Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto

ARMANDO AUGUSTO COELHO GARCIA
Cadastrado desde: 05/05/2008

Texto mais recente: Impercebida,



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de ARMANDO AUGUSTO COELHO GARCIA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=270

 
Textos & Poesias || Patrióticas
Imprimir - Impressora!
Imprimir
NO PAÍS DA FANTASIA
21/05/2008
Autor(a): ARMANDO AUGUSTO COELHO GARCIA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
NO PAÍS DA FANTASIA

NO PAÍS DA FANTASIA

De todos os horrores que encontrei na vida
Justiça deixa impune os que o país lesaram
Não expropria os bens dos que do erário tiraram
- Políticos que não ouvem o clamor na paliçada

Justiça, dá indulto aos que cidadãos mataram
Saúde, não atende o pobre do trabalhador
Mas faz cirurgias aos que do sexo migraram
Educação, eis o resultado... espelho do pior

E neste quadro sombrio, perplexa a nação
Cresce o crime e a droga, a enorme corrupção
Ninguém sabe, ninguém viu, e perplexo
Sofre o povo que só come pão e ovo no contexto

Ficando à mercê da esperança, sempre prometida
Não vê o dia da mudança, o dia da alforria
D’sair do mínimo salário, da mísera economia
Que mal cabe no bolso do país da fantasia

Transporte, caminhamos por estradas esburacadas
De avião, o perigo está no ar e nos aeroportos
Por trem não há como viajar, estão parados, mortos
O jeito é viajar pelos rios em botes ou jangadas

Segurança Pública, deixa muito a desejar
Só a antiga ROTA faz o crime e a droga acabar
O Ministério Público deixa impune quem sabe roubar
Não lhes expropria os bens e os deixa livres a passear

O país está no caos, sem ordem, sem sintonia
O crime avassala o lar, a escola o hospital
O comércio se protege com segurança privada
Afinal o que recebemos em troca é mera cortesia

Falta água no nordeste e pão em todo lar
A energia está cara, telefone é de amargar
Aluguel e IPTU, ninguém pode suportar
Esse tal de condomínio; não tem dia p’ra acabar

Horrores que eu vos falo, todos vós bem os sentis
Sem coragem de citá-los, vos calais e consentis
Nesse contexto, tem muita gente, falando mentira
Perda de valores perenes que a sociedade suspira

Onde está a verdade? Onde está a mentira
Hoje a arte é vendida a preço milionário
Disco de CD chega a custar quarenta reais
Pouco mais de dez por cento do mínimo salário

E aqueles que migraram da mísera condição
Não têm pejo, o preço não lhe queima a mão
A inversão de valores envergonha a sociedade
Deveria ser mentira, o pior é que tudo é verdade

O que dirão nossos filhos e os filhos de nossos filhos
Que ao tempo de seus avós, era lama e podridão
Os tempos em que vivemos, os tempos que já lá vão
Será assim que eles nos irão ver? será assim sua gestão?

São Paulo, 20/08/2007
Armando A. C. Garcia

Leia + no site: www.usinadeletras.com.br
E-mail: armandoacgarcia@superig.com.br


Publicado no site: O Melhor da Web em 21/05/2008
Código do Texto: 3971
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.