Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto


Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de DEMERVAL MENDES FERREIRA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=3729

 
Textos & Poesias || Acrósticos
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Se eu não te amasse...
17/07/2010
Autor(a): DEMERVAL MENDES FERREIRA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
Se eu não te amasse...

“Se eu não te amasse...”


Se eu não te amasse não te queria aqui, tão perto;
embora te vejas longe e perdidamente sem lugar.
Se não te amasse não te esperaria pacientemente
que saias de teu sono entorpecente;
não te revigorava, não te iluminava a consciência
obscurecida pela ignorância de minha presença tão óbvia.


Se eu não te amasse não perderia tempo em esperar-te;
mas posto que sois fragmento de mim
e por ver-te como preciosidade que não se conhece;
Arresto-te como expressão no tempo do motivo que te criou,
meu próprio amor;
Eu mesmo...


Se eu não te amasse não te permitiria a escola
das conseqüências de tua própria imperfeição a edificar-te;
pois sei que desse modo muito em breve conhecerás
a unidade que te sustenta e inspira a razão de ser.


Quisera mesmo que pensasses que não te amasse eu;
Para que assim despertasse em ti toda a intensidade de tua noção de sentir.
Então; entre o abismo do real e a incoerência do não Ser;
poderias enfim compartilhar comigo a arte presente na sublimidade de nossa união,
aquela que te mostra a cada instante a incoerência de se pensar o meu não amor...


Philon de Alexandria – (22-dezembro-2006)
demervalmendes@centershop.com.br
Classificação: Poesia.

Fulano (a), que esse a quem amo de paixão (1) e que deu a você e eu essa oportunidade de aqui estar como exemplo de seu amor, lhe mostre neste novo ano que se inicia; através do brilho de meus olhos, que ora tão somente imaginas, a interação que refletida nos seus nos identifica na partilha, pois veremos aos poucos o conjunto que nos é comum em luta com a teimosia de pensar o suposto resto que nos falta...
                                                                                                                       
Boas festas e feliz ano novo.                           

Nota:
(1) Deus.


Publicado no site: O Melhor da Web em 17/07/2010
Código do Texto: 60219
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Total comentários: 1
Obras do(a) Autor(a):