Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
CARLOS CUNHA / o Poeta sem limites

cdacunha - CARLOS CUNHA / o Poeta sem limites
RSS - As recentes de:CARLOS CUNHA / o Poeta sem limites
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



CARLOS CUNHA / o Poeta sem limites
Aniversário: 26/07
Cadastrado desde: 03/05/2008 -

Texto mais recente: Faz o que quiser comigo que afinal é nossa "foda" de Natal



Perfil

A poesia é encontrada no leve e ritmado compasso do bater das asas de uma gaivota, em seu vôo contra o vento calmo e ameno do entardecer, como no veloz e feroz ataque rasante de um gavião em direção a sua presa indefesa e fraca.
Está nos olhos cheios de pureza e candura, no sorriso angelical e puro de uma linda criança cheia de inocência e Existe também no cheiro envolvente e embriagador de uma fêmea que exala sensualidade e promessas através da sua carne quente e sedenta.
Ela não tem limites, só o poeta pode com a sua pena comandar os seus parâmetros e colocar no papel as restrições, pois quando há alguma limitação ela se encontra no poeta e nunca na poesia.
CARLOS CUNHA / o Poeta sem limites, escreve o belo e o macabro, o real vulgar do cotidiano e o inconsebivel também cheio de realidade.




Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs
Sou Fã de...