Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
kuryos - Silvio Dutra
Silvio Dutra
Cadastrado desde: 29/08/2012

Texto mais recente: Consolação em Cristo



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de Silvio Dutra , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6704

 
Textos & Poesias || Evangélicas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Lutas de Consciência
11/04/2019
Autor(a): Silvio Dutra
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Lutas de Consciência


Sermão nº 336
Por Charles H. Spurgeon (1834-1892)
Traduzido, Adaptado e
Editado por Silvio Dutra
Abr/2019
2
S772
Spurgeon, Charles H.- 1834-1892
Lutas de consciência / Charles H. Spurgeon
Tradução e adaptação Silvio Dutra Alves – Rio
de Janeiro, 2019.
41p.; 14,8 x21cm
1. Teologia. 2. Pregação. 3. Alves, Silvio Dutra.
I. Título.
CDD 252
3
“Quantas são as minhas iniquidades e pecados? Faze-me conhecer a minha transgressão e o meu pecado.” (Jó 13:23)
Há muitas pessoas que anseiam ter um senso mais profundo de sua pecaminosidade e, depois, com certa demonstração de escrúpulo consciencioso, fazem uma desculpa para o exercício da fé simples. Essa doença espiritual, que mantém os pecadores em Cristo, assume uma forma diferente em momentos diferentes.
Nos dias de Lutero, o mal exato sob o qual os homens trabalhavam era isso - eles acreditavam em ser hipócritas - e assim eles supunham que deviam ter boas obras antes de confiarem em Cristo. Em nossos dias, o mal tomou outro rumo e é de uma forma extraordinária. Os homens pretendem ser hipócritas depois de uma moda bastante surpreendente; acham que devem sentir-se piores e ter uma convicção mais profunda do pecado antes de poderem confiar em Cristo. Conheço muitas centenas de pessoas que dizem que não ousam vir a Cristo, e confiam nEle com suas almas, porque não sentem sua necessidade dEle; eles não têm contrição suficiente pelos seus pecados; eles não se arrependeram tanto quanto se rebelaram! Irmãos e irmãs, é o mesmo mal, do mesmo
4
velho germe da autojustiça, mas tomou outra forma e eu acho que é uma forma mais astuta.
Satanás se enfiou em muitos corações sob o manto de um anjo de luz e sussurrou ao pecador: “O arrependimento é uma virtude necessária. Pare até que você se arrependa, e quando você tiver se mortificado o suficiente por causa do pecado, então você estará apto a vir a Cristo, e se qualificado para confiar e crer nele.”
É com esse mal mortal que eu quero lutar esta manhã. Estou convencido de que é muito mais comum do que alguns pensariam. E acho que sei o motivo de sua grande comunidade. Na era puritana, que foi notada certamente por sua pureza de doutrina, havia também uma grande quantidade de pregação experimental, e boa parte dela era sólida e saudável. Mas parte disso não era bíblico, porque tomava como padrão o que o cristão sentia, e não o que o Salvador dizia - a inferência da experiência de um crente, e não a mensagem que antecede qualquer crença. Aqueles excelentes homens, o Sr. Rogers, de Dedham, que escreveu algumas obras úteis, e o Sr. Sheppard, que escreveu The Sound Believer, e o Sr. Flavel e muitos outros dão descrições do que um pecador deve ser antes de vir a Cristo, que na verdade representa o que um santo é
5
depois que ele veio a Cristo! Esses bons irmãos tomaram sua própria experiência - o que sentiram antes de virem para a luz de Deus - como padrão do que todas as outras pessoas devem sentir antes de depositar sua confiança em Cristo e esperar misericórdia. Houve alguns em tempos puritanos que protestaram contra essa teologia, e insistiram que os pecadores deviam ser inclinados a vir a Cristo exatamente como eles eram - sem nenhuma preparação nem de sentir nem de fazer. Atualmente, há um grande número de ministros calvinistas que temem dar um convite gratuito aos pecadores. Eles sempre gaguejam o convite de Cristo assim: "Se você é um pecador sensato, pode vir". Assim como se os pecadores estúpidos não viessem! Eles dizem: “Se você sente sua necessidade de Cristo, você pode vir”. E então eles descrevem o que esse sentimento ou necessidade é, e dão uma descrição tão alta que seus ouvintes dizem: “Bem, eu nunca me senti assim”, e eles têm medo de se aventurar por falta da qualificação.
Marque o seguinte: os irmãos falam verdadeiramente em algum aspecto; eles descrevem o que um pecador sente antes de chegar, mas cometem um erro ao colocar o que um pecador sente como se isso fosse o que um pecador deveria sentir! O que o pecador sente, e o que o pecador faz, até que ele seja renovado
6
pela graça, são exatamente o oposto do que ele deveria sentir ou fazer!
Estamos sempre errados quando dizemos que a experiência de um cristão é estimada pelo que outro cristão sentiu.
Não, senhor, minha experiência deve ser medida pela Palavra de Deus! E o que o pecador deve sentir deve ser medido pelo que Cristo lhe ordena a sentir, e não pelo que outro pecador sentiu!
Comparar-nos entre nós não é sábio. Creio que existem centenas e milhares de pessoas que permanecem na dúvida e na escuridão, e se desesperam porque há uma descrição dada, e uma preparação para Cristo exigida a qual não pode ser alcançada - uma descrição que de fato não é verdadeira - porque é uma descrição do que sentem depois de terem encontrado a Cristo, e não o que devem sentir antes de chegarem a Ele.
Agora, então, com toda a minha força, venho esta manhã para derrubar todas as barreiras que impedem a alma de vir a Cristo; e, como Deus, o Espírito Santo, me ajudará a lançar o aríete da verdade de Deus contra todo muro que foi edificado, seja pela verdade doutrinária ou pela
7
verdade experimental, que afaste o pecador de Cristo, que deseja vir e para ser salvo por ele!
Tentarei dirigir-me a você na seguinte ordem esta manhã. Primeiro, um pouco por consolo; então, um pouco como maneira de instrução; então, um pouco mais sobre discriminação ou cautela; e em último lugar, algumas frases por meio de exortação.
I. Primeiro, amados, deixe-me falar com vocês que estão desejando sentir cada vez mais seus pecados, e cuja oração é a oração do texto: “Senhor, quantas são minhas iniquidades e meus pecados? Faça-me saber minha transgressão e meu pecado.”
Deixe-me tentar CONFORTAR VOCÊ. Deve dar-lhe muito consolo quando se lembra que os melhores homens fizeram esta oração que está diante de você. Quanto melhor o homem é, mais ansioso ele está para saber o pior de seu caso; quanto mais o homem se livra do pecado, e quanto mais ele vive acima de suas falhas e erros diários, mais ele clama: “Sonda-me, ó Deus, e conhece meu coração. Experimenta-me e conhece os meus pensamentos, e vê se há algum mau caminho em mim, e conduze-me no caminho eterno.”
8
Os homens maus não querem conhecer a sua maldade; é o homem bom, o homem que foi renovado pela graça, que está ansioso para descobrir qual é a sua doença, para curá-la. Não deve, portanto, ser um motivo de conforto para você, que a sua oração não é uma oração que pode vir dos lábios dos iníquos, mas uma oração que tem sido constantemente oferecida pelo mais avançado dos santos, por aqueles que mais cresceram em graça? Talvez seja essa a razão pela qual não deveria ser oferecida por você, que agora mesmo dificilmente pode esperar ser um santo; todavia, deve ser uma questão de alegria regozijante que sua oração não possa ser uma maldade, porque os “Améns” do povo de Deus, mesmo aqueles que são os pais em nosso Israel, sobem a Deus com ela.
Estou certo de que meus irmãos e irmãs idosos em Cristo, agora presentes, podem dizer por unanimidade: “Essa tem sido muitas vezes a minha oração: “Senhor, deixe-me conhecer minhas iniquidades e meus pecados; ensina-me quão vil sou e conduz-me diariamente a Cristo Jesus, para que os meus pecados sejam repelidos.“ ”Deixe que essa reflexão também o console - você nunca orou assim anos atrás quando era um pecador descuidado. Foi a última coisa que você pensaria em pedir! Você não queria conhecer sua culpa. Não, você encontrou
9
prazer na maldade. O pecado era um doce para você; e você só queria ser deixado sozinho, para que pudesse rolá-lo sob sua língua. Se alguém lhe dissesse do seu mal, preferiria que o deixassem sozinho. "Ah", você disse, "que assunto é seu? Sem dúvida, cometo alguns erros, e estou um pouco mal, mas não preciso que me digam isso.”
Ora, a última meditação que você jamais pensaria em entreter teria sido uma meditação sobre sua própria pecaminosidade! Quando a consciência falou, você disse: “Deite-se, senhor, fique quieto!” Quando a Palavra de Deus chegou em casa, afiada para você, você tentou diminuir sua vantagem - você não queria sentir isso.
Agora, não deveria ser algum consolo que você tenha tido uma mudança tão graciosa em você que agora está ansioso pelo sentimento que uma vez não poderia suportar? Certamente, o Senhor deve ter começado uma boa obra em você, pois não teria tais desejos como estes, a menos que Ele tivesse colocado as mãos no arado e tivesse começado a arar o solo estéril, seco e duro de seu coração!
Ainda mais, há outra razão pela qual você deve se consolar; é muito provável que você já sinta sua culpa, e o que está pedindo, você já realizou
10
em medida. Muitas vezes acontece que um homem tem a graça que ele procura, e não sabe que ele a tem, porque comete um erro sobre o que ele deve sentir quando tem a bênção - ele já tem a bênção que ele pede a Deus dê a ele. Deixe-me colocar em outra forma. Se você está arrependido porque você não pode se arrepender o suficiente por causa do pecado, ora, você já está arrependido! Se você se aflige porque não pode se lamentar o suficiente, você já se aflige! Se é uma causa de arrependimento para você, que seu coração é muito duro, e que você não pode se arrepender, então você se arrepende!
Meu querido leitor, permita-me assegurar-lhe, para seu conforto, que quando você se ajoelhar e disser: “Senhor, eu gemo diante de Ti, porque não posso gemer; Eu não consigo sentir! Senhor, ajuda-me a sentir, que você já sente e tem o arrependimento que está pedindo! Pelo menos você tem o primeiro grau disso. Você tem a semente de mostarda do arrependimento em um grão minúsculo. Deixe sozinho, vai crescer! Regue com oração e se tornará uma árvore.
A graça que você está pedindo a Deus está falando em sua própria oração! É o arrependimento que pede a Deus que eu me
11
arrependa mais; é um coração partido que pede a Deus para quebrá-lo. Esse não é um coração duro que diz: “Senhor, eu tenho um coração duro - amolece meu coração”. Já é um coração quebrantado!
Não é uma alma morta aquela que diz: "Senhor, eu estou morto, vivifica-me". Por que, você é vivificado! Aquele homem não é duro, que diz: "Senhor, eu sou duro, faz-me falar". Por que, ele já fala! E aquele homem que diz: "Senhor eu não posso sentir", porque, ele já se sente! Ele já é um pecador sensato - de modo que ele é apenas o homem que Cristo chama para Si.
Essa sua experiência, que você acha que é exatamente o oposto do que deveria ser, é exatamente o que deveria ser! Oh, seja consolado a esse respeito. Mas não fique sentado nela; ser consolado o suficiente para fazer você correr para Jesus agora - assim como você é! Eu tomo você, pecador, para ser apenas o homem que o ministro está sempre buscando.
Quando dizemos que Cristo veio para que possa haver bebida dada à sede, você é justamente o homem a que estamos nos dirigindo - você está com sede. "Não", você diz: "Eu não sinto que estou com sede, eu só desejo que eu sinta." Por que, esse desejo de sentir sede é a sua sede!
12
Você é exatamente o homem. Você está muito mais próximo do caráter do que se dissesse: “Eu tenho sede; eu tenho a qualificação.” Então, eu temeria por você não ter conseguido. Mas, porque você acha que não tem, é a prova mais clara de que você tem essa qualificação, se de fato houver uma qualificação. Quando eu digo: “Vinde a Cristo, todos os que estais cansados e sobrecarregados.” E você diz: “Oh, não me sinto sobrecarregado o bastante”, ora, você é o homem a que o texto se aplica! E quando eu digo: "Quem quiser, deixe-o vir", e você diz: "Eu gostaria de estar mais disposto, eu vou estar disposto", porque, você é o homem! É apenas uma das objeções de Satanás - um pouco da lógica infernal do inferno para afastar você de Cristo. Seja páreo para Satanás, agora, desta vez, e diga: “Você é um demônio mentiroso; você me diz que eu não sinto minha necessidade de um Salvador o suficiente. Eu sei que sinto minha necessidade! E, na medida em que anseio por senti-lo, sinto-o. Cristo me pede que venha a Ele e eu irei - agora, esta manhã! Eu confiarei em minha alma, assim como é, nas mãos daquele cujo corpo estava pendurado no madeiro. Afunde ou nade, aqui estou descansando sobre Ele e me apegando a Ele como a rocha da minha salvação”. Tome, então, estas palavras de conforto.
13
II. Agora devo ir para o segundo ponto e dar algumas palavras de INSTRUÇÃO. E assim, meu leitor, você ansiosamente deseja saber quantas iniquidades e pecados você tem; e sua oração é: “Senhor, faz-me conhecer minhas transgressões e meus pecados”. Deixe-me instruí-lo, então, sobre como Deus responderá às suas orações. Deus tem mais de uma maneira de responder à mesma oração; e embora os caminhos sejam diversos, todos eles são igualmente úteis e eficazes. Às vezes acontece que Deus responde a essa oração permitindo que um homem caia em mais e mais pecados grosseiros.
Em nossa última reunião da igreja, um irmão, ao falar da sua experiência de como foi trazido a Deus, disse que não podia sentir sua culpa, seu coração estava muito duro - até que aconteceu um dia que ele foi tentado a proferir uma mentira, e tão logo ele a pronunciou, ele sentiu que criatura desprezível ele era para mentir para outro. De modo que aquele pecado levou-o a ver a falsidade e astúcia de seu próprio coração; e daquele dia em diante, ele nunca teve que se queixar de que não sentia sua culpa o suficiente, mas, ao contrário, sentia-se culpado demais para vir a Cristo!
14
Eu acredito que muitos homens que foram educados moralmente, que foram treinados de tal forma que eles nunca caíram em pecado grosseiro, acham muito difícil dizer, “Senhor, eu sinto que sou um pecador”. Ele sabe ele é um pecador e ele sabe disso de fato, mas ele não pode sentir isso completamente.
E conheço homens que muitas vezes invejaram a prostituta e o bêbado, porque dizem: “Se eu fosse como eles, sentiria mais amargamente o meu pecado e sentiria que era um daqueles a quem Jesus veio salvar”. Pode ser, embora eu possa esperar que não seja assim, que Deus permita que você caia em pecado. Deus conceda isto nunca pode ser assim, mas se você já deveria, você então terá razão para dizer: “Senhor, eu sou vil. Agora meus olhos te veem. Eu me abomino em pó e cinzas, por causa disso, o meu grande pecado.” Ou possivelmente, você não pode realmente cair em pecado, mas ser levado para a beira do mesmo. Você já conheceu que de repente foi tomado por alguma tentação ardente, para sentir como se a mão forte de Satanás tivesse agarrado você pelos lombos e estivesse lhe puxando, e você não sabia onde, nem por que, nem como - mas contra a sua vontade, até a beira do precipício de algum pecado tremendo, e você continuou, até que, de repente, assim como você estava prestes a
15
mergulhar no pecado, seus olhos se abriram e você disse: "Grande Deus, como eu cheguei aqui - eu, que odeio essa iniquidade? - Eu, quem abomina isso? - E, no entanto, meus pés quase haviam resvalado, meus passos haviam quase escorregado." Então, no recuo, você diz: "Grande Deus, sustenta-me, pois se não me seguras, eu caio, de fato.” Então você descobre que há pecado inato em seu coração, faltando apenas a oportunidade de saltar; que a sua alma é como um barril de pólvora, precisando apenas da centelha, e virá uma terrível catástrofe! Então você percebe que está cheio de pecado, sombrio com iniquidade e más intenções, e que só precisa de oportunidade e forte tentação para destruir você, corpo e alma, para sempre! Às vezes acontece que é assim que Deus responde a essa oração.
Um segundo método pelo qual o Senhor responde essa oração é abrindo os olhos da alma; não tanto pela Providência como pelo misterioso arbítrio do Espírito Santo. Deixe-me dizer-lhe, meu ouvinte, se você deve ter seus olhos abertos para ver sua culpa, você vai achar que é a visão mais terrível que você já viu! Eu tive tanta experiência disso quanto qualquer homem entre vocês. Durante cinco anos, quando criança, não havia nada diante de meus olhos a não ser minha culpa; e embora eu não
16
hesite em dizer que aqueles que observaram a minha vida não teriam visto nenhum pecado extraordinário, ainda assim, enquanto eu olhava para mim, não havia um dia em que eu não cometesse tais pecados grosseiros, tão ultrajantes contra Deus, que muitas vezes e sempre desejei nunca ter nascido! Eu conheço a experiência de John Bunyan quando ele disse que gostaria de ter sido um sapo, ao invés de um homem, tão culpado que ele se sentia. Você sabe como é com vocês mesmos. É como quando uma dona de casa limpa seu quarto, ela olha e não há poeira; o ar está claro e toda a mobília dela está brilhando. Mas há uma brecha na janela e um raio de sol permite que veja a dança da poeira para cima e para baixo, milhares de grãos, e é o mesmo em todo o quarto, mas ela só pode ver onde o raio de sol brilha. É assim também conosco; Deus envia um raio de Sua luz para o coração, e então vemos quão vil e cheio de iniquidade é!
Confio, meu ouvinte, que sua oração não pode ser respondida como no meu caso, por terrível convicção, sonhos terríveis, noites de miséria e dias de dor!
Você está orando uma tremenda oração quando pede a Deus que lhe mostre sua maldade! É melhor que você modifique sua oração e
17
coloque-a assim: “Senhor, deixe-me saber o suficiente da minha iniquidade para me levar a Cristo; não tanto quanto para me afastar dEle; não tanto quanto para me levar para o desespero; mas apenas o suficiente para me divorciar de toda confiança em mim mesmo e para ser levado a confiar somente em Cristo”.]
