Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Donizete Alves - DONIZETE ALVES
DONIZETE ALVES
Cadastrado desde: 16/03/2011

Texto mais recente: SINTO DOR



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de DONIZETE ALVES , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=5197

 
Textos & Poesias || Acrósticos
Imprimir - Impressora!
Imprimir
CHAMAM-ME DE COVARDE
17/03/2011
Autor(a): DONIZETE ALVES
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
CHAMAM-ME DE COVARDE

Porque não aceito tomar droga
Saio, vou embora, prefiro ficar de fora,
Dizem até que estou fora de moda.
Sou sincero, amigo, não gosto de fazer maldade,
Prefiro a amizade.
Não mato, preservo, não destruo, concluo.
Não provoco a sede, a fome, sou um verdadeiro homem,
Não aquele que sempre some.
Não provoco a guerra, a miséria,
Não contribuo com as feras.
Não faço justiça com as próprias mãos.
Sou pacífico, piedoso, não firo um cristão.
Não roubo, não quero nada de ninguém,
Só o que me convém.
Se faço favor, não olho a quem,
Não sou carrasco, não dou pontapés e sopapos,
Sou pacato, até civilizado.
Respeito, não julgo, não crítico, não imponho,
Apenas suponho.
Sou romântico, gosto do pôr-do-sol, da lua, das estrelas,
Para muitos um montão de besteiras.
Ajudo, sou contra maus tratos,
Não consigo ser falso, não dou o meu espaço.
Não aceito o castigo, a violência, a sentença,
Que condena e mata dia-a-dia tanta inocência.
Não discuto futebol, política, religião,
Respeitem a minha condição.
Não vou jamais ser contra a minha consciência,
A minha decência, a minha principal motivação.
Não aceito tanta agressividade,
Não contribuo com hostilidades, calamidades, Perversidades, promiscuidades,
Com tudo aquilo que, de alguma forma,
Fere e prejudica a humanidade.






        
     








Publicado no site: O Melhor da Web em 17/03/2011
Código do Texto: 73673
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):