Espaço Literário

O Melhor da Web



Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto
Manu - MANUELA
MANUELA
Cadastrado desde: 23/04/2012

Texto mais recente: Vento (A.M. Pires Cabral) (+tradução italiana)



Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de MANUELA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6281

 
Textos & Poesias || Amor
Imprimir - Impressora!
Imprimir
A Demora (Mia Couto) (+tradução italiana)
02/05/2012
Autor(a): MANUELA
VOTE!
TEXTO ELEITO
55
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
 
91090 A Demora (Mia Couto) (+tradução italiana) Manu - MANUELA
A Demora (Mia Couto) (+tradução italiana)

O amor nos condena:
demoras
mesmo quando chegas antes.
Porque não é no tempo que eu te espero.

Espero-te antes de haver vida
e és tu quem faz nascer os dias.

Quando chegas
já não sou senão saudade
e as flores
tombam-me dos braços
para dar cor ao chão em que te ergues.

Perdido o lugar
em que te aguardo,
só me resta água no lábio
para aplacar a tua sede.

Envelhecida a palavra,
tomo a lua por minha boca
e a noite, já sem voz
se vai despindo em ti.

O teu vestido tomba
e é uma nuvem.
O teu corpo se deita no meu,
um rio se vai aguando até ser mar.

Mia Couto, in " idades cidades divindades"
____________________________________

Tradução italiana de Manuela Colombo


Il ritardo

L’amore ci condanna:
ritardi
anche se arrivi prima.
Perché non è nel tempo che t’aspetto.

T’aspetto da prima d’aver vita
e sei tu che fai nascere i giorni.

Quando arrivi
io già non sono che rimpianto
e i fiori
mi cadon dalle braccia
per ravvivare il suolo in cui t’innalzi.

Perso il luogo
in cui ti attendo,
mi restano solo le labbra umide
per placare la tua sete.

Logorata la parola,
prendo in bocca la luna
e la notte, ormai senza più voce
si sta spogliando in te.

Scivola il tuo vestito
ed é una nuvola.
Il tuo corpo si stende sul mio,
un fiume che s’inonda e si fa mare.

Publicado no site: O Melhor da Web em 02/05/2012
Código do Texto: 91090
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.