Caso contrário, como Moisés, você pode ser compelido a gritar em um acesso de agonia: “Ó Senhor, mata-me, eu te rogo, se eu não tiver encontrado favor à sua vista e não me deixar ver a minha miséria!”
Ainda assim, no entanto, a questão prática se repete, e você me pergunta novamente: “Diga-me como posso sentir a necessidade do meu Salvador. O primeiro conselho que lhe dou é este - particularize seus pecados. Não diga: "Eu sou um pecador"; não significa nada - todo mundo diz isso - mas diga: "Eu sou mentiroso? Eu sou um ladrão? Eu sou um bêbado? Eu tive pensamentos indecentes? Eu cometi atos impuros? Eu tenho em minha alma muitas vezes se rebelado contra Deus? Estou muitas vezes com raiva sem causa? Eu tenho um mau humor? Eu sou ambicioso? Eu amo este mundo mais do que o mundo por vir? Eu negligencio a oração? Eu negligencio a grande salvação?” Coloque as perguntas nos pontos separados, e
18
você logo se condenará muito mais prontamente do que tomando-se no todo como sendo um pecador.
Ouvi falar de um velho monge hipócrita que costumava lamentar-se, enquanto chicoteava as costas o mais suavemente que podia: “Senhor, sou um grande pecador; um pecador tão grande quanto Judas”. E quando alguém dizia: “Sim, você é como Judas, um velho vil hipócrita”, então ele dizia: “Não, eu não sou!” Então ele iria dizer novamente: “Eu sou um grande pecador.” Alguém diria: “Você é um grande pecador, você quebrou o primeiro mandamento.” E então ele dizia: “Não, eu não quebrei!” Então, quando ele iria dizer novamente "Eu sou um grande pecador", alguém diria: "Sim, você quebrou o segundo mandamento", e ele diria: "Não, eu não tenho quebrado". E o mesmo com o terceiro e o quarto, e assim por diante! Então aconteceu que ele guardou todos os dez de acordo com sua própria conta, e mesmo assim ele continuou chorando, dizendo que ele era um grande pecador! O homem era um hipócrita, pois se ele não tivesse quebrado os mandamentos, como poderia ser um pecador? Você achará melhor não insistir em seus pecados na massa, mas escrevê-los, contá-los e examiná-los individualmente, um por um.
19
Então deixe-me aconselhá-lo a que também ouça um ministério pessoal. Não se sente onde o pregador prega para você no plural, mas onde ele lida com você como um homem sozinho. Procure um pregador como Rowland Hill, de quem se diz que se você se sentasse no banco de trás da galeria, sempre teve a noção de que o sr. Hill se referia a você. Ou, se você se sentasse na porta onde ele não pudesse vê-lo, ainda assim você estava bastante convencido de que ele deveria saber que você estava lá, e que ele estava pregando diretamente para você! Eu me pergunto se os homens poderiam sentir seus pecados sob alguns ministros - ministros gentis, intelectuais, respeitáveis, que nunca falam com seus ouvintes como se fizessem algo errado? Digo a esses senhores o que Hugh Latimer disse sobre muitos ministros da época, que eles são mais aptos a dançar uma dança de Morris do que a lidar com as almas dos homens! Eu acredito que há alguns neste dia mais aptos a ministrar palestras inteligentes, e trazer coisas agradáveis para acalmar mentes carnais, do que pregar a Palavra de Deus aos pecadores! Precisamos dos gostos de João Batista de volta, e Boanerges; precisamos de homens como Baxter para pregar - “Como se não pudessem pregar de novo, Como homens morrendo para homens morrendo!” Precisamos de homens como John Berridge, que tiraram o veludo de suas bocas
20
anos atrás, e não podem falar palavras bonitas - homens que batem com força, que puxam o arco e puxam a flecha até a própria cabeça, e enviam-na para casa, mirando mortalmente o coração e a consciência dos homens, arando profundamente, atacando as paixões privadas e os pecados abertos - não generalizando, mas particularizando; não pregando aos homens na massa, mas aos homens nos detalhes - não à turba e à multidão, mas a cada homem separadamente e individualmente! Não fique ofendido com o pastor se ele chegar em casa muito perto de você - lembre-se de que esse é o dever dele! E se o chicote for ao seu redor e te doer, agradeça a Deus por isso, fique feliz com isso! Deixe-me, se eu me sentar sob um ministério; sentar-me sob um homem que às vezes usa a faca comigo; um homem que não me poupará; um homem que não me lisonjeie. Se deveria haver lisonja em qualquer lugar, não seja de modo algum, no púlpito! Aquele que lida com as almas dos homens deve lidar com eles de forma muito clara! O púlpito não é o lugar para palavras bonitas, quando temos que lidar com as solenidades da eternidade. Aceite então esse conselho e ouça um ministério pessoal que abate em casa.
Além disso, se você deve conhecer seus pecados, estude muito a lei de Deus. Que o
21
capítulo 20 do Êxodo esteja sempre diante de seus olhos, e leve consigo como um comentário, o sermão de Cristo e a fala de Cristo quando ele disse: “Aquele que olha para uma mulher a cobiçar, já cometeu adultério com ela em seu coração.” Entenda que os mandamentos de Deus significam não apenas o que eles dizem em palavras, mas que eles tocam o pensamento, o coração e a imaginação. Pense na sentença de Davi: “Seus mandamentos são excessivamente amplos”. E assim, creio, você logo descobrirá a odiosidade de seu pecado e a negritude de sua culpa. E se você souber ainda mais, gaste um pouco de tempo em contemplar o fim fatal do seu pecado, se você morrer impenitente. Atreva-se a olhar para baixo para o fogo que deve ser seu destino eterno, a menos que Jesus Cristo lhe salve! Seja sábio, pecador, e veja a colheita que você certamente colherá se semear o joio. Às vezes, deixe que estas palavras soem em seus ouvidos: “Estes irão para o castigo eterno”. Abra seus ouvidos e ouça o final deste texto: “Onde há choro e pranto e ranger de dentes”. Deixe uma passagem como esta ser mastigada em sua alma: “Os ímpios serão lançados no inferno com todas as nações que se esquecem de Deus”. Esses pensamentos solenes podem ajudá-lo. Livros como o Alarme de Allaine, O Chamado de Babel para os não convertidos, Ascensão e Progresso de Doddridge podem ter um bom
22
efeito em sua mente, ajudando-o a ver a grandeza de sua culpa - fazendo você meditar na grandeza de sua punição!
