Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
AGOSTINHO M. DA COSTA

Sou dono do meu silencio e das minhas palavras,mas nem sempre o que penso é compreendido.
Agostinho Costa - AGOSTINHO M. DA COSTA
RSS - As recentes de:AGOSTINHO M. DA COSTA
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



AGOSTINHO M. DA COSTA
Aniversário: 28/08
Cadastrado desde: 06/05/2008 -

Texto mais recente: Olhos, roleta, veleiro, estrelas, você.

Textos & Poesias || Poema

Imprimir
Poemeto n. 5
06/12/2017
Autor(a): AGOSTINHO M. DA COSTA

Poemeto n. 5

Eis um ramo impedido de outra flor desabrochar...

Um galho embevecido, por flores lindas, nesse amplo jardim, de amor...

Hó Deus será pecado querer na eternidade viver uma só vida de amor?


Publicado no site: O Melhor da Web em 06/12/2017
Código do Texto: 136123
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA!
DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!


Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs