Espaço Literário

O Melhor da Web


Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.


Busca por Autores (ordem alfabética)
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto


Necessita estar logado! Adicionar como fã (necessita estar logado)
 
Recado
Contato

Conheça a Página de MANUELA , agora só falta você!
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=6281

 
Textos & Poesias || Poema
Imprimir - Impressora!
Imprimir
Últimas Vontades (Pedro Homem de Mello) (+tradução italiana)
06/07/2012
Autor(a): MANUELA
VOTE!
TEXTO ELEITO
3
Após 100 votos, o Texto Eleito será exibido em uma página que irá reunir somente os mais votados.
Só é permitido um voto por Internauta por dia.
Achou o texto ótimo, VOTE! Participe!
ELEJA OS MELHORES TEXTOS DA WEB!
 
93320 Últimas Vontades (Pedro Homem de Mello) (+tradução italiana) Manu - MANUELA
Últimas Vontades (Pedro Homem de Mello) (+tradução italiana)

Na branca praia, hoje deserta e fria,
De que se gosta mais do que de gente,
Na branca praia, onde te vi um dia
Para sonhar, já tarde, eternamente,

Achei (ia jurá-lo!) à nossa espera,
Intacto o rasto dos antigos passos,
Aquela praia, inamovível, era
Espelho de pés leves, depois lassos!

E doravante, imploro, em testamento,
Que, nesta areia, a espuma seja a tiara
Do meu cadáver, preso ao teu e ao vento...

— Vaivém sexual, que o mar lega aos defuntos? —
Se em vida, agora, tudo nos separa
Ó meu amor, apodreçamos juntos!
_______________________________

Tradução italiana de Manuela Colombo


Ultime volontà

Sulla bianca spiaggia, oggi fredda e desolata,
Ove mi è più caro star che fra la gente,
Sulla bianca spiaggia, ove un dì t’ho veduta
Per sognare, ormai tardi, eternamente,

Ho ritrovato (lo giurerei!) come in attesa,
Intatta l’impronta dei nostri passi antichi,
Quella spiaggia, inamovibile, era
Specchio di passi prima lievi, poi sfiniti!

E d’ora in avanti, supplico, in testamento,
Che, su questa sabbia, la schiuma sia la tiara
Del mio cadavere, unito al tuo e al vento...

— Viavai sessuale, che il mare trasmette agli estinti? —
Se in vita, adesso, tutto ci separa,
Amore mio, imputridiamo avvinti!



Publicado no site: O Melhor da Web em 06/07/2012
Código do Texto: 93320
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA! DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO! É FÁCIL, É LEGAL, VALE A PENA!
Caderno Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!
Obras do(a) Autor(a):


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.