Mas se você deve ter uma maneira melhor e mais eficaz, ainda assim, dou-lhe um outro conselho: gaste muito do seu tempo pensando nas agonias de Cristo. A culpa do seu pecado nunca é tão claramente vista em qualquer lugar como no fato de ter matado o Salvador. Pense no que é uma coisa má que deve custar a vida de Cristo, a fim de salvá-lo. Considere, digo, pobre alma, quão negra deve ser aquela vileza que só poderia ser lavada com Seu precioso sangue; quão graves eram as ofensas que não podiam ser expiadas a menos que Seu corpo fosse pregado na cruz, Seu lado traspassado, e a menos que morresse com febre e sede, clamando: "Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?" Contemple o jardim ao pé do Monte das Oliveiras, e veja o Salvador em Seu suor sangrento! Vá ao salão de Pilatos e veja-o em suas vergonhosas acusações! Vá até o salão da Guarda Pretoriana de Herodes e veja como os homens poderosos puseram a Cristo em nada! E vá então, por último, ao Calvário, e veja aquele espetáculo de desgraça - e se estes não mostrarem a negritude do seu pecado, então nada pode! Se a morte de Cristo não ensina sua necessidade de um Salvador, então que remédio
23
permanece para um coração tão duro, para uma alma tão cega como a sua? Assim lhe dei palavras de instrução. Não as esqueça; coloque-as em prática. Não sejam apenas ouvintes , mas cumpridores da Palavra!
III. E agora, muito resumidamente, algumas frases por meio de DISCRIMINAÇÃO. Você está desejando, meu leitor, conhecer sua grande culpa e sentir sua necessidade de Jesus. Tome cuidado para discriminar entre a obra do Espírito e a obra do diabo. É o trabalho do Espírito fazer com que você se sinta um pecador, mas nunca foi o trabalho dEle fazer você sentir que Cristo poderia lhe esquecer! É o trabalho do Espírito fazer com que você se arrependa do pecado - mas não é obra do Espírito fazer com que você se desespere com o perdão! Esse é o trabalho do diabo. Você sabe que Satanás sempre trabalha tentando falsificar a obra do Espírito. Ele fez isso na terra do Egito. Moisés estendeu a vara e transformou todas as águas em sangue; lá vieram Janes e Jambres, e com sua astúcia e habilidade, eles trouxeram uma grande porção de água e a transformaram em sangue. Então, Moisés enche a terra de rãs - os feiticeiros desonestos têm um espaço livre, e os enchem de sapos - e assim se opuseram à obra de Deus fingindo fazer o mesmo trabalho. Assim o diabo fará com você. “Ah”, diz Deus, o Espírito
24
Santo, “pecador, você não pode salvar a si mesmo”. “Ah”, diz Satanás, “e Ele também não pode salvar você”. “Ah”, diz Deus, o Espírito Santo “você tem um coração duro. Só Cristo pode amolecer isto.” “Ah”, diz o diabo, “mas Ele não amolecerá isto a menos que você amoleça primeiro.” “Ah”, diz Deus o Espírito, “você não tem qualificações; você está nu, arruinado e desfeito”. “Sim”, diz o diabo, “não adianta confiar em Cristo, porque você não tem nada de bom em você e não pode esperar ser salvo.” “Ah”, diz Deus o Espírito, “você não sente o seu pecado; é difícil para você se arrepender, por causa de sua dureza.” “Ah”, diz o diabo, “e porque você é tão duro de coração, Cristo não pode salvá-lo”. Agora aprenda a distinguir entre um e outro. Quando um pobre penitente às vezes pensa em se destruir, você acha que é o trabalho do Espírito? É o trabalho do diabo; “Ele foi homicida desde o princípio”. ”Um pecador diz:“ Eu sou tão culpado, tenho certeza de que nunca poderei ser perdoado”. Esse é o ensinamento do Espírito - essa mentira? Oh, isso vem do pai das mentiras! Preste atenção, sempre que você ler uma biografia como a de Grace Abounding, de John Bunyan, enquanto você lê, diga: “Essa é a obra do Espírito, Senhor, envie-me isso” - “Essa é a obra do diabo, Senhor, me livre disso”. Não desejes ter o diabo rasgando sua alma em pedaços; quanto menos você tiver
25
a ver com ele, melhor, e se o Espírito Santo tirar Satanás de você, abençoe-O por isso. Não espere para ter os terrores e horrores que alguns têm, mas venha a Cristo como você é! Você não precisa daqueles terrores e horrores, eles são de pouca utilidade.
Deixe-me lembrá-lo de outra coisa. Peço-lhe que não se familiarize com os seus pecados, a fim de esperá-los todos, porque não pode enumerá-los com a aritmética do pobre homem! Young, em seus Night Thoughts, diz: “Deus se esconde de todos os olhos, exceto os seus, aquela visão desesperada - um coração humano”. Se você soubesse apenas a décima parte de quão ruim você foi, você ficaria louco! Você que tem sido o mais moral, o mais excelente em caráter, se todos os pecados passados do seu coração pudessem estar diante de você em suas cores negras, e você pudesse vê-los em sua verdadeira luz, você estaria no inferno, pois de fato é o inferno descobrir a pecaminosidade do pecado! Você quer dizer que ficaria de joelhos e pediria a Deus para mandá-lo para o inferno ou enlouquecê-lo? Não seja tão tolo - diga: “Senhor, deixe-me saber a minha culpa o suficiente para me levar a Cristo; mas não satisfaça minha curiosidade deixando-me saber mais. Não, dê-me o suficiente para me fazer sentir que devo confiar em Cristo, ou então me perder, e por
26
Tua graça, ficarei contente se Tu me deres isso, embora Tu me negues mais.”
