Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
alberto.nett - AjAraujo, o poeta humanista
AjAraujo, o poeta humanista
Cadastrado desde: 20/07/2009

Texto mais recente: A vida é um rio que flui



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de AjAraujo, o poeta humanista , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2715

 
Textos & Poesias || Depressão
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Apenas uma luz
04/09/2009
Autor(a): AjAraujo, o poeta humanista
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
 
38598 Apenas uma luz  alberto.nett - AjAraujo, o poeta humanista
Apenas uma luz

Um clarão rúgido percorre todo o mar
Repentino, tingindo-me o alvo peito
Um clarão vida nesta sombria vigília

Vejo numa dispersão um bando de pássaros
Que festivamente comemoram a nova aurora
Para eles tudo é novo, "neo vitalis"

O mar jaz agitado e suas ondas...
Ah! Ondas quebradiças, múltiplas
Umas quebram aqui, outras acolá

E o farol que recebeu os raios do último luar
E que empevecido contemplei a nesga de luz que sobre si caiu.

Ah! Como tudo está diferente
Procurava uma luz para guiar-me
Encontrei-a mas minhas pupilas puntiformes não a vê

Quisera eu fosse um navegante, ou um mero pescador
Para correr ao encontro da ofuscação
E ficar cego a ser lúcido nesta distância

O sol quase atinge o farol
Sua luz forte em pouco o encobrirá
Não é preciso mais esta luz artificial

Nada melhor que o natural das coisas
Deve haver o saveiro para o pescador e não para o sonhador ...
Que se atira ao léu à procura do nada

O céu está todo enevoado
O astro rei como que sai da janela onde espiava a paisagem
Talvez não seja um bom dia para sair
Pois não cobrirá toda esta hemi-esfera

Mas, nada, pior que a indecisão
É melhor tentar pois o frio acomete muitas almas que estão a esperar...
Quem sabe por um dia de luz, de calor...

AjAraújo, o poeta humanista.

Publicado no site: O Melhor da Web em 04/09/2009
Código do Texto: 38598
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.