilhantes raios de sol brilhassem sobre você justamente quando as sombras mais escuras cruzaram seu caminho e as nuvens mais pesadas pairaram sobre sua cabeça! Voe para o seu Deus, ó pecador! Apresse-se a Jesus! Olhe para o sacrifício expiatório dele! Para uma
11
consciência tão afligida como a sua, Jesus sangrou, Ele veio para amarrar os quebrantados de coração e proclamar a liberdade aos cativos como você é!
Observe a próxima palavra - “Ó aflito, lançado com a tormenta”. Isso descreve o arfar e o turbilhão de seu peito agitado? Você é jogado para lá e para cá? Uma vez que você estava à vontade, encalhou, e você se achou tão seguro quanto estava quieto. Você tinha uma esperança própria e disse em seu coração: "Nunca serei movido". Mas essa sua esperança não era uma ancoragem segura. Não te serviu em nenhum lugar quando as nuvens começaram a se reunir e os fortes ventos começaram a soprar. Então você foi lançado aqui e ali. Você tentou encontrar alguma estadia, alguma âncora, mas, infelizmente, você a procurou em vão! Você é como um navio que se tornou o brinquedo dos ventos e ondas e agora seu espírito afunda dentro de você. Você cambaleia para lá e para cá e cambaleia como um homem bêbado, e você está no seu limite. Toda a sua sabedoria é engolida. Você não pode se apossar de uma promessa! Você não pode se consolar com nenhuma providência! Você não vê os seus sinais, e mesmo assim todo esse agito e todo esse tumulto, com o perigo em que o coloca, são para o seu bem! Assim, de fato, isto será provado
12
quando você clamar ao Senhor em sua aflição e Ele lhe tirar de suas aflições, para perceber a profecia que é falada pela boca do Senhor, e dizer se ela não deve inspirá-lo com confiança, “Eu assentarei os teus alicerces em safiras.” Quando tiveres o fundamento da colocação de Deus, será, em verdade, um alicerce seguro e, sendo de safira, este alicerce é muito precioso! Não haverá mais tristeza e tristeza para você, então, senão uma satisfação santa que estava além do poder de qualquer circunstância para ser estragada! Não mais o bofetão de ondas ásperas e rupturas grosseiras os lançará para lá e para cá, mas pulmões de profunda alegria, como ondas do poderoso mar, incharão seu hino incessante em seus ouvidos! Oh, como você bendirá o Senhor, então, que Ele alguma vez expulsou você de seu refúgio de mentiras e o atraiu para um alicerce seguro sobre o qual você poderia construir, e ser edificado para a eternidade!
Você pode ser apenas agora o joguete da tempestade - ventos fortes podem irromper dentro do seu peito - paixões tempestuosas podem convulsionar sua alma! Bem, eu me lembro quando aquela mesma tempestade uivou através do meu espírito, varrendo toda a boa esperança e todo belo conceito que eu tinha amado. Antes disso, eu ficaria feliz em me
13
contentar com o mundo e com as pequenas ambições que ele defendia. Ah, eu faria, mas não consegui! A tempestade de Deus uivou através da minha alma e quanto a mim, eu era como uma pequena folha em uma brisa forte, ou como uma bola diante do redemoinho! Você está passando por tal provação? Não se renda à miséria e à loucura do desespero –
“Embora mergulhado em males
e assediado também, com cuidado,
foi traição à sua alma
que você desesperou!
Quando for pressionado por perigos
e assediado por inimigos,
Deus socorrê-lo-á oportunamente!”
Quando suas atuais emergências forem reunidas em experiências passadas, vocês olharão para elas como uma preparação para o melhor destino. Todo vestígio de sua própria justiça deve ser tirado para que Ele possa “colocar suas pedras com cores vivas, e construir suas janelas com ágata, e suas portas com carbúnculos”. Não estão ambas na
14
promessa - tanto a agitação quanto a salvação? O Senhor prometeu a ambos. Marque essa palavra prometida, como ela é usada por Paulo. “Agora Ele prometeu, dizendo: No entanto, mais uma vez eu não abalarei apenas a terra, mas também o céu.” Então observe a consequência. A remoção daquelas coisas que são abaladas abre caminho para outra coisa, a saber, aquelas coisas que não podem ser abaladas para que possam permanecer! Portanto, é que nós, que sentimos que tudo terreno está flutuando debaixo de nossos pés, somos favorecidos a receber um reino que não pode ser movido! Não deveria isto reconciliar nossos corações à provação? Não nos fará regozijar-nos com isso, se tivermos apenas fé para acreditar que isso certamente resultará em nosso bem?
