Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto

ELDA
Cadastrado desde: 16/07/2009

Texto mais recente: Visão



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de ELDA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2673

 
Textos & Poesias || Patrióticas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
NOSSA TERRA
18/07/2009
Autor(a): ELDA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
NOSSA TERRA

Em nossa terra sutil e em desenvolvimento
Notarás o desenvolvimento do aconchego
O azul de nosso céu e as cinzas lançadas
Das fumaças dos tabacos

Verás a força do nosso povo
O entusiasmo da liberdade
Por sambar sem máscaras nas avenidas
Comemorando a vitoria do Corinthians.

Coletivos cheios de trabalhadores
Que não tem hora de ir e vir
Aguarda na estação o próximo trem
Porque dormiu os seus patrões.

Gente alegre e cantadores
Catadores de papelão pra ter o pão
Nem mesmo o nome do presidente
Importa a eles pra ter seu pão.

Agora em nossa terra
Os atores andam nas calçadas
Cantando ópera do ganho ao pão
Da vida alegre que tenha por vir

Gente multicor acolhedoras
Acolhe até o cão sem proteção
Dividindo o pouco que se tem
Pra fazer feliz até os cachorrinhos.

Caminhará na tão Paulista
Das noites dos paulistas de baixa renda
Os helicópteros não despentearam as moças
Que lá circulam em diversão.

Os helicópteros estão no hangar
Os donos circulam em navios
No primeiro mundo de Cabral
Noticiados da terra do ganho de pão.

Em nossa terra onde jaz palmeiras
Os teatros têm ouro dentro
Lá fora uma multidão
Procurando ouvir o som dos artistas.

Os que retornam contam histórias
Da formosura e riquezas que lá existem
Não trazem uma nota de informação
Dos ouros levados das Belas Minas.

Nossos artistas que lá percorrem
Largam a pátria a estranhos
Os patrões não os credenciam
Porque daqui já levaram os ouros.

Alguns retornam com vontade de transformar
A nossa terra onde ainda canta alguns sabiás
Apostando na força de um povo
Que se erguer a voz alcançará o mundo.


Publicado no site: O Melhor da Web em 18/07/2009
Código do Texto: 33818
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.