Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
jessebarbosa26 - JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA
JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA
Cadastrado desde: 19/12/2008

Texto mais recente: A GRAVIDADE EM COMA



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=1036

 
Textos & Poesias || Poesia
Imprimir - Impressora!
Imprimir
A CINÉTICA DO INTANGÍVEL
12/06/2009
Autor(a): JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
A CINÉTICA DO INTANGÍVEL

                       



Observo passos ao longe:
Na verdade, eu tão-só os escuto. Tenho
A forte impressão de parecerem bastante nitentes
Para o raio de ação da minha audição. No
Entanto, o    manto da intangibilidade
Guarnece-os e os absconde
Sobre o ignoto píncaro do monte
Onde irrompe o inexpugnável horizonte.


Como que avidamente,
Fico querendo desvelar
Este hermético mistério, mas não consigo.
Em minha mente,
Vislumbro ordas de ladrões soturnos e escorregadios,
Sádicos seriais assassinos furtivos,
Rancorosos fantasmas:
Habitantes das minhas tenras
Eras lôbregas que me jazem,
Há muito, no memorial limbo.


De repente,
Como num passe de mágica,
Meu pensamento viaja:


Passeia sorumbaticamente
Pelas alamedas da tortura de Guantânamo e de Bagdá,
Do genocídio na plaga do Araguaia,
Pelas salas e celas escuras do DOPS.
Ainda, neste mesmo pungente passeio,
Contemplo um homem
Rosnar ferozmente contra a fronte da
Intencional morte. O nome dele...Vladimir Herzog!





Deparo-me com as feridas psicológicas de frei Tito:
Continuamente florescem e    inexoravelmente
O lancinam, dando a luz a um facínora
Que lhe fala cruelmente ao ouvido.


Testemunho impotente e furioso
O condor da maldade,
Trajado sombriamente
Com seu riso malevolamente sutil,
Voar impune,    gracejoso, cáustico, soberano:
Hipocritamente intrépido, varonil!


Contudo, é só a verve que se revolta:
Ela constata que a velhacaria
É o maior estandarte da espécie humana;
É a energia que movimenta a roda-viva
Da nossa odiosa invisível força.



Mas a chama do sol teima em fulgurar:
Talvez espere que um dia o povo
Saia do estado de animação suspensa
E reivindique o comando do mundo.


Ah, e a elite destronada,
Ao cair no abismo da desgraça,
Depreenda que uma vida de migalhas
Atenua a fome, porém também,
Erige o caminho para a emancipação
Do dragão confinado no âmago das massas.


JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA






Publicado no site: O Melhor da Web em 12/06/2009
Código do Texto: 30173
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.