Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
IGdeOL - IVO GOMES DE OLIVEIRA (IGDEOL)
IVO GOMES DE OLIVEIRA (IGDEOL)
Cadastrado desde: 07/05/2009

Texto mais recente: AO MESTRE



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de IVO GOMES DE OLIVEIRA (IGDEOL) , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=2027

 
Textos & Poesias || Poema
Imprimir - Impressora!
Imprimir
RECORDAÇÕES
08/11/2009
Autor(a): IVO GOMES DE OLIVEIRA (IGDEOL)
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
RECORDAÇÕES

Quando no silêncio da noite
Converso com meus botões
Sinto voar o pensamento
Em busca de emoções
E em “flash” instantâneo
Visitar muitas regiões.

Como é belo e agradável
Na noite calma e serena
Sentir, ver e recordar
A vida que valeu a pena,
As amizades deixadas
E os locais que fizeram a cena!

Recordar os velhos tempos
Da infância e da mocidade,
Os brinquedos e os namoros
As paixões sem muito alarde,
A Escola do Laranjal
Minha vila e a cidade...

Vestir o primeiro terno
Que minha mãe fez com carinho,
Casimira azul marinho,
Camisa de colarinho,
Gravata, já pronto o nó,
Sapato preto lustrado
Em um lencinho engomado
No bolso do paletó!

E assim, enfatiotado,
Tomar o ônibus bem cedo,
Sem esquecer o detalhe
De me manter comportado
Que o dia muito vale,
É minha primeira missa
Como aluno do “La Salle”.

Recordar?...
Ah, que saudades
Do meu tempo de guri,
Da minha terra natal,
Da “Cruzinha” onde nasci,
Das margens do rio da Várzea
Floridas de sarandis,
Onde junto ao meu pai,
Naquelas saudosas tardes
Ia pescar lambaris!
E “São Bento”,
Lembro-me bem,
Aquela parada do trem
Que hoje parece lenda
A “Maria Fumaça” chegando
E o meu avô me esperando
Para as férias na fazenda!

Êta, que férias gostosas
Naqueles dias da infância,
Brincar com água da sanga,
Correr por toda a estância,
Cavalgar no burro manso,
Sentir a escola à distância!

E à noite, já cansado,
Mas livre dos desenganos,
Ouvir histórias de fadas,
Contos de índios e ciganos
E vovô a declamar solene
O poema “Meus oito anos”!

Recordar, diz o poeta,
É viver mais uma vida,
Por isso, hoje em versos,
Nesta poesia sentida,
Revivo os meus afetos
E a minha terra querida!

OLIVEIRA, Ivo Gomes de. Amor, singelo amor!. 1ª. Ed. Itapema: Gráfica Verdes Mares, 2002)


Publicado no site: O Melhor da Web em 08/11/2009
Código do Texto: 45032
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):