Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
kuryos - Silvio Dutra
Silvio Dutra
Cadastrado desde: 29/08/2012

Texto mais recente: Lutando Contra o Pecado



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de Silvio Dutra , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6704

 
Textos & Poesias || Evangélicas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
O Descanso Presente do Crente
16/05/2019
Autor(a): Silvio Dutra
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
O Descanso Presente do Crente


Sermão nº 3169
Por Charles H. Spurgeon (1834-1892)
Traduzido, Adaptado e
Editado por Silvio Dutra
Mai/2019
2
S772
Spurgeon, Charles H.- 1834-1892
O descano presente do crente / Charles H.
Spurgeon
Tradução e adaptação Silvio Dutra Alves – Rio
de Janeiro, 2019.
24p.; 14,8 x21cm
1. Teologia. 2. Pregação. 3. Alves, Silvio Dutra.
I. Título.
CDD 252
3
“Nós, os que cremos, entramos naquele descanso.” (Hebreus 4: 3)
O texto não diz que nós, que acreditamos, entraremos no descanso. Essa é uma grande verdade, mas não é a verdade que é ensinada aqui. Nós “entramos nesse descanso”, mesmo nesta vida presente! Todos os que são crentes no Senhor Jesus Cristo já estão desfrutando de descanso do coração e, na medida em que a fé possui suas almas, nessa proporção eles desfrutam de perfeito descanso. Não é um privilégio futuro - é uma questão de prazer presente. E oro para que meus irmãos e irmãs em Cristo não se empobrecem fazendo o texto aplicar-se ao futuro, mas buscando o enriquecimento espiritual que Deus lhes deu, aceitando o texto exatamente como o apóstolo escreveu e assim percebendo que “nós que cremos entramos nesse descanso ”. Parece, pela conexão em que essas palavras aparecem, que o tipo e padrão de todo descanso verdadeiro para os homens era o descanso de Deus no final dos seis dias da criação. Depois de ter trabalhado tão maravilhosamente e terminado todo o seu trabalho criativo, lemos que o Senhor “descansou no sétimo dia de toda a Sua obra que Ele havia feito”. Não é fácil para nós entendermos como o descanso de Deus poderia
4
ter sido quebrado, mas deve ter havido um descanso mais profundo para Ele naquele sétimo dia do que nos seis dias anteriores, pois é expressamente dito que Deus descansou então. Dentro daquele grande e misterioso fundo não tentaremos mergulhar, mas sabemos que o Senhor se agradou, então, de instituir o sábado como um memorial perpétuo de seu próprio descanso e que o sábado deveria ser observado por todos os homens - e especialmente por todos os homens do povo do Senhor em perpetuidade, como se, penso eu, Ele não apenas comemorasse Seu próprio descanso, mas também indicasse que Ele pretendia que os homens fossem participantes dele. O grande ideal de Deus para a felicidade do homem era que ele não só poderia trabalhar, mas também deveria descansar. Que maravilhoso descanso parece haver em toda parte da criação na qual o homem não vem! Vá para qualquer parte do país onde o homem está e lá você encontra o arado cortando a terra e o boi e o burro e o cavalo labutando - e você encontra homens e mulheres na doença, na pobreza e na necessidade. Mas vá para a floresta, atravesse as florestas da natureza e veja como tudo está tranquilo! Note como os pássaros parecem ter pouco mais que fazer além de cantar os louvores de Deus. Marque como os próprios riachos distorcem enquanto fluem e como toda a criação que não é
5
tocada pelo homem parece se deleitar em uma profunda calma e paz! Se não houvesse Queda, o mundo teria sido todo tranquilo - não haveria espinhos ou cardos para atormentar e ferir e aumentar o trabalho do homem - e não é necessário que estejamos sempre pedindo energia de água doce e energia a vapor com a qual para aliviar o fardo da labuta do homem. Suor de um rosto cansado, ou o latejar de um cérebro cansado teria sido totalmente desconhecido! A Terra teria guardado o seu sábado, assim como Deus guardou o seu. Mas o pecado veio ao mundo e desse abençoado estado de descanso, o homem caiu! No entanto, Deus está nos trazendo de volta a um descanso semelhante àquele - e todos os que acreditaram em Jesus foram trazidos para ele. O sábado é para eles o memorial divino do descanso de Deus, o tipo deles próprios e também um lembrete contínuo do descanso espiritual que encontraram em Cristo!