A outra parte da descrição - depois de ter sido lançada com a tempestade - é "não confortada". Não há nada que você possa fazer para sair desse estreito? Não há consolo para aliviar o estresse da sua provação? Ah pobre alma! Sem dúvida você tem procurado por luz e, eis que houve escuridão! Enquanto você procura por alívio, suas mágoas foram agravadas. Você foi ao mundo e pediu simpatia por seus vizinhos ou parentes, o melhor conforto que eles poderiam oferecer-lhe, seria ferir seus sentimentos! Você já experimentou as alegrias do pecado, como se
15
fosse esquecer as flechas do todo-poderoso? Então, como as visões do julgamento vindouro devem assustá-lo! Talvez você sinta que não pode ser consolado na Terra. Então você está em um caminho justo para obter libertação, pois você será consolado pelo Deus do céu! Se sua ferida é tal que nenhum gesso do homem jamais poderia curá-la, glória seja para Deus, pois, abençoado seja o Seu nome, Ele se deleita em encontrar aqueles casos que desconcertam toda habilidade humana! Haverá visto o poder da Sua graça, e então Ele enviará a Sua Palavra e te curará!
Sua angústia extrema é um sinal para o bem - um sinal de que Deus pretende abençoá-lo! Se a sua alma se recusa a ser consolada pelo homem - se você é levado a uma posição na qual você espera somente por Deus - então de você é dito: “Eu porei suas pedras com cores justas e suas fundações com safiras”. Ele vai realizar todas as coisas para você e fazer em seu nome o que você não pode fazer por si mesmo!
Acredito que cada cristão se unirá a mim ao confessar que as relações do Senhor conosco sempre confundiram nosso próprio entendimento, até que fomos levados a ver o fim do Senhor, como Jó viu - que o Senhor está cheio. de piedade e de terna misericórdia. Nossas
16
perdas mais pesadas nos enriqueceram com nossos ganhos mais importantes. As coisas que, como aconteceram, causaram-nos o maior terror, caíram em favor dos nossos melhores interesses! E, da mesma maneira, acredito que quanto mais você sentir o fardo do pecado, a majestade da lei de Deus e as reivindicações inflexíveis da justiça divina, mais doce, depois, será a sua apreensão da culpa removida pelo sangue de Cristo, da lei cumprida por Sua obediência e justiça satisfeita por Sua fiança.
Você afundou tão baixo quanto Jonas afundou, quando ele estava no ventre do peixe, e clamou por causa de sua aflição ao Senhor, quando, como ele testifica, “da barriga do inferno eu gritei, e você ouviu a minha voz”? Então você pode purificar-se de toda a falsa confiança, como Jonas fez, dizendo: “Os que observam vaidades mentirosas abandonam sua própria misericórdia.” Então, também, com a voz de ação de graças, você pagaria seu voto como Jonas fez quando disse "A salvação é do Senhor". Tome coragem agora, ó aflitos, sacudidos pela tempestade e não consolados! Não deite leite fresco no seu cálice, murmurando contra Deus e repelindo as Suas dispensações! Em vez disso, chore poderosamente e ore fervorosamente para que o Deus que fez sua experiência concordar com o primeiro verso do texto possa
17
dar-lhe a perceber a plenitude dessa recompensa que é prometida no versículo seguinte! E assim seus suspiros serão transformados em canções. Assim cantarás com Davi: “Tu, que me mostraste grandes e terríveis aflições, me vivificarás de novo e me ressuscitarás das profundezas da terra. Tu aumentarás a minha grandeza e confortar-me-ás de todos os lados.” Dia feliz, querida alma, quando fordes libertados desta primeira tempestade! No entanto, existem –
