Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
EstherRogessi - ROGESSI DE ARAUJO MENDES
ROGESSI DE ARAUJO MENDES
Cadastrado desde: 28/03/2009

Texto mais recente: Pacíficos ou Beligerantes?



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de ROGESSI DE ARAUJO MENDES , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=1725

 
Textos & Poesias || Artigos
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Reino do Faz–de–conta
04/09/2009
Autor(a): ROGESSI DE ARAUJO MENDES
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Reino do Faz–de–conta



Epígrafe verdadeira, pertinente e abrangente. Esta temática nos leva a meditação... Abrange uma multiplicidade de áreas. Tenho uma frase que diz: "A desistência é o veículo que conduz o homem a incompetência e esta é o combustível que o leva ao fracasso".

Somos oriundos de um país mal-educado, mal-instruído, mal-governado, e por este, mal-amado... Vivemos, como que, no “Reino do Faz-de-conta: Faz-de-conta que temos um presidente, e que este é dono de sua casa, e que nunca diz a mídia: eu não sei de nada, não! – e tem quem ache o contrário –, faz-de-conta que, temos leis – estas funcionam só para os pobres –, faz-de-conta que o "Ministério da Saúde" é competente... O da Educação,idem!

Faz-de-conta... Que se faz conta deste país!

Competência custa caro! É preciso treinar a massa cefálica... Desenvolver o potencial intelectivo – científico e cultural – , destes nossos irmãos, que a tudo acha normal! Acostumados a ter facilidade em tudo – jeitinho brasileiro, astutícia –. Mau que já vem de cima, para baixo... Imaginem!

Para que estudar sério? Queimar as pestanas em busca da tal competência?

Na Inglaterra, há organização até para se usar uma escada rolante. No uso desta, ninguém se atreve a fazer fila dupla, impedindo a passagem de quem está em sua mão... A população fala mesmo, reivindica os seus direitos.

Neste nosso país... Às calçadas servem para tudo, menos para os transeuntes, que se acham donos das ruas e transitam à frente dos carros, com a cara - de - pau, desafiando os motoristas a passarem por cima deles...
Não mais se ver, como em outros tempos, às pessoas temendo serem atropeladas. Elas mesmas vão de encontro aos carros - afinal de contas, o pedestre tem prioridade -. Pode ser?

Há quem possa indagar: o que tem a ver furar fila com competência?

Tem tudo a ver. A competência é gerada através da disciplina própria, que requer ordem e decência, responsabilidade, busca pelo crescimento intelectivo, desejo de ascensão... Com honestidade!
Pois, a máxima da incapacitação é a busca pela facilidade de lucro.

Para estes,o importante, o que conta, são às cifras, e não a qualidade dos serviços prestados...

EstherRogessi. Artigo: Reino do Faz–de–conta. Categoria: Narrativa.02/09/09.

Como diz o meu amigo Darci Borges em resposta ao meu artigo publicado no Site Verso & Prosa:

Comentário de DARCI BORGES...

É... mas as coisas podem melhorar muito, se tivermos a consciência da importância da nossa voz, se abrirmos a boca, não em pueris desabafos, frutos da alienação a que nos submetem os grandes jornais, as grandes revistas, as grandes tevês, mas para apresentarmos propostas e alternativas.
É fácil falarmos da classe política e de suas mazelas, metermos o pau, nos esquecendo sempre de que os mandatos deles fomos nós quem outorgamos, que eles são os nossos representantes, que eles falam por nós...
Democracia, afinal, é isso...
Quero dizer que nesses últimos 6 anos as coisas tem mudado muito, para melhor...
Pelo menos acredito muito nisto, mesmo achando que a perfeição está distante, muito distante e é preciso muita luta, mesmo!
Afinal, se fomos capazes de derrubar uma elite corrupta que deu as cartas por quase meio milênio neste pobre país, roubando, privatizando o bem público, priorizando o capital ao invés do bem-estar social, quebrando nossa economia por várias vezes e por várias vezes recorrendo humilhantemente aos escorchantes empréstimos internacionais, que por várias vezes chamou nossos aposentados de vagabundos, nossos agricultores de caloteiros, etc., etc., etc. (e bota etecéteras nissso...), nós podemos tudo, tudo, tudo, inclusive evitar a volta dos velhos fantasmas que tanto mal nos fizeram!.
Fico indignado com muita coisa, sim, porque a indignação é a prova de que estamos vivos e exercendo cidadania, mas reconheço que nós somos os seres políticos, que nós não estamos no Congresso ou em qualquer casa de leis porque delegamos a outros esse poder.

Palavras de Darci Borges, às quais respondo:

É bom extrair um comentário tão pertinente e sábio, quanto o teu.
Sábio, em demonstração de posição e de educação ao comentar. E isto, sim, é o que desejamos de tantos quantos, se prestam a escrever, poetar... Escrever é uma arte, tanto quanto, o comentar.

"Porém, creio que, se a árvore tem frutos para mim, inalcansáveis, resta-me balançá-la... Melhor do que, cruzar os braços sem nada operar".

Quanto ao fato de sermos democráticos e de estarmos sendo governados, por quem a nossa incompetência elegeu... Por muitas vezes – falo não da tua pessoa, de mim ou de muitos outros – , a troco de favores... Faz-nos ver os horrores a que esta nos levou!

"Não vos conformeis com o presente por lembrar de um passado pior".

Para quem está a se afogar crocodilo não pode servir de tronco!

EstherRogessi. Artigo: Reino do Faz–de–conta. Categoria: Narrativa.02/09/09.
Creative Commons License
This obra by Attribute work to name is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.

Publicado no site: O Melhor da Web em 04/09/2009
Código do Texto: 38587
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.