Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
otavio - O. STUDART
O. STUDART
Cadastrado desde: 13/05/2009

Texto mais recente: 1998



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de O. STUDART , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2111

 
Textos & Poesias || Amor
Imprimir - Impressora!
Imprimir
DIÁLOGO DE ALENTO
15/05/2009
Autor(a): O. STUDART
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
 
25252 DIÁLOGO DE ALENTO otavio - O. STUDART
DIÁLOGO DE ALENTO

Sem jamais perder a noção de direção
Sem jamais esquecer teu olhar confuso no tempo,
Consolido meu medo na guerra e paz.
Recomponho um passado ante o desatino.
Engano o empenho no esboço esquálido da ternura.
Memorizo as margens e esqueço das curvas
num descompasso desastrado.
Assombrações molestam e me perco do meu trajeto.
Diluo risadas dissonantes do som, sem serventia, das cobranças devidas,
e confirmo ser eu o devedor.
Retorno, a ser teu trovador por haver
sentido teus murmúrios e criado
um sentido para teus dias tristes.
Insisto em aspirar e não querer
esquecer teu rosto.
Por não haver garantia de ancorar
guardo tua força na mente.
Planejo no próximo encontro
sanar todos os teus e meus ciúmes,
aprender a voar em busca
do insano temporal que insiste
imaginar ser ventania.
Opto pela placidez do teu ser só
e finco meus descalçados pés no chão.
Só assim, sem ter conhecimento do irrestrito, experimento
o efeito da calma, quando
na certeza que nossa parceria
exibe orgulhosa o caráter e o carinho   
que existe em abrigar um no outro lugar.
Deságuo no teu oceano agora,
Porque aspiro chegar à sombra
e doar todo o meu desajeitado abraço
sem olhar para trás
e deixo teu tempo no desencontro.
Invento novos momentos,
para jamais permitir
que teu eu esqueça do meu em você.
Se preferir, jamais vou deixar
que nossos insanos momentos
nos deixe as marcas do desamor.
Apenas postergo esquecer
que os teus, meus, períodos,brigados   
mostro sem me importar um safado sorriso
e volto a te seduzir com toda emoçao.

Publicado no site: O Melhor da Web em 15/05/2009
Código do Texto: 25252
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):