II. OUTRAS TEMPESTADES DE VIDA QUE OS FILHOS DE DEUS TÊM QUE ENCONTRAR. Depois que encontramos Cristo, nos deparamos com muitas aflições. Somos “lançados com a tormenta e não consolados”. Parece-me que o profeta usou uma metáfora muito notável. Suponha que você tenha um lar - uma casa que lhe é cara e que é de muitas associações agradáveis. Nesta alegre morada, uma noite, vem um fogo. Você fica de pé com lágrimas nos olhos e vê tudo isso em chamas, e você assiste como se passa, quarto por quarto, sala por sala, até que todos os seus preciosos tesouros sejam consumidos. Você vai embora, senta e torce as mãos em agonia, porque tudo está queimado - nada resta. Mas com o primeiro amanhecer da manhã um anjo aparece para você e diz: "Venha comigo para o lugar onde o seu lar já foi
18
preparado". Você vai e descobre que todas as pedras que compunham a sua casa foram transformadas em joias - e toda a cal e cimento foram transmutados em cores brilhantes e lustrosas, e o pavimento e lajes tornaram-se safira! Você vai até a porta, tem joias - carbúnculos! Você olha para fora das janelas e, em vez de serem, como antes, faixas e soleiras comuns, você encontra ágatas cintilantes! Você está parecendo quase como se tivesse a lâmpada maravilhosa de Aladim, que transformou tudo. Bem, agora, penso que é apenas o pensamento deste verso. Vamos ler de novo. “Eu colocarei suas pedras com cores justas e colocarei suas fundações com safiras. E eu farei suas janelas de ágata, e suas portas de carbúnculo, e todas as suas bordas de pedras agradáveis.” “Bem”, você diz, “esse é o fato, e nenhuma fantasia ou sonho para mim, eu percebi isto. Um fogo acendeu em mim, que se enfureceu em minha alma até que reduziu a cinzas todos os bens nos quais me orgulhei. Minhas esperanças foram devastadas e fiquei desolado. Minhas noites estavam sem sono e todos os ossos do meu corpo estavam cheios de dor - isso eu provei. Então, de repente, houve em mim uma mudança maravilhosa! Minha alma teve tanta alegria - tal bênção - tamanha proximidade de Cristo - tal deleite em Sua palavra - tal elevação de um templo espiritual, muito mais rica do que todos os
19
palácios da imaginação oriental, brotando de uma fornalha de aflição como nenhuma linguagem comum descreveria.” Vamos apenas virar estas coisas, uma a uma, como elas são pintadas para nós pela língua da inspiração. Você é jogado e não consolado. Suporta pacientemente, sabendo que o bem chegará a você de uma forma muito melhor e mais rica. Observe como começa com a edificação. "Vou colocar suas pedras em cores vivas". No tempo da tribulação, não apenas obtemos a prova, mas obtemos o lucro da experiência - e esses resultados são colocados em cores justas. Você acha possível que eu relate a você todas as lições salutares que adquiri em aflição? A verdade é aprendida, assim, depois de uma maneira completamente diferente de qualquer coisa ensinada na escola dominical! Você pode depois renunciar a todo o crédito que você professou no ensino, que é meramente sobre a autoridade do professor, mas quando a aflição de Deus marca a verdade de Deus em sua alma mais íntima, então você é à prova de balas contra toda heterodoxia e não é possível que a doutrina em que você foi enraizado e fundamentado pode abandonar seu domínio sobre você! Ele encontrou uma entrada em sua alma - não é um grande meio de firmeza? Esse cimento forte prende as pedras das quais seu templo espiritual é construído e, por meio de tal experiência
20
pessoal, seu caráter se torna moldado de acordo com as verdades do evangelho. Assim, como a aflição não é enviada sem planejamento, um benefício que você deve esperar é que uma base fundamental e sólida seja trabalhada em você.
