Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Vilma Oliveira - VILMA OLIVEIRA
VILMA OLIVEIRA
Cadastrado desde: 06/05/2008

Texto mais recente: HORAS QUE PASSAM... (Parte I)



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de VILMA OLIVEIRA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=283

 
Textos & Poesias || Saudade
Imprimir - Impressora!
Imprimir
FIM DE TARDE
01/10/2009
Autor(a): VILMA OLIVEIRA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
FIM DE TARDE

                       
Nesse fim de tarde vejo-me despojada de um
velho segredo de melancolia. Igual as cismas
de um louco – tão-somente sentimentos
românticos desmistificados e desmemoriados
nesse fim de tarde...

Surpreendeu-me esse teu regresso inesperado
– sutileza das sensações inúteis...
Compreendi enfim, teu silencioso afago
num olhar inquieto e sobretudo cúmplice.

Mal rompe a manhã, encanto-me por
tudo que vejo. Alcanço uma flor e a deixo
“num dia de vida” enlaçar-me de carícia
com esse perfume que exala de ti...

E, de súbito fogem de mim (sem ameaça)
– tu e o perfume dessa flor de rara humildade.
Guardarei sigilo desse nosso encontro.
Na voz, nenhum travo de desgosto.
Irei lutar com palavras – aceito o combate.

Iludo-me às vezes, pressinto que a entrega
se consumirá – feita de mistério...
Um sapiente amor me ensina a fruir
esse sutil queixume. É o instante de entreabrir
os olhos: entre beijo e boca tudo se evapora!

Na curva da noite se conclui esse inútil
duelo que jamais se resolve. E a luta
prossegue com as portas cerradas. Nas
ruas do sol esplende o ciclo do dia...




Publicado no site: O Melhor da Web em 01/10/2009
Código do Texto: 41215
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Total comentários: 3
Obras do(a) Autor(a):