Espaço Literário

O Melhor da Web

Soplaar.com - Plataforma de Ensino a Distância.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto


Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de Cleviton , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=3874

 
Textos & Poesias || Ficção Científica
Imprimir - Impressora!
Imprimir
BONECA INFLÁVEL
18/01/2011
Autor(a): Cleviton
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
 
70655 BONECA INFLÁVEL Cleviton - Cleviton
BONECA INFLÁVEL

Aurola
nascer do sol
grama molhada
uma flor
um beija-flor
canto de pássaros
pele morena
o sol bronzeiou
na goiaba um passarinho
bananeira cheia de nicos
mata atlântica
selva amazônica
patanal do mato grosso
cachoeiras e cascatas
numa viagem de webcam
viajei em virtual
me perdi num matagal
já ouvir falar de lendas
e me falaram da caipora...
me falaram da moura torta...
vi a carapuça do saci...
dei meus pulos de um pé só...

aprendi também a cantar:

"É de sonho e de pó
O destino de um só
Feito eu perdido
Em pensamentos
Sobre o meu cavalo

É de laço e de nó
De jibeira o jiló
Dessa vida
Cumprida a só

Sou caipira, pirapora
Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
O trem da minha vida"

aprendi muitas ilusões...
e de andar de costas
fui curupira!
me bati com Boitatá
com Iara,Mula-sem-cabeça
vi Negrinho do pastoreio
vi Saci Pererê
me encantei com a Vitória Régia
e tive medo da cuca vim pegar!...

fui no mundo fictício...
ser verdade ficções...
me falaram de um tal boto...
ao qual aparecia no abaeté...
era um peixe tão enorme
que se transformava
num bonito homem...
ao qual seduziam muitas mulheres...
depois sumia na lagoa...
levando-as consigo...
e elas sumiam nas águas escuras...
sendo noites enluaradas...
e nunca mais aparecíam...
Diz uma lenda amazônica que o boto
se transforma e vai às festas da região,
ele vira um homem bonito e forte,
um caboclo vestido de branco,
bronzeado e muito perfumado que
convida as moças para dançar e depois as seduz,
mas o boto nunca tira o chapéu para esconder
seu segredo, um buraco na cabeça por onde
ele respira, ele também toma muito cuidado
para ir embora das festas antes do amanhecer.
Por isso, toda a donzela era alertada por suas
mães para tomarem cuidado com flertes que
recebiam de belos rapazes em bailes ou festas.
Por detrás deles poderia estar a figura do Boto,
um conquistador de corações,
que pode engravidá-las e abandoná-las.
e A lenda serviu como pretexto para moças
justificarem a gravidez sem casamento.
"Foi o boto",
assim diziam elas!
e na viagem de webcam...
perdido ali...
eu em muitos matos...
vi a lua lá no alto...
numa imensidão coberto por folhas...
me imaginei de Google Earth...
explorando um mundo em 3D...
viajando via satélite...
resolvi ir nas galáxias...
me bati com a via láctea...
disparei de susto e cair na lua...
aprendi ser astronauta de mármore...

"A lua inteira agora
É um manto negro
Oh! Oh!
O fim das vozes no meu rádio
Oh! Oh!
São quatro ciclos
No escuro deserto do céu...

Quero um machado
Prá quebrar o gelo
Oh! Oh!
Quero acordar
Do sonho agora mesmo
Oh! Oh!
Quero uma chance
De tentar viver sem dor..."

E vi um verme que passeava na lua cheia:

"Um grito de estrelas
Vem do infinito
E um bando de luz
Repete o grito
Todas as cores e outras mais
Procriam flores astrais
Um verme passeia
Na lua cheia"

Vi passando também um disco voador:

"Hoje é domingo
Missa e praia
Céu de anil
Tem sangue no jornal
Bandeiras na Avenida Zil...

Lá por detrás
Da triste linda Zona Sul
Vai tudo muito bem
Formigas que trafegam
Sem porque

E da janela desses quartos
De pensão eu com cobertor
Transquilo eu tento
Uma transmutação...

Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
Do disco voador
Me leve com você
Pra onde você for
Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
Mas não me deixe aqui
Enquanto eu sei que tem
Tanta estrela por ai..."

E me toquei que eu ainda
estava no mato...
e que me perdi foi de webcam...
E alí perdido e em ficção...
preferir a realidade...
dizendo um não a utopia...
disliguei a webcam...
e retornei ao meu caminho...
vendo a aurola
e o nascer do sol
grama molhada
uma flor
um beija-flor
canto de pássaros
a pele morena
bronzeada pelo sol...
na goiaba um passarinho
bananeiira cheia de nicos
mata atlântica
selva amazônica
patanal do mato grosso
cachoeiras e cascatas
numa viagem em reflexão
e quão tão linda a natureza...
e vou parando poraqui...
maravilhado com a beleza...
como é rica a natureza...
tudo lindo e com clareza...
muito brilho e verdade...
sem me perder num matagal...
de ficções e fantazias...
pois viver a realidade...
com facção na sinseridade...
é uma conexão em liberdade...
e na maior da alegria...
de poder viver em felicidade!...
conectado em harmonia...
com a verdadeira ecologia...
bio...vida...energia...
paz e amor...
e emoções de verdade...
como tipo...
se Deus fez uma mulher para o homem...
e uma mulher de verdade...
porque então emoções
com uma boneca inflável?

"Eu não posso entender
Tanta gente
Aceitando a mentira!"

"E Jesus Cristo é o caminho
a verdade e a vida!...
e ninguém chega ao pai...
   se não por Ele!"
Amém!







































Free Downloads 2011 (Mensagens Animadas em Efeitos Especiais para Orkut...Msn...Sites...e Blogs) (os programas mais baixados da internet)
Escolha já lindos cartões e envie    para os amigos


















                                                                    


     




Publicado no site: O Melhor da Web em 18/01/2011
Código do Texto: 70655
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.