Mas, irmãos e irmãs, vocês não deixarão de notar que enquanto a Palavra do Senhor é dirigida aos aflitos, a mão do Senhor está envolvida muito particularmente em favor deles. "Vou estabelecer suas fundações com safira." Os tempos de calamidade pública tentam a nossa fundação, assim como todos os momentos de aflição privada. Quando as emoções naturais são violentamente excitadas, todas as crenças e sentimentos, todas as esperanças e aspirações às quais os homens se agarram em dias mais calmos são postas à prova. E se eles não estiverem bem e verdadeiramente fundamentados, eles podem ser facilmente mudados. Este, portanto, é um dos efeitos salutares da aflição santificada - no processo de tal disciplina, temos o fundamento de nossa fé estabelecido por uma mão divina. “Eu assentarei suas fundações.” O Senhor se aproxima de nós e trabalha em nós segundo Sua própria boa vontade soberana, transmitindo-nos a verdadeira fé e o amor ardente que são consonantes com a verdade de Deus. Então temos fundamentos duros como safira e
21
preciosos, inquebráveis, divinos! Sentimos que agora recebemos a verdade, não no mero resumo, mas em seu poder vital, sua influência moral e sua beleza espiritual, como fundamento de nossas almas e como fundamento de nossa esperança que nunca pode ser removida. Que mudança amável, também, é feita em nossa perspectiva! “Suas janelas de ágata!” Antes que eu fosse afligido, olhei através das grades do sentido carnal. Eu estava bem contente, embora as coisas desta vida e os objetos próximos à mão limitassem minha visão. Mas agora aprendi a olhar para cima e a desejar a vida futura e a terra que está longe. Agora minha alma diz: “Oh, que eu tivesse asas como uma pomba para poder voar e descansar.” E quando abro a janela para a Nova Jerusalém, eu canto –
“Breve vida é aqui nossa porção,
Tristeza e cuidado de curta duração.
A vida que não conhece o fim,
a vida sem lágrimas está aí”.
É maravilhoso como a aflição limpa as janelas da alma! Acho que a palavra “janelas” aqui pode ser muito melhor traduzida por “baluartes” ou “defesas”, como que para mostrar a maneira
22
pela qual somos fortalecidos contra a tentação e capacitados a resistir à força destrutiva dessas estranhas mudanças e ondas perigosas que são comuns a esta vida tempestuosa.
Você aprendeu, amado, a voar para a Rocha em busca de abrigo? Você veio se esconder atrás do Salvador moribundo? Você conhece a melodia do Salmo de Davi: “Bendito seja o Senhor, minha força, que ensina minhas mãos a guerrear e meus dedos a lutar, minha bondade e minha fortaleza; minha alta torre e meu libertador, meu escudo e em quem confio”. Então sua tristeza divina produziu alguns resultados felizes! Não é em vão que o seu espírito foi subjugado dentro de você! Esta é uma lição a ser adquirida na escola da adversidade pela qual somos levados a descansar no Senhor mais permanentemente do que antes - e assim provamos que Ele fez as nossas fortificações de ágata.
Ainda mais, é dito: "Eu farei suas portas de carbúnculo", como se intimasse uma comunhão mais íntima com Deus. Chegamos mais perto de Cristo, pensamos mais nEle, passamos mais tempo meditando, entendendo mais sobre Sua obra e Sua pessoa, colocamos nossos corações mais plenamente em direção a Ele e as coisas boas de Sua graça depois que a tempestade
23
passou sua fúria e o brilho claro se seguiu. Certamente, se a aflição nada mais fizesse para nós, seria um grande presente! Ela tira as portas de ferro e madeira, e nos dá portões de carbúnculo! E dizemos: “Vem, então, oh, doce aflição, assim, aproximar nosso Salvador.” De fato, estou certo de que muitos de nossos golpes e pancadas produziram um benefício permanente que deu tom a nosso caráter e derramou uma luz santificada sobre toda a nossa carreira! Encontre-me um cristão cuja conversa é cheia de sabor rico, cujo julgamento é temperado com caridade, aquele cujo zelo fervoroso é misturado com a mansidão da sabedoria, e eu vou garantir-lhe, como regra, que ele viu muita aflição!
“Os que descem ao mar em navios, que fazem negócios em grandes águas, veem as obras do Senhor e Suas maravilhas nas profundezas.”
