Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
AGOSTINHO M. DA COSTA

Sou dono do meu silencio e das minhas palavras,mas nem sempre o que penso é compreendido.
Agostinho Costa - AGOSTINHO M. DA COSTA
RSS - As recentes de:AGOSTINHO M. DA COSTA
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



AGOSTINHO M. DA COSTA
Aniversário: 28/08
Cadastrado desde: 06/05/2008 -

Texto mais recente: Separação Impossível

Textos & Poesias || Poesia

Imprimir
Inquietude
06/10/2019
Autor(a): AGOSTINHO M. DA COSTA

Inquietude

Inquietude

Estou inquieto
Sinto-me sujo
Vou sair de casa
Contemplar a lua...

Mas é tarde
Cai a chuva
O que fazer
Se as águas enchem a rua?

Meu amor dorme
Em outro Estado
Vou procura-la
Talvez esteja, também na rua?

O que me importa se ela está na rua
Não creio que ela esteja na chuva
Somos poetas
Amamos o luar saindo das nuvens

Alguém diz para sair da rua
Ela está na cama completamente nua
Eu estou sonhando
Ao lado ela na internet, para mim, nem um sussurro.


Publicado no site: O Melhor da Web em 06/10/2019
Código do Texto: 140650

AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA!
DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!


Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parceria de Sucesso entre o site Poesias www.omelhordaweb.com.br e o www.efuturo.com.br
Confira. Adicione seus textos nele. O eFUTURO já começou.

Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.