Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
moreirinha - EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA
EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA
Cadastrado desde: 13/12/2008

Texto mais recente: QUINTA DIMENSÃO



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=939

 
Textos & Poesias || Poesia
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Enigma
23/03/2009
Autor(a): EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Enigma

ENIGMA


Minha vida é um enigma.
Minha infância foi triste,
Nunca brinquei. O trabalho minha diversão.
Nada tinha. Vivi em casa alheia.
Usava perfume barato.
Quase não sorria.
Minha juventude foi uma rua escura,
Sem começo nem fim.
Na maturidade procurei me encontrar.
E no final da vida procuro analisar o que fiz.
Hoje descobri que sou o mundo,
Tudo está dentro de mim: as plantas, os animais,
As dores, a incompreensão, o ódio,
Até eu encontro-me dentro de mim mesmo.
Hoje escancaro o meu ser,
Sem medo de ser eu mesmo.
Sou    o resgate subjetivo de minha alma,
Busco-me numa tentativa de    compor minha identidade,
Corroída e degenerada pelo tempo.
Sou a incomunicabilidade de um tempo que já passou.
Finalmente sou apenas eu.


Publicado no site: O Melhor da Web em 23/03/2009
Código do Texto: 16124
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):