Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
vento negro

Quem andar no mundo,cele o cavalo tempo e siga a galopes.
vento negro
RSS - As recentes de:vento negro
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



vento negro
Aniversário: 01/07
Cadastrado desde: 29/09/2009 -

Texto mais recente: Ainda bem

Textos & Poesias || Poema

Imprimir
A falta que se fez
12/11/2017
Autor(a): vento negro

A falta que se fez


Eu sinto você,por mais que eu tente narrar em palavras.Ainda assim,oque há no coração tem de se sentir,difícil ditar em frases oque pertence apenas a mim e a ti.

Por meus dias,quando nossos olhos perderam a direção.Quando nossas letras deixaram saudade.
Foram noites sem estrelas.
Foram noites sem luar.
Foram dias sem sol.
Foram nuvens sem querubins.

Foi tão longe de mim,
que poesia perdeu rima,
que verso perdeu acentuação.
Foi raro o dia que a saudade não bateu.
Foi caro,
a alma perdeu a direção.

Foi nesse dia que senti tanto,
tanta coisa mudou,
tanta coisa se quer falou,
o mundo perdeu,
o sorriso ali,
ali cedeu.

Era a escuridão de meu olhar,apenas uma chama ficou dentro de mim em meio ao mar de pensamentos.Os anos passaram,as chuvas ficaram.

Meus pensamentos e minha memória te guardavam aqui dentro de mim.

Olhava nas praças,
as graças do palhaço.

Sorria sem achar graça,mas assim que levava meus dias sem você.Te buscava quando as dores de meu corpo chegaram.Te busquei quando a alma voltava nas noites onde nos sonhos eu te cuidava nas janelas de tua morada.

A falta que se fez,
só Deus sabe quanta falta fez...
Noites sem luar,
dias sem sol,
a falta de ser...

Tinha meus dias sem cor,a roupa sem o vento pra dançar no varal.Tinha a flor sem jardim...
Tinha beija sem flor...
Tinha sentimento sem amor.

A falta que se fez...
Eu corria...
pelas escadas compridas...
Fazia poesia nas esquinas só pra ver se em alguma delas te reencontrava.

Anos passaram,anos dobraram tantas curvas,tantas rimas,tantas idas e voltas. Mas mesmo o tempo,nunca conseguiu tirar você de mim. Mesmo o beijo que dei não saiu de meus lábios,tatuei teu corpo em mim,te levava ao delírio de amar.
As madrugadas contavam nossos segredos;
nosso prazer esculpidos de chuvas e pedras.

Então a musica nos aproximou a melodia de teu coração me fez voltar.No mesmo instante que me apresentei,teus olhos me renovaram.

Minhas roupas estavam no mesmo lugar...
Nossas palavras voltaram a tocar a mesma canção.
Me reencontrei no amor