Mais uma vez, meus queridos leitores escutem esta próxima oração, pois é muito importante. Tome cuidado para não tentar tirar a justiça de seus sentimentos. Se você diz: “Eu não posso ir a Cristo até sentir minha necessidade dEle” - isso é um legalismo claro! Você está completamente errado, porque Cristo não quer que você sinta sua necessidade para se preparar para Ele. Ele não quer preparação, e qualquer coisa que você pensa ser a preparação é um erro! Você deve vir como você é hoje - como você é agora - não como você será, mas agora, como você é agora! Eu não digo a você: "Vá para casa e busque a Deus em oração". Eu digo: "Venha a Cristo agora, neste exato momento". Você nunca estará em um estado melhor do que está agora, pois você nunca esteve em um estado pior, e esse é o estado mais apto para vir a Cristo! Aquele que está muito doente está no estado certo para ter um médico; aquele que é imundo e sujo está no estado certo para ser lavado; aquele que está nu está apenas no estado certo para se vestir - esse é o seu caso! Mas você diz: “Eu não sinto minha necessidade”. Você não estar sentindo isso, prova que você tem a necessidade maior! Você não pode confiar em seus sentimentos, você diz, porque você não tem nenhum. Por que, se Deus
27
ouvisse suas orações e fizesse com que sentisse sua necessidade, você começaria a confiar em seus sentimentos e seria levado a dizer: “Confio em Cristo porque sinto minha necessidade”. Isso seria dizer: “Eu confiei em mim mesmo.” Todas essas coisas são apenas papéis disfarçados! Toda esta pregação aos pecadores, que eles devem sentir isto, e sentir antes que eles confiem em Jesus, é justamente a justiça própria em outra forma!
Sei que nossos irmãos e irmãs calvinistas não vão gostar desse sermão - não posso evitar - porque não hesito em dizer que o farisaísmo está mais misturado com o hiper-calvinismo do que com qualquer outra seita no mundo! E eu declaro solenemente que esta pregação ao preconceito e sentimentos do que eles chamam, pecadores sensíveis, é nada mais do que autojustiça tomando uma forma mais astuta, pois está dizendo ao pecador que ele deve ser algo antes que ele venha para Cristo; enquanto o evangelho é pregado não a pecadores sensatos, ou pecadores com qualquer outro adjetivo de qualificação, mas a pecadores como pecadores, a pecadores como eles são! Não é para pecadores como pecadores arrependidos, mas para pecadores como pecadores, seja seu estado, e seus sentimentos, sejam eles quais forem!
28
Oh, pecadores, a porta da misericórdia está aberta para você esta manhã! Não deixe que Satanás a empurre de volta dizendo: “Você não está em forma”. Você está em forma! Quer dizer, você tem toda a aptidão que Cristo requer, e isso não é de forma alguma! Venha a ele como você é.
“Oh”, diz alguém, “mas você conhece esse hino de Hart? - “Toda a aptidão que Ele requer é sentir sua necessidade dEle,” eu não consigo entender isso.” Deixe-me aconselhá-lo, então, para nunca citar parte de um hino, ou parte de um texto - cite tudo! - “Toda a aptidão que Ele requer é sentir sua necessidade dEle - Isto Ele te dá, é o raio ascendente de Seu Espírito!” Venha e peça a Ele para dar a você e acredite que Ele vai lhe dar! Acredite que meu Mestre deseja salvá-lo - confie nele, aja de acordo com essa crença, pecador, e você será salvo, ou então eu estarei perdido com você! Faça, senão acreditar que meu Mestre tem um coração amoroso, e que Ele é capaz de perdoar, e que Ele tem um braço poderoso e é capaz de libertá-lo; faça a honra agora de não medir seu trigo com seu alqueire; “Porque os seus caminhos não são os teus caminhos, nem os pensamentos dele são os teus pensamentos.” “Tão alto quanto o céu está acima da terra, assim elevados são os seus caminhos acima dos teus caminhos e os seus
29
pensamentos acima dos teus pensamentos”. “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo.” Pecador, se você crer e não for salvo, porque a Palavra de Deus é uma mentira, e Deus não é verdadeiro! E você já sonhou que esse seria o caso? Não, pecador - aproxime-se agora com a proclamação desse evangelho e diga:
“Eu vou para o gracioso rei me aproximar,
Cujo cetro dá misericórdia;
Talvez Ele possa comandar meu toque,
E então as vidas suplicantes!
Talvez ele admita meu pedido,
talvez escute minha oração;
Mas se eu perecer, vou orar,
e perecer apenas lá.”
Você não pode perecer confiando em Cristo! Embora você não tenha boas obras e ser sem bons sentimentos, ainda assim, se seus braços estiverem ao redor da cruz, e se o sangue for aspergido em sua testa, quando o anjo destruidor passar pelo mundo, Ele passará você por alto! Assim está escrito: “Quando eu vejo o
30
sangue, eu vou passar por você” – e não, “Quando eu vejo seus sentimentos sobre o sangue” - mas “Quando eu vejo sua fé no sangue”. “Eu vejo o sangue, eu vou passar por você.”
Aprenda a discriminar entre um senso de pecado que te humilharia, e um senso de pecado que só o faria orgulhoso. Quando você chegou a dizer: "Eu senti meu pecado o suficiente e, portanto, estou apto a vir a Cristo", não é nada, senão o orgulho vestido com o traje de humildade!
Deixe-me dizer mais uma coisa antes de eu ter concluído com você neste ponto. Qualquer coisa que lhe afaste de Cristo é pecado - qualquer pensamento que você tenha que o impede de confiar em Cristo hoje é um pensamento pecaminoso - e cada hora que você continua como você é, um incrédulo em Cristo, a ira de Deus habita em você!
Agora, por que você deveria estar pedindo por algo que pode ajudar a mantê-lo longe de Cristo por mais tempo? Você sabe agora que você não tem nada de bom em você; por que não confiar em Cristo para tudo?
