Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
AGOSTINHO M. DA COSTA

Sou dono do meu silencio e das minhas palavras,mas nem sempre o que penso é compreendido.
Agostinho Costa - AGOSTINHO M. DA COSTA
RSS - As recentes de:AGOSTINHO M. DA COSTA
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



AGOSTINHO M. DA COSTA
Aniversário: 28/08
Cadastrado desde: 06/05/2008 -

Texto mais recente: Sonhos no Barco...,

Textos & Poesias || Poesia

Imprimir
Amor igual das mães,
11/01/2018
Autor(a): AGOSTINHO M. DA COSTA

Amor igual das mães,

Há muitas maneiras de amor
Nem todos são iguais
Quando vejo um filho de castigo
Ele chora!
Mas a mamãezinha chora mais...

Recordo da minha mãe querida
Com o chinelo na mão
Ela fingia estar brava comigo
Mas logo me dava carinho, e o perdão...

Ao ver tantas mães sofridas
Não é só pela falta de um pão
Quando nos olhos dos filhos refletem ódio
Elas continuam amando, com o coração...

Assim são as mãezinhas
O amor não acaba jamais
Relembro minha saudosa mãezinha
Noutras mãezinhas, iguais...



Publicado no site: O Melhor da Web em 11/01/2018
Código do Texto: 136322
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA!
DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!


Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs