Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Ecila Yleus - ALICE SUELI DANTAS
ALICE SUELI DANTAS
Cadastrado desde: 06/08/2008

Texto mais recente: Sons dos Pássaros



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de ALICE SUELI DANTAS , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=460

 
Textos & Poesias || Amor
Imprimir - Impressora!
Imprimir
FRONTEIRAS DO (IN)FINITO
06/08/2008
Autor(a): ALICE SUELI DANTAS
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
FRONTEIRAS DO (IN)FINITO

Toda vez que eu olho o mundo
( ... Eu te vejo ... )
Do outro lado da tua alma,
Pinheiros....Orvalho...Carvalho...
Sol ... Lua ...Rua... aberta para o rio.

Uma calçada de pedras portuguesas,
Linhos turquesas, modas francesas,
Marcas de batom nas tardes quentes
A alcançar-te os pés descalços.

Eu vou perdendo-me nos horizontes,
Diante do arco-íris dos teus olhos.
Bebe todo perfume guardado em tuas vestes
Para deixar-me o dia mais saboroso.

Em qualquer lugar estais a cada instante,
Vestindo-me do rubro amor constante,
Nada impede os silenciosos toques,
No (in)finito, no (im)perfeito retoque.

Nessas curvas íngremes, desertas estradas,
Um leque a se abrir ao belo de sua paisagem,
A bela rua enfeitada,as festas de estação,estadas.
Onde fomos sublimes, onde fomos abandono?

O rubro olhar de novo, cintilando..vejo.
Ele brilha ... Brilha o amor no vertical da página
E eu vou ao encontro das linhas,ao encontro dele,
A escrever poesia com as rendas das passadas.

Nasceu uma lua em teus olhos,
Nessa manhã azul...lua distraída,tímida;
Acolheu-me a inócua íris,nessa lua cheia...
Sinto o cheiro de campos,aromas de flores
Na tua boca entreaberta,carnuda,discreta.

... Envolveria-me, se não fosse o raiar do dia ...
Só para te proteger de mim, da mão trépida do destino,
... Esconderei meus sentimentos ...acordarei.
Eles não se importariam em alçar vôo em seus incalços,
Alvoroço corroe os novos dias.

Em qualquer lugar de mim o teu sol resplande,
Esquenta-me nossos saltos,sobresaltos.
Há uma mistura de amor e paixão,uma chama.
E o incêndio? Perdeu-se nos dias,comeu as horas,
A paixão venceu o amor em mim agora...

Nós estamos, somos, fomos, seremos....devoro-me...
E sob o olhar incandescente dos meus sentidos te devoro,
Te escravizo com metáforas,com o meu cheiro forte.
Os raios ardentes do teu corpo me acordam do sonho
Em que borbulho de suor e desejo, mas onde tudo acaba.




*Poeta pernambucana

Ecila Yleus
Publicado no Recanto das Letras em 27/07/2008
Código do texto: T1099660

Publicado no site: O Melhor da Web em 06/08/2008
Código do Texto: 4696
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.