31
Mas você diz: "Eu devo antes de tudo, sentir mais.” Pobre alma, se você se sentisse mais agudamente, acharia mais difícil confiar em Cristo! Eu orei a Deus para que Ele me mostrasse minha culpa - eu pensava como Ele me responderia! Por que eu era tão idiota que não iria a Cristo a menos que o diabo me arrastasse até lá! Eu disse: “Cristo não pode ter morrido por mim, porque eu não me senti miserável o suficiente.” Deus me ouviu e, acredite em mim, eu nunca mais vou orar essa oração; pois quando comecei a sentir minha culpa, então eu disse: "Sou muito mau para ser salvo", e descobri que a única coisa que eu estava pedindo era uma maldição sobre mim e não uma bênção! Então, se você sentir o que pede para sentir, pode ser a causa da sua condenação! Seja sábio, portanto, e ouça a voz do meu Mestre; ficai não para ajuntar o sabão do lavandeiro, e os refinadores que disparam, mas vem, e lave-se agora no Jordão, e fique limpo. Venha e não pare até que seu coração esteja voltado para cima com o arado e sua alma cortada com o machado! Venha como você é para ele agora! O que? Você não virá a Cristo, quando Ele disse: “Quem quiser venha e beba de graça a água da vida”? Você não vai confiar nele quando Ele olha para baixo e sorri para você e diz: "Confie em mim, eu nunca vou lhe enganar"? O que? Você não pode dizer a Ele: “Mestre, sou muito culpado, mas
32
você disse: “Venha agora e arrazoemos juntos, embora seus pecados sejam tão escarlates, eles serão tão brancos quanto a neve, embora sejam vermelhos como o carmesim serão como lã“? Senhor, esta misericórdia é muito grande, mas eu acredito nisso! Eu te tomo na tua Palavra. Tu disseste: Voltem filhos, e perdoarei as suas iniquidades. Senhor, venho a ti; eu não sei como é que você pode perdoar tal pessoa como eu sou, mas eu acredito que você não pode mentir, e nessa promessa eu descanso minha alma! Eu sei que você disse: “Todo tipo de pecado e blasfêmia será perdoado aos homens.” Senhor, eu não consigo entender como pode haver poder no sangue para lavar todos os tipos de blasfêmia, mas você disse isso, e eu acredito nisto. É o seu negócio fazer a sua própria palavra verdadeira, não meu, e você tem dito: "Quem quiser, deixe-o vir." Senhor, eu não sou digno, mas eu quero vir, ou se eu não quero, mas eu vou. Por isso, eu virei, assim como eu sou; sei que não tenho bom senso em recomendar-me a você, mas então você não deixará faltar bons sentimentos em mim; você vai me dar tudo que eu preciso.
Oh meus queridos leitores, me sinto tão feliz por ter um evangelho como este para pregar para você! Se você não recebeu, eu oro a Deus que o Espírito Santo mande para você. É tão simples que os homens não podem acreditar que é
33
verdade! Se eu dissesse que você tirasse seus sapatos e corresse daqui para York, e você seria salvo, por que você faria isso imediatamente e a estrada para York estaria lotada! Mas quando nada mais é do que as palavras que quebram a alma, “Acredite e viva”, é fácil demais para os seus corações orgulhosos fazerem! Se eu lhe dissesse para ir e ganhar mil libras, e dotar uma igreja com ela, e você seria salvo, você acharia o preço muito barato! Mas quando eu digo: "Confie em Cristo e seja salvo" você não pode fazer isso - é simples demais! Ah, a loucura do coração humano! Pecado estranho e assombroso - quando Deus faz o caminho claro, os homens não correrão nele por essa mesma razão; e quando ele abre a porta, essa é a razão pela qual eles não entrarão! Eles dizem que se a porta estivesse entreaberta e eles tivessem que empurrá-la, eles entrariam. Deus tornou o evangelho muito claro e simples demais para se adequar aos corações orgulhosos - que Deus suavize os corações orgulhosos e faça com que você receba o evangelho do Salvador!
IV. Agora chego ao meu último ponto, sobre o qual já toquei e que é por meio de EXORTAÇÃO. Pobre pecador, sete anos atrás você estava dizendo exatamente o que está dizendo agora, e quando mais sete anos tiverem chegado, você estará dizendo exatamente o mesmo! Sete anos
34
atrás, você disse: "Eu confiaria em Cristo, mas não sinto como deveria." Você se sente melhor agora? E quando outros sete anos chegarem, você se sentirá como agora. Você dirá: "Eu viria, mas não me sinto bem - não sinto a minha necessidade o suficiente". Sim, e isso continuará acontecendo. para sempre, até que você desça ao abismo do inferno, dizendo: "Eu não sinto minha necessidade o bastante", e então a mentira será detectada, e você dirá: "Isso nunca foi dito na Palavra de Deus". “Eu poderia vir a Cristo quando sentisse minha necessidade o suficiente”; mas dizia: "Quem quiser, deixe-o vir." Eu não viria como eu era; por isso sou justamente lançado fora. ”Ouça-me, pecador, quando eu digo que você venha a Jesus como você é, e lhe dê estas razões! Em primeiro lugar, é um pecado muito grande não sentir sua culpa e não lamentá-la, mas é um dos pecados que Jesus Cristo expiou na cruz! Quando o Seu coração foi perfurado, Ele pagou o preço do resgate pelo seu coração endurecido!
Oh, pecador, se Cristo tivesse morrido apenas para que pudéssemos ser perdoados de outros pecados, exceto nossos corações duros, nós nunca iríamos para o céu, pois nós o temos, todos nós, Mesmo nós que cremos, cometemos aquele grande pecado de sermos impenitentes diante dEle! Se Ele não tivesse morrido para
35
lavar esse pecado, assim como todos os outros pecados, onde deveríamos estar? O fato de que você não pode chorar, nem sentir tristeza como você desejaria, é uma adição à sua culpa! Mas Cristo não te lavou desse pecado, por mais negro que seja? Venha a Ele - Ele é capaz de te salvar, até mesmo disto!
Ainda, venha a Jesus porque é somente Ele quem pode dar-lhe o coração pelo qual você procura. Se os homens não viessem a Cristo até que sentissem como deveriam, jamais viriam!
