Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
kucksboon - kuck sboon
kuck sboon
Cadastrado desde: 04/06/2011

Texto mais recente: poemas da segunda parte do meu livro



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de kuck sboon , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=5426

 
Textos & Poesias || Acrósticos
Imprimir - Impressora!
Imprimir
prológo
04/06/2011
Autor(a): kuck sboon
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
prológo

sei,que nada sou sei que não sou nada
sozinho no mundo vagando nesta estrada
em busca do amor e da rosa envenenada..

tristes dias em que crianças morrem violentamente sem a chance de    dizer adeus
que levam apenas o amor e a    fé em deus as
vezes tenho vontade de dizer adeus estou
sozinho estou sem fé em deus as vezes penso
que sou solitário só vejo tragédias no noticiario

rosa negra desfalecida criatura infernal
seus olhos me irritam sua boca e fatal.
voz e uma lira de tom espectral.oh lua sua
pele e fria como o orvalho da manha oh
tristes dias do arcanjo refnã sua boca e
doce e seu corpo atraente o veneno da tua
boca e pior que o da serpente.

ser nada cansa-me cansa-me não ser nada
mesmo assim,continuo a mergulhar no abismo
da morte onde os gélidos laços da morte
corrompem a minha alma.

este prólogo e um pedaço do meu caminho
pois mesmo depois da morte sei que nunca estarei sozinho.

fim

Publicado no site: O Melhor da Web em 04/06/2011
Código do Texto: 77778
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):