Há outro tipo de descanso que nos é dado na palavra, a saber, dos filhos de Israel que entraram na Terra Prometida. “Se Jesus (isto é, Josué) lhes tivesse dado descanso”, diz o apóstolo, “então não falaria depois disso de outro dia”. Durante todo o tempo em que os filhos de Israel estavam no deserto, eles estavam constantemente se mudando de lugar,
6
morando em tendas e desfrutando de pouco conforto. Apesar de todas as bênçãos com as quais Deus os enriqueceu no deserto, era um deserto, e Moisés realmente o chamava, “o deserto uivante”. Eles não tinham descanso lá e estavam sempre aguardando a terra que mana leite e mel. para onde eles estavam viajando. Seu anseio era por uma terra onde pudessem se estabelecer, construir casas, plantar vinhedos e morar em locais tranquilos de descanso. Canaã é, portanto, o tipo de descanso que Deus pretende dar a Seu povo aqui. Não é o tipo de céu, exceto de maneira muito imperfeita, pois em Canaã havia cananeus a serem combatidos e a serem gradualmente expulsos. E houve alguns que nunca foram expulsos. Mas nós agradecemos a Deus que não há cananeus para incomodar os santos no céu. Canaã é o verdadeiro padrão e tipo de condição do crente sobre a Terra. Nós que acreditamos em Jesus cruzamos o Jordão. Ele o dividiu para nós e entramos em descanso. É verdade que os cananeus ainda estão na terra, mas o Senhor também está na terra e, por Sua graça, certamente os expulsaremos. Não devemos dizer que esperamos alcançar a costa pacífica de Canaã, aos poucos - estamos nisso agora! Se realmente cremos em Jesus, nossa condição é corretamente tipificada pelos israelitas em Canaã que obtiveram sua herança, pois Jesus
7
obteve Sua herança e Deus “nos levantou juntamente e nos fez sentar em lugares celestiais em Cristo Jesus.”
I. A essência do que eu tenho tentado dizer a vocês é que existe um descanso que pertence a todos os crentes agora! E se eles estão vivendo como deveriam viver, eles estão no gozo dele. Eu tentarei, primeiro, DESCREVER ESTE DESCANSO DO TIPO FAMOSO QUE É DADO DO DESCANSO DE DEUS. Aquele descanso de Deus, no final dos seis dias da criação, era como o descanso que o crente desfruta, pois falava de uma obra que estava terminada. Não preciso refrescar sua memória com a conhecida história da criação - como as trevas haviam sido separadas da luz, como as águas acima do firmamento haviam sido separadas das águas abaixo do firmamento, como as criaturas vivas haviam começado a se formar nas profundidades e como, com asa rápida, as aves do céu estavam cortando o ar. Eu não preciso detalhar para você o surgimento da erva produzindo sementes segundo a sua espécie, da árvore produzindo frutos segundo a sua espécie, a criação de gado, de coisas rastejantes, das feras da terra e do homem, a obra-prima de Deus. E você sabe que quando o sol se pôs no sexto dia, Deus havia terminado toda a Sua obra - não restava nada para ser completado. Ele
8
havia colocado no mundo todas as criaturas necessárias para formar o círculo completo da existência! Não havia deficiência em nenhum deles, nem havia falta de qualquer um. Toda a obra da criação estava terminada e, portanto, Deus descansou - Ele tinha outro trabalho a fazer, mas daquela obra em particular Ele descansou e guardou o sábado. Agora, pode um cristão chegar a essa condição? Sim, essa é a verdadeira condição de todo cristão. Ele vê a obra de sua própria salvação completa - ele mesmo fez isso? Ah não! Se ele tivesse tentado fazê-lo, ele teria falhado, e se qualquer parte dele dependesse dele, nunca teria sido cumprido. Mas no momento em que um pecador crê em Jesus, se ele foi justamente instruído, ele ouve, da cruz do Calvário, que a sentença é alegre: "Está consumado!" E ele sabe que a expiação é perfeita, que a justiça justificadora necessária está completa, que toda bênção da aliança está garantida e garantida por ele - e que tudo o que era necessário para erguer o pecador desde os portões do inferno até o trono de Deus já foi trabalhado e trazido pelo grande Redentor, a Palavra encarnada de Deus! Os mundos foram enquadrados pela Palavra de Deus e pela mesma Palavra de Deus os homens são salvos. Por essa palavra as trevas fugiram e a vida veio e iluminou - e pela mesma palavra as trevas de nossa ruína foram dissipadas e a luz e
9
vida de nossa salvação chegaram até nós! Amado crente, lembre-se de que você não está parcialmente salvo, mas você está totalmente salvo! O manto que você veste hoje não alcança parte do caminho para cobrir você, mas cobre você da cabeça aos pés! A lavagem que o Salvador lhe deu não lavou uma parte de suas manchas, mas você está limpo a cada minuto! E olhando para o trabalho de sua salvação como você recebe das mãos de Jesus, você pode descansar como Deus descansou e manter um longo e abençoado sábado, assim como Deus o guardou! Ele descansou porque Seu trabalho criativo estava acabado - e você pode descansar porque o trabalho de sua salvação também está terminado!
