Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Mirna_C8 - MIRNA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
MIRNA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
Cadastrado desde: 12/06/2009

Texto mais recente: “Corte-se as cabeças da Hidra!”



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de MIRNA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2401

 
Textos & Poesias || Ensaios
Imprimir - Impressora!
Imprimir
A decisão
24/08/2009
Autor(a): MIRNA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
 
37604 A decisão Mirna_C8 - MIRNA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
A decisão

  
Decisões há que podem transformar a vida de uma criatura.Pensar,refletir e decidir corretamente resultam em positivos resultados.




Há muito tempo, ainda na adolescência, em um certo dia, que me parecia seria como todos os demais, após ter examinado por meses minha vida, decidi que era chegada a hora de tomar a decisão que considero a mais importante para mim, pois se obtivesse sucesso, certamente poderia - e muito - vir a ajudar meus semelhantes: decidi TRIUNFAR.

Havia já constatado que minha humana condição e forma de viver, impediam-me de enfrentar a vida como poderia e deveria fazê-lo. Tinha, até então, imposto a mim mesma certas limitações. Assim, para chegar ao meu objetivo, este problema teria que ser resolvido. As muralhas que havia construído à minha volta deveriam ser destruídas. Assim fiz. Não sem dificuldades, mas fiz.

Decidi não mais aguardar por oportunidades, mas buscá-las onde quer que se encontrassem. Decidi que cada problema que surgisse, seria desde então encarado por mim apenas como uma forma de encontrar para o mesmo a solução adequada.

Decidi ver os desertos como sendo possibilidades de neles encontrar sempre oásis.

Decidi que todas as noites, ao admirar as estrelas cintilarem no profundo azul do céu, ou a observar as negras nuvens que lhe toldavam a beleza, seriam os mistérios que me fariam meditar na grandiosidade do Criador e o quão feliz eu sempre me sentiria por ter sido por Ele capacitada a ter estes pensamentos: encontrar-me no Todo, ser parte desse incomensurável Universo.

Decidi que cada raiar de um novo dia seria SEMPRE oportunidade única para viver e ser feliz, bem como tentar fazer felizes não só os que me rodeiam mas a todas as criaturas que, de uma ou outra forma, eu poderia alcançar, seja fisicamente, seja por meus atos, seja por meus escritos.

Decidi deixar de pensar em ser a melhor em tudo que faço, mas saber melhor o que fazer. Reconheci que não era a melhor e que talvez jamais viesse a ser, mas decidi que eu seria a melhor que pudesse ser.

Não mais me importei com quem ’ganhasse’ ou quem viesse a ’perder’. Importava-me - isto sim - em ter consciência de haver-me esforçado ao máximo para obter êxito no quer que fosse que me houvesse predisposto a fazer.

Por outro lado, aprendi que não é difícil obter-se êxito. O mais difícil é quando tal não ocorre. Então eu deveria esforçar-me mais ainda para tentar alcançar a excelência de meus feitos, vez que deles dependeriam talvez vidas de meus semelhantes.

Aprendi que triunfo maior não há do que poder ajudar os demais com humildade e jamais esperar reconhecimento ou gratidão pelo que fizesse.

Compreendi que havia escolhido uma carreira na qual poderia brilhar muito, mas preferi ficar ao lado dos menos afortunados e ajudar-lhes com meu conhecimento, sem que eles jamais viessem a saber que era eu que estava tentando com todas as minhas forças melhorar a forma como viviam.

Naquele inesquecível dia, deixei de ser o reflexo de alguns triunfos que obtivera, para tornar-me a verdadeira luz do presente e do futuro.

Compreendi - e tão cedo- de que nada serviria tornar-me luz se não pudesse também iluminar o Caminho de todos quantos eu encontrasse em meu caminhar. Por mais difícil que fosse tal ’empreitada’ (e tenho visto que é), jamais deveria desistir.

Foi realmente "a" decisão de minha vida, pois modificou toda uma estrutura e projetos que até então permeavam meus dias. Não me arrependo. Ao contrário: rendo Graças ao Deus de Todos nós, por haver-me iluminado o pensamento.

Naquele dia percebi que os sonhos são a matéria-prima da realidade. Se eu realmente me esforçasse e se estivesse escrito em meu destino que eu poderia, em sonhando, tranformá-los em palpável realidade, tal ocorreria...

A partir daquele dia de outono que jamais poderei esquecer, tenros, mas fortes rebrotos sempre têm nascido na "Árvore de minha Vida".
Todos eles têm crescido, florido e dado dulcíssimos frutos que distribuo com amor enquanto percorro Meu Caminho.


Publicado no site: O Melhor da Web em 24/08/2009
Código do Texto: 37604
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.