Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
josemiraolongo - JOSEMIR TADEU DE SOUZA
JOSEMIR TADEU DE SOUZA
Cadastrado desde: 27/11/2009

Texto mais recente: Verbo que não vingou..



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de JOSEMIR TADEU DE SOUZA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=3600

 
Textos & Poesias || Prosa Poética
Imprimir - Impressora!
Imprimir
a espera...
12/03/2010
Autor(a): JOSEMIR TADEU DE SOUZA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
a espera...

Nada me exaspera...
nada me desespera,
meus sonhos são tantos!
Sou inverno, verão, outono, primavera.
Só não suporto a espera...

Mesclo-me viajor itinerante, às cores.
Sinto o aromático odor das flores.
Sei bem como suportar as dores.
Meu olhar se refaz sempre que em circunstâncias sazonais,
vem em mim a saudade dela.
Só não suporto a espera.

Que seja inserido em meus escritos
todos os grafismos e tons, finitos ou infinitos.
Mesmo que eu me faça aflito,
absintado, triste, prolixo,
nada me abala e tudo minha mente tolera.
Só não suporto a espera.

Que não existam mais contatos.
Que morram os nossos alumbrados e encantados
momentos vividos no real e de fato.
Que nossos caminhos, no agora estejam
inexoravelmente apagados e bifurcados.
Que não sintamos mais o gosto e o gozo de nossos beijos.
Que jazam soterrados nossos desejos.
A tudo suporto, desde o mais profundo reflexionar,
até o instante amargo de "jamais poder contigo ficar".
Nada irá abalar meus dias, minhas poesias,
dias nos quais vivo, poesias as quais escrevo
da forma mais sagrada e mais sincera.
Só uma coisa me abala e cala minha fala:
é o desconsolo frio e lascivo de uma amarga espera.



Publicado no site: O Melhor da Web em 12/03/2010
Código do Texto: 51716
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Total comentários: 1
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.