Outra razão pela qual Deus descansou no sétimo dia foi que não apenas o trabalho estava terminado, mas tudo que havia terminado era bom. Nós lemos que na conclusão de seu trabalho de seis dias, “Deus viu tudo o que Ele havia feito e, eis que era muito bom”. E, portanto, Ele descansou. E oh, que descanso um crente recebe quando olha para a obra consumada de Jesus Cristo! E depois de examinar cada parte dela, ele é capaz de dizer de tudo: “É muito bom”. Ver a obra de Cristo de cobrir o pecado e notar como o Seu sacrifício substitutivo o cobriu tão completamente que
10
nem o próprio Deus pode vê-lo, é de fato, “muito bom”. Perceber que Cristo mergulhou nossos pecados no esquecimento e os fez cessar de serem - isso também é “muito bom”. Olhar para a justiça justificadora de Cristo e marcar como ela é perfeita - não falta um fio, nenhuma parte da boa textura tem uma falha - isso também é “muito bom” e ver Cristo como nosso Profeta, Sacerdote e Rei; vê-lo em todos os seus relacionamentos e ofícios - isso também é “muito bom”. Sim, amado, esta é a maneira de obter o Sabbath - o verdadeiro descanso que resta para o povo de Deus! Se examinarmos a obra de Cristo, tanto em sua inteireza como em todos os seus detalhes, como Deus Pai olhou para Suas obras e louvou a todos - se deixarmos que nosso julgamento sinta que rocha forte temos sobre a qual construir nossa paz eterna - então, como o sempre bendito Jeová, nós descansaremos e entraremos em Seu descanso. Oh, que Deus, por Sua graça, nos permita fazer isso!
Mas, pensando melhor sobre este assunto, você se lembrará de que o grande descanso de Deus não estava ligado apenas a uma obra que estava terminada e a uma obra que era em todos os aspectos boa, mas também intimamente ligada à Sua santidade, pois “Deus abençoou o sétimo dia e o santificou”. E Ele nos disse: “Lembra-te
11
do Dia do Senhor para o santificar”. Falo com a maior reverência e tremor perante a divina Majestade, mas posso dizer verdadeiramente que poderia não haver um descanso real nem mesmo para Deus, se fosse concebível que Ele pudesse ter sido profanado. O perfeito repouso requer perfeita santidade! O pecado, que é inconcebível em conexão com Deus, é inconcebível em conexão com o descanso real. Portanto, amado, para fazer um verdadeiro sábado, deve haver uma santificação do dia - deve ser um dia santo para que seja um dia tranquilo! Não adianta aos homens dizer que podem descansar por gastar o sábado em diversão - eles nunca o farão. Não há descanso perfeito para toda a nossa vida, a não ser em santidade e exercícios santos, somente, pode dar descanso completo a todo o nosso ser. Vamos sempre lembrar disso e buscar a santidade. O céu e a santidade são irmãs gêmeas. Quando Deus lhe faz santo, Ele lhe fará feliz - e quando Ele lhe fez perfeitamente santo, você será perfeitamente feliz! Nenhuma onda de tristeza virá onde não há ondas de pecado. Quando você tiver acabado com o pecado, você terá acabado com tristeza - “Há um doce descanso no céu; há um doce repouso no céu” - mas é porque existe uma abençoada ausência de todo o pecado que destruiria para sempre nossa paz e tranquilidade!
12
II. Agora, em segundo lugar, vou DESCREVER ESTE DESCANSO DA MINHA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA E DA EXPERIÊNCIA DAS PESSOAS DE DEUS GERALMENTE.
“Nós, que acreditamos, entramos nesse descanso.” Primeiro, entramos em descanso com respeito a todo o medo de Deus e todo o terror por conta do pecado passado. Há pouco tempo atrás, nossos pecados nos alarmaram grandemente. Sabíamos que Deus deveria nos punir por eles e, portanto, não poderíamos descansar. Mas esses pecados, que então nos perturbaram, foram perdoados - somos reconciliados com Deus pela morte de Seu Filho - e agora, nós que acreditamos, não temos medo de punição, nem medo da ira vindoura, pois temos entrado no descanso! Eu posso dizer verdadeiramente que esta é a minha condição. Não é também a de vocês, meus amados irmãos e irmãs em Cristo? Se você realmente acredita em Jesus, deve ser!
Em seguida, entramos em descanso sobre todos os medos quanto ao futuro. Quanto a qualquer problema que possamos ter nesta vida, sabemos que Deus irá anular isso para o nosso bem. Quanto às dores da morte, sabemos que o Senhor estará conosco e nos susterá no vale da sombra da morte e não temos medo de nada que
13
possa acontecer depois da morte, pois o que pode ferir ou perturbar aqueles de quem Cristo disse: “Pai, quero também que aqueles que me tens dado, estejam onde eu estiver, para que possam contemplar a minha glória.” Somos libertos de todo medo do juízo, pois quem deve condenar aqueles a quem Deus justificou e a quem Ele glorificará? Todo temor quanto ao nosso pecado passado se foi de nós para sempre! Em relação ao pecado passado, nossa alma é como uma criança recém-nascida - somos purificados disso pelo precioso sangue de Jesus! E quanto ao futuro, não temos mais medo disso do que os anjos no céu! Eles sabem que nada pode prejudicá-los, pois eles são os escolhidos de Deus - e nós também somos, se somos crentes em Jesus Cristo. Nós agora também temos descanso de todas as nossas obras antigas e pecaminosas. Uma vez fomos escravos de nossas próprias paixões malignas e fomos apressados aqui e ali para o serviço degradante de Satanás e as concupiscências da carne. Mas agora que o Filho de Deus nos libertou, somos de fato livres! Encontramos uma liberdade jubilosa nos caminhos da santidade e é nosso prazer constante fazer a vontade de Deus. Três vezes felizes somos nós que quebramos as amarras do pecado e não somos mais os servos da iniquidade. E estamos igualmente livres de todas as obras servis para a autossalvação. Oh,
14
tenho pena daquelas pessoas pobres que estão trabalhando para se salvar - aquelas que vão à igreja ou à capela e que são impedidas dessa ofensa, ou impelidas para aquela outra aparente excelência simplesmente porque esperam por uma recompensa desse modo! Filhos de Agar, filhos ismaelitas da serva, nunca podem ser os herdeiros do descanso, que é o direito de primogenitura de Isaque e de todos os filhos da mulher livre! Você deve ser expulso do mesmo modo que o filho de Agar. Mas o homem que acredita em Jesus sabe que ele é salvo, então ele não precisa tentar salvar a si mesmo. Esse trabalho é feito e feito para sempre! E agora trabalhamos na vida, não para a vida! Agora trabalhamos porque somos salvos, não para sermos salvos! Agora sentimos que não devemos ganhar nenhum mérito por nada que façamos, mas que o infinito mérito de Cristo já nos trouxe plena aceitação com Deus. E o que temos que fazer agora é provar nossa gratidão a Deus pelo trabalho divino que já está concluído. Que bênção é descansar do serviço pecaminoso de Satanás e do serviço servil da lei! Eu confio que muitos crentes aqui podem dizer que agora vieram descansar de todos os trabalhos ambiciosos e descontentes. O homem mundano nunca está satisfeito - ele sempre quer ser maior, mais sábio, mais rico e mais altamente estimado do que tem sido. Mas aquele que
15
realmente acredita em Jesus sente que Deus pode fazer o que gosta com ele. Se eu sou pequeno, agradeço a Deus que Ele tem muitos pequeninos que Ele ama muito. E se Ele me faz grande, agradeço-lhe porque Ele me dará graça para suportar a minha grandeza, tornando-me humilde. Se eu for pobre, abençoarei ao Senhor que Ele prometeu que pelo menos pão e água serão dados àqueles que confiam nEle. Se ele me enriquecer, pedirei a Ele que me dê a graça de usar minhas posses para a Sua glória. É uma coisa abençoada chegar a um ponto como este sobre todas as coisas do mundo e deixar a disposição de todos eles com Deus. Algumas pessoas estão sempre se irritando e