Os médicos frequentemente recomendam uma viagem por mar a seus pacientes. Você acha que é apenas pelo ar fresco que respiram? Não, posso dizer que há mais do que isso na receita. Ele quebra os elos que ligam a pessoa à vida cotidiana. Há solidão naquela ampla extensão de águas que não admite o jornal ou os correios rompendo a quietude de suas reflexões! Seu país, seu escritório, seus amigos, sua casa estão
24
todos à distância. As comunicações que você conhece com eles estão quebradas. E não é assim com os discípulos de Cristo, quando Ele os compele a entrar em um navio e deixa um tempo para ser lançado com ondas no meio do mar? Não sentem então uma profunda solidão que muda o tom de todos os seus pensamentos? Não se preocupe com o que ele disse que foi o mais triste de todos os antigos profetas hebreus - Jeremias, em suas lamentações, dá esse testemunho - “É bom para o homem que ele tenha o jugo em sua juventude. Ele senta sozinho e fica em silêncio porque Ele o suportou.” Não há espaço para duvidar disso, amigos - a tristeza é favorável! As joias mais brilhantes de Deus tiveram o maior polimento nas rodas do lapidador. O trigo mais puro e mais limpo é o que mais foi joeirado. Crescemos na graça, sem dúvida, em nossos momentos de alegria, mas acho que é um trabalho lento. Há frutos preciosos apresentados pela lua, assim como frutos preciosos trazidos pelo sol. Dias brilhantes nos murchariam se não houvesse noites escuras para temperar nossa alegria. Somos como o plátano - a menos que tenhamos provações, nunca chegaremos à perfeição espiritual. Bem, temos motivos para ser gratos se, falando experimentalmente, pudermos dizer: “Todas as tempestades que encontramos até agora foram abençoadas para nós - todas as
25
nossas lutas e tempestades aumentaram nossa boa velocidade e todas as convulsões com que nossa casa foi abalada até agora contribuíram para que ela fosse construída com pedras colocadas em cores justas sobre uma base de safira. E agora, finalmente,
III. A MESMA QUESTÃO FELIZ, DE TODAS AS NOSSAS AFLIÇÕES, ACONTECERÁ EM GRANDE SENTIDO QUANDO VIER O ÚLTIMO FURACÃO. Então este frágil tabernáculo cambaleará e cairá! Então olhos e ouvidos e mãos e pés nos deixarão. Então, de volta à mãe terra, esta carne fraca retornará. Eu sei que a casa terrena do meu tabernáculo será dissolvida. Eu espero isso. Eu procuro por isso. A aflição pode tomar a forma de uma doença grave - o ato de jogar de um lado para o outro no meu sofá pode ser uma distração, pode ser que nenhum remédio possa aliviar minha dor ou me confortar. Mas oh, a glória que se segue! Este mesmo corpo nosso - quem dirá como será? Nós sabemos que será transformado e feito semelhante ao corpo glorioso de Cristo Jesus, nosso Senhor! Nós podemos pacientemente suportar a cruz, já que logo receberemos a coroa! Podemos placidamente descer até o túmulo, já que triunfantemente sairemos dele! Podemos alegremente nos despedir de nossos alojamentos, pois temos uma casa em
26
perspectiva onde todos os nossos parentes estarão reunidos e nosso Senhor nunca estará ausente! Irmãos e irmãs, estamos, como se estivéssemos em um navio no mar hoje, jogados com a tempestade, mas em breve estaremos em um palácio! Você observa como a figura muda, nunca é lançada de novo, nunca mais aparece em um mar tempestuoso. Como edifícios e mansões, seremos fixos e permanentes. Naquela terra de nossa herança está uma mansão com sua base de safira, com suas janelas de ágata, com seus portões de carbúnculo! Que doce surpresa para os filhos da pobreza na terra! Essas joias, uma vez que as joias estão sempre ligadas à classe ou à realeza, destinam-se a entregar as honras do mundo vindouro àqueles que são humildes e fiéis em seu chamado sagrado aqui. Você terá palácios como a extravagância oriental jamais poderia imitar! Pertence aos reis morar em palácios? Vocês serão reis e sacerdotes para Deus! Mais alguns dias de definhamento com suas esperanças e temores atormentados, suas têmporas palpitantes e pulsação febril antes que Cristo lhe peça para vir! O Mestre chama por você! Você deve obedecer a convocação! E o que vem depois? Para sempre com o Senhor!
