Espaço Literário

O Melhor da Web

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
moreirinha - EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA
EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA
Cadastrado desde: 13/12/2008

Texto mais recente: GAZELA i



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=939

 
Textos & Poesias || Acrósticos
Imprimir - Impressora!
Imprimir
VIDA DOIDA VIDA
23/04/2012
Autor(a): EMERSON MOREIRA DE OLIVEIRA
VOTE!
TEXTO ELEITO
0
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
VIDA DOIDA VIDA




Algumas vezes somos honestos com nós mesmos, outras não. Vivemos fingido ser o que não somos, e nos ferindo para não ferir o outro. Acho isso tão pequeno. As pessoas devem respeitar a individualidade do outro. Às vezes a possessividade mata o relacionamento. Devemos fazer o que achamos certo e não para satisfazer o outro. Mas as pessoas pensam pequeno, querem ter de qualquer maneira, isso mata qualquer relacionamento. Na vida muitas vezes devemos saber perder, para depois ganhar. Todos nós perdemos, falhamos. Quando erramos, crescemos para nós mesmos, nos tornamos mais fortes. Pergunto quem não tem o direito de errar? Todos temos o direito de errar, principalmente quando penetramos o desconhecido. Todos nós temos asas, embora sejamos fracos e tenhamos medo de voar.Isso é uma indignidade. Não voamos porque os outros não nos deixa voar. Interferem nas nossas opiniões, não reconhecem que somos humanos, temos sentimentos próprios e sofremos quando alguém tenta nos tolher. Ninguém é uma fortaleza nem uma ilha isolada do mundo. Todos somos como um rio, que corre em direção ao mar, mas sem se perder nele, apenas se tornando também mar. Temos o direito inalienável de chorar, de errar e de trocar de amor todas os dias, todos os meses, todos os anos ou quando nos aprouver. A cobrança nos faz cansar depressa, e quando cansamos nada mais queremos fazer, quando temos a liberdade temos compreensão de nós mesmos como homem. Todos têm o direito de voar e sentirmo-nos livres, para podermos respirar e sentirmo-nos gente.    Não devemos querer o poder, mas a virtude.Somos pensamentos para ser pensados. Temos os pés não para andar, mas para conhecer a vida. Somos canções que deveria ser cantada pelos que nos são caros, também somos lágrimas que os outros jamais derramaram e finalmente somos ações que ninguém nunca praticou. Hoje, simplesmente, devemos nos habilitar    a romper a muralha que nos    separa do outro a compreender o que somos.


Publicado no site: O Melhor da Web em 23/04/2012
Código do Texto: 90705
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):