fumegando. Eles parecem ter nascido em clima de tempestade e estar perpetuamente agitados em mente para não poderem descansar. No outro dia, um jardineiro que eu conhecia reclamava muito da chuva forte que causara algum dano ao jardim onde ele trabalhava. Um quacre, que estava ali, disse-lhe: “Amigo, você não deve reclamar da chuva, pois se não fez bem a este jardim, fez bem aos campos de muitos de seus vizinhos. Portanto, você deve ficar contente por eles e agradecer a Deus.” E então o bom homem acrescentou sabiamente: “Eu não acho que, afinal, nós teríamos o tempo melhor administrado por você do que por Deus, se pudesse ser colocado em suas mãos”. Esse é o
16
jeito certo de ver todas as coisas - elas são muito melhor ordenadas por Deus do que por qualquer homem! Cristão, você não poderia ordená-las melhor se você tivesse a ordem delas, então esteja perfeitamente contente e diga: “Não a minha vontade, Senhor, mas a tua seja feita”. Quanto mais a fé cresce, mais o descanso cresce. Mas quando a nossa fé começa a esquecer o Senhor e começamos a nos preocupar e a nos preocupar, então o nosso descanso vai imediatamente embora. É glorioso viver isento de cuidados pelo abençoado poder da oração - ser capaz de levar todos os problemas a Deus e deixá-los com Ele. Eu sei o que significa fazer isso porque às vezes eu tive um problema na igreja ou um problema doméstico e eu fiz o meu melhor com isso - mas o mal tem sido o meu melhor e, finalmente, eu o levei para o meu Deus e tenho dito: “Senhor, não me preocuparei mais com esse problema. Deixo com você - faça o que quiser com ele.” E sempre achei que o emaranhado foi desvendado quando fiz isso com ele! Sempre haveria um caminho encontrado para nós em todos os problemas, se confiássemos totalmente em Deus e não confiássemos em nós mesmos ou em nossos semelhantes! “Nós, que acreditamos, entramos no descanso.” Eu já mostrei incidentalmente a você que o descanso do cristão depende de sua crença, mas quero
17
enfatizar esse fato agora mesmo. Não é como um fazedor que você vai descansar, mas como um crente! Não é como um professor, não é como qualquer outra coisa exceto como um crente que você obterá o descanso do coração. Meus irmãos e irmãs em Cristo, suplico-lhe que mantenha sua fé. Há muitas coisas que irão tentá-lo a viver de acordo com sua experiência, a viver de acordo com seus sentimentos e a viver por suas graças e suas realizações, mas lembre-se daquela frase dita repetidamente nas Escrituras: “O justo viverá da fé”. Seja como o pobre Jack Huckster, cujo ditado foi: “Sou um pobre pecador, e nada, mas Jesus Cristo é tudo em tudo”. Não vá além dessa declaração - “Eu sou o chefe dos pecadores, mas Jesus morreu por mim.” No momento em que você vai além disso, você pode obter alguma excitação temporária, como fazem aqueles que professam ser perfeitos e que, nestes dias modernos, estão revivendo heresias antiquadas ao professarem que são perfeitamente santificadas, o que eu arrisco a dizer que não são! Você pode ter uma alegria delirante por um tempo, mas isso evapora em pouco tempo. Mas ficar perto da cruz é a coisa para mim!
Lembro-me de um velho camponês dizendo-me há muito tempo: "Confie nisso, meu irmão, se você ou eu ficarmos um centímetro acima do
18
solo, ficamos com aquela polegada muito alta". E acredito que seja assim. Deitados de bruços diante da cruz de Cristo é o lugar para nós - percebendo que não somos nada e que Jesus Cristo é tudo! “Nós que acreditamos, entramos no descanso.” Não somos nós que sentimos isso ou aquilo. Não somos nós que pensamos que somos alguém. Mas nós que sabemos que somos ninguém e estamos sozinhos em Cristo! Suponho que nunca houve um período mais repousante para qualquer um de nós do que quando nos deitamos no seio de nossa mãe e apenas bebemos dela o alimento de nossa vida. E nunca há um período tão repousante para qualquer filho de Deus como quando ele é apenas um bebezinho, pendurado no seio de seu Deus e bebendo tudo o que ele precisa das fontes eternas do amor e da vida divinos! Oh, ser sempre tão abençoado como esse, confiando no meu Deus por toda a força que eu preciso! Então, posso expressar o paradoxo de Paulo: “Quando eu sou fraco, então sou forte”. Embora eu seja um tolo, Deus é minha sabedoria! Embora eu não seja nada, Deus é meu tudo em tudo. Este é o caminho para entrar em repouso através da crença!
