Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Jane - JANE EYRE
JANE EYRE
Cadastrado desde: 23/06/2009

Texto mais recente: Mulher-dama



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de JANE EYRE , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2485

 
Textos & Poesias || Amor
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Travessura de adolescente
26/06/2009
Autor(a): JANE EYRE
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Travessura de adolescente

Lembro como se fosse hoje,

E já se passaram vinte anos,

No cenário

Uma sacada,

A lua,

Tímidas estrelas,

Uma cortina balançando com o vento,

Um sofá aconchegante virado para a sacada,

O abajur que não era cor de carne,

Fazia a meia-luz,

Que constratava a minha pele morena com a dele branca,

A pouca luz refletia as minhas marcas de sol,

Nenhuma roupa,

Não precisava,

A garrrafa de uísque assistia ao lado,

E a música ao fundo quebrava os sons do ambiente,

Amavamo-nos como adolescentes que erámos,

Com medo dos pais chegarem,

Mas...eles estavam viajando!

A casa é nossa!

Mas queremos aqui em frente a sacada,

De frente com alguma janela indiscreta que poderia nos assistir sem nos incomodar,

Poderíamos nos amar a noite inteira,

Sem cansar,

Meus beijos iriam quebrar seu descanso,

Suas mãos iriam percorrer incansáveis meu corpo,

A adrenalina aumenta,

O coração dispara,

O álcool sobe,

Estamos perdidos em nossas travessuras adolescentes,

O sofá ficou pequeno,

A sala ficou pequena,

São três horas da madrugada,

Todos estão dormindo,

Vamos para onde queríamos realmente ir,

A sacada!

Ao ar livre, a sensação de liberdade,

A brisa da noite,

O silêncio do sono dos vizinhos,

Estamos lá,amantes ardorosos,

Sedentos de desejos,de uma noite que não termina,

Uma luz se acende do outro lado,

Não nos assustamos,

Vamos entrar sim!

Depois que terminarmos!!

Assista a vontade um espetáculo de prazer!
Insanidade Ocasional
Vida de Socorrista
Decisão

        






Publicado no site: O Melhor da Web em 26/06/2009
Código do Texto: 31681
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):