Confessarei livremente que, se nunca tivesse confiado em Cristo até sentir que poderia confiar nele, jamais poderia confiar nele. e não podia confiar nele agora; pois há momentos comigo quando depois de eu ter pregado o evangelho como com toda a sinceridade que pude, voltei ao meu próprio quarto, e meu coração estava morto, imundo, jazendo como um tronco dentro do meu espírito, e pensei então, se eu não pudesse vir a Cristo como pecador, eu não poderia vir de qualquer outra maneira! Se eu encontrasse no texto uma palavra antes daquela palavra, “pecadores” - “Jesus Cristo veio ao mundo para salvar” - e então um adjetivo, e então, "Pecadores", eu estaria perdido! É justamente porque o texto diz: "pecadores", assim como eles são, que "Jesus
36
Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores", que eu posso esperar que Ele veio para me salvar! Se tivesse dito que Jesus Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores de coração mole, eu teria dito: “Senhor, meu coração é como pedra.” Se tivesse dito que Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores que choram, eu teria dito “Senhor, embora eu pressione minhas pálpebras, eu não poderia forçar uma lágrima.” Se tivesse dito que Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores que sentiam sua necessidade dEle, eu diria: “Eu não sinto necessidade disso; sei que preciso de Você, mas não sinto isso.” Mas, Senhor, você veio para salvar os pecadores e eu sou salvo! Eu confio em Você veio para me salvar, e aqui estou eu, afundando ou nadando, eu descanso em você! Se eu perecer, perecerei confiando em ti; e se eu devo estar perdido, em tuas mãos será, porque em minhas próprias mãos não serei em nenhum aspecto, ou em qualquer grau, salvo. Eu venho para aquela cruz e sob essa cruz eu permaneço - "Sua perfeita justiça é minha beleza - meu vestido glorioso."
Venha pecador, para Cristo, porque Ele pode amolecer o seu coração, e você nunca pode fazê-lo. Ele é exaltado ao alto para dar arrependimento e remissão de pecados; não apenas a remissão, mas o arrependimento
37
também! Ele dá a Sua graça não apenas àqueles que a procuram, mas também àqueles que não a procuram; Ele dá arrependimento não àqueles que se arrependem a si mesmos, mas àqueles que não podem se arrepender, e àqueles que estão dizendo: “Senhor, eu não poderia sentir” - “Eu gostaria, mas não posso chorar” - digo que Cristo é apenas o Salvador para você - um Cristo que começa no princípio e não precisa que você comece - um Cristo que deve ir até o fim, e não precisará de você para terminar - um Cristo que não lhe pede para dizer Alfa e depois Ele será o Ômega - mas Ele será Alfa e Ômega! Cristo que é o começo e o fim, o primeiro e o último. O evangelho simples é exatamente isso “Olhai para Mim e sede salvos, todos os confins da terra.”
“Mas, Senhor, não posso ver nada.” “Olhe para Mim.” “Mas, Senhor, não sinto.” “Olhe para Mim“, “Mas, Senhor, não posso dizer que sinto minha necessidade.” “Olhe para Mim, não para si mesmo - tudo isso é olhar para você.”
“Mas, Senhor, às vezes sinto que posso fazer qualquer coisa, mas uma semana se passa. então estou com o coração duro.” “Olhe para Mim.” “Mas, Senhor, muitas vezes tentei.” “Não tente mais, olhe para Mim.”
38
“Oh, mas Senhor, Você sabe.” “Sim, eu sei tudo, toda a sua iniquidade e seus pecados, olhe para Mim.”
“Oh, mas muitas vezes, Senhor, quando ouço um sermão, sinto-me impressionado, mas é como a nuvem da manhã e o orvalho da manhã; que logo passa.” “Olhe para Mim, não para seus sentimentos ou suas impressões; olhe para Mim.”
“Bem”, dizem alguns, “mas será que isso realmente me salvará, apenas olhar para Cristo?” Minha querida alma, se isso não salvar você, eu não estou salvo! A única maneira pela qual eu fui salvo e o único evangelho que posso encontrar na Bíblia é olhar para Cristo!
"Mas se eu continuar em pecado", diz um deles. Mas você não pode continuar em pecado; seu olhar para Cristo curará você desse hábito de pecado.
"Mas e se meu coração continuar duro?" Você descobrirá que olhar para Cristo impedirá que você tenha um coração duro. É exatamente como cantamos no hino penitencial de gratidão –
“Dissolvido por Sua misericórdia,
39
eu caio no chão
E choro para o louvor da misericórdia
que encontrei”.
Você nunca se sentirá como deveria até sentir o que você deveria! Você nunca virá a Cristo até que sinta que pode vir! Venha como você é; Venha em toda a sua pobreza, teimosia e dureza, assim como você é agora. Tome Cristo para ser seu tudo-em-tudo.
Entoem suas canções seus anjos! Acariciem suas harpas de ouro vocês que foram resgatados! Há pecadores arrebatados do inferno hoje! Há homens e mulheres e crianças que confiaram em Cristo esta manhã! Embora eles mal saibam, seus pecados são todos perdoados! Seus pés estão na Rocha! A nova canção logo estará em suas bocas, e os seus passos serão estabelecidos!
Adeus, meus irmãos e irmãs; voltem para Deus esta manhã; Deus te guardará e verás a face dEle na glória eterna! Amém.
40
Nota do Tradutor:
A grande intensidade com que a Palavra de Deus era pregada em toda a Inglaterra nos dias de Spurgeon, produzia este efeito de as pessoas saberem que Deus era perfeitamente justo e santo, e que elas eram pecadoras. Mas, ensinadas contra o Evangelho, por muitos pregadores hiper-calvinistas, eram dirigidas a pensar que deveriam ser achadas em uma posição preparatória para recorrerem a Cristo para serem salvas e perdoadas.
Muitos agonizavam mais sentiam que não era o suficiente para terem uma consciência mais aprofundada da sua penitência e arrependimento de modo que se julgassem dignas de serem recebidas por Jesus.
Tudo isto, podemos ver claramente nas palavras de Spurgeon neste seu sermão.
Mas, em dias em que o sentimento na quase totalidade dos países do mundo vai em direção contrária a isto, em que pouco se considera a respeito do pecado residente, ou da necessidade de arrependimento, pois é notório o crescimento da iniquidade e do ateísmo, em que não poucos se acham muito bons em si mesmos, para necessitarem de qualquer Deus, pois não
41
creem nEle, e nem que necessitem ser salvos de seus pecados, requer-se portanto, um trabalho nem tanto que os leve a não se sentirem impedidos de virem a Cristo por causa de serem pecadores, mas de serem convencidos de que não são bons quanto imaginam ser, e que neste sentimento que habitou nos fariseus do passado, permanecem cegos e debaixo da maldição e da condenação eternas.

Publicado no site: O Melhor da Web em 11/04/2019
Código do Texto: 139710
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):