Agora, por último, deixe-me lembrá-lo, amado, que este descanso é perfeitamente consistente com o trabalho. No versículo 11, o apóstolo diz:
19
"Vamos, portanto, trabalhar para entrar nesse descanso". É uma injunção extraordinária, mas acho que ele quer dizer, trabalhemos não para nos salvar. Nossa tendência é tentar fazer algo para nos salvarmos. Mas precisamos vencer essa tendência e desviar o olhar de nós mesmos para Cristo. Trabalhe para fugir de seus próprios trabalhos! Trabalhe para se livrar de toda a autossuficiência! Trabalhe em suas orações para nunca depender de suas orações! Trabalhe em seu arrependimento para nunca descansar em seu arrependimento e trabalhe em sua fé para não confiar em sua fé, mas confiar apenas em Jesus! Quando você começar a repousar no arrependimento e esquecer o Salvador, livre-se do arrependimento! E quando você começar a orar e você depender de suas orações e esquecer o Senhor Jesus, livre-se de suas orações! Quando você pensa que está começando a crescer na graça e sente, “Agora eu sou alguém”, com um crescimento tão espúrio como esse, pois você está apenas sendo inchado de orgulho e não crescendo realmente! Trabalhar não para trabalhar; trabalhar para se afastar de sua autossuficiência natural e autoconfiança; trabalhar para continuar onde estava o publicano e gritar: “Deus seja misericordioso comigo pecador.” Trabalhe para chegar onde Maria estava, sentando-se aos pés do Mestre e aprendendo dele. Não trabalhe para
20
crescer em autoestima, mas para crescer para baixo em humilhação - crescendo continuamente menos e menos, e menos em sua própria avaliação - e sempre coroando Cristo Senhor de todos! Trabalhe também para mostrar sua gratidão a Deus pelo que Ele fez por você e, então, trabalhe para mostrar seu amor aos homens; você não deve supor que, quando entramos no descanso, isso significa que estamos ociosos. Nosso Senhor Jesus Cristo disse: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho.” Deus descansa, mas Ele trabalha. O céu é um lugar de descanso, mas não é um lugar de ociosidade - ainda há serviço sagrado para ser feito lá, então vocês cristãos que são perfeitamente salvos, dediquem todas as suas forças para a conquista de outros para Cristo! Mostre seu amor a Jesus tentando encontrar algumas das ovelhas perdidas para ele. Despertem-se, meus irmãos e irmãs que entraram em repouso e provem à humanidade que a grande e antiga doutrina calvinista de uma salvação acabada não produz lentidão! Levanta-te, peço-te, e mostra que os filhos da mulher livre não são preguiçosos, mas que o motivo de gratidão a Deus é mais elevado e mais potente do que o motivo egoísta de procurar salvar a si mesmos! Que aqueles que querem se salvar, trabalhem sozinhos, mas quanto a vocês que são salvos, vão trabalhar para Jesus! E que seus atos
21
de heroísmo santo provem que você está constrangido por amor a Ele para fazer tudo o que puder para levar os outros a confiar nEle!
Agora, como alguns de vocês estão chegando a esta mesa de comunhão, que seja uma festa de descanso para suas almas! Sentado, como você será, na postura de descanso, comendo o pão e bebendo o vinho que são os sinais da obra consumada de Cristo, que você possa ter verdadeiro descanso nEle! E oh, que algum pobre pecador que nunca acreditou em Jesus, possa fazê-lo agora, pois assim ele encontrará descanso para sua alma! O Senhor conceda isto, por amor de Jesus! Amém. 2 Cor – 4 1 Pelo que, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; 2 pelo contrário, rejeitamos as coisas que, por vergonhosas, se ocultam, não andando com astúcia, nem adulterando a palavra de Deus; antes, nos recomendamos à consciência de todo homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.
22
3 Mas, se o nosso evangelho ainda está encoberto, é para os que se perdem que está encoberto, 4 nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus. 5 Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor e a nós mesmos como vossos servos, por amor de Jesus. 6 Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo. 7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. 8 Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; 9 perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos;
23
10 levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. 11 Porque nós, que vivemos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. 12 De modo que, em nós, opera a morte, mas, em vós, a vida. 13 Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos, 14 sabendo que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus também nos ressuscitará com Jesus e nos apresentará convosco. 15 Porque todas as coisas existem por amor de vós, para que a graça, multiplicando-se, torne abundantes as ações de graças por meio de muitos, para glória de Deus. 16 Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia.
24
17 Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, 18 não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.

Publicado no site: O Melhor da Web em 16/05/2019
Código do Texto: 139928
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):