Acho que ouço você dizer: “Amém, assim seja.” Note como três vezes, aqui, se repete: “Eu irei”,
27
“Eu irei”, “Eu irei”. Deus disse isto e Ele vai fazer isso! Acredite e regozije-se, portanto, pois não é ficção, mas um fato! Ainda um pouco e você deve deixar sua casa para uma mansão, seu trabalho será trocado por descanso, sua desonra para a glória, sua dor pelo prazer infinito! Você deve encontrar nova companhia e melhor no mundo além da luz de Deus! Embora você feche os olhos em perspectivas justas, aqui embaixo, cenas mais justas esperam por você acima. Seja consolado!
Não obstante qualquer aflição, que a última tempestade pode ocasionar-lhe, dependa disso - “morrer é lucro”. Você não perderá nada que valeria a pena manter. Você deve ganhar todos os seus “poderes de grande capacidade que desejar, mais do que sua imaginação pode pintar”. Prossiga, amado, e que a confiança de um futuro alegre faça você corajoso para enfrentar a tempestade! Que a paz esteja com você!
Ai, então, se você não está em Cristo, se você não é um filho de Deus, esta promessa se desfaz diante dos seus olhos! Você não tem parte nisso. Que Deus mude seu coração, renove sua natureza, leve você a receber a Cristo e creia nEle - então Ele lhes fará serem Seus filhos e
28
filhas e assim sua herança estará segura para todo o sempre! Amém. Isaías – 54 1 Canta alegremente, ó estéril, que não deste à luz; exulta com alegre canto e exclama, tu que não tiveste dores de parto; porque mais são os filhos da mulher solitária do que os filhos da casada, diz o SENHOR. 2 Alarga o espaço da tua tenda; estenda-se o toldo da tua habitação, e não o impeças; alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas. 3 Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; a tua posteridade possuirá as nações e fará que se povoem as cidades assoladas. 4 Não temas, porque não serás envergonhada; não te envergonhes, porque não sofrerás humilhação; pois te esquecerás da vergonha da tua mocidade e não mais te lembrarás do opróbrio da tua viuvez. 5 Porque o teu Criador é o teu marido; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; ele é chamado o Deus de toda a terra.
29
6 Porque o SENHOR te chamou como a mulher desamparada e de espírito abatido; como a mulher da mocidade, que fora repudiada, diz o teu Deus. 7 Por breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias torno a acolher-te; 8 num ímpeto de indignação, escondi de ti a minha face por um momento; mas com misericórdia eterna me compadeço de ti, diz o SENHOR, o teu Redentor. 9 Porque isto é para mim como as águas de Noé; pois jurei que as águas de Noé não mais inundariam a terra, e assim jurei que não mais me iraria contra ti, nem te repreenderia. 10 Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão removidos; mas a minha misericórdia não se apartará de ti, e a aliança da minha paz não será removida, diz o SENHOR, que se compadece de ti. 11 Ó tu, aflita, arrojada com a tormenta e desconsolada! Eis que eu assentarei as tuas pedras com argamassa colorida e te fundarei sobre safiras.
30
12 Farei os teus baluartes de rubis, as tuas portas, de carbúnculos e toda a tua muralha, de pedras preciosas. 13 Todos os teus filhos serão ensinados do SENHOR; e será grande a paz de teus filhos. 14 Serás estabelecida em justiça, longe da opressão, porque já não temerás, e também do espanto, porque não chegará a ti. 15 Eis que poderão suscitar contendas, mas não procederá de mim; quem conspira contra ti cairá diante de ti. 16 Eis que eu criei o ferreiro, que assopra as brasas no fogo e que produz a arma para o seu devido fim; também criei o assolador, para destruir. 17 Toda arma forjada contra ti não prosperará; toda língua que ousar contra ti em juízo, tu a condenarás; esta é a herança dos servos do SENHOR e o seu direito que de mim procede, diz o SENHOR.

Publicado no site: O Melhor da Web em 07/02/2019
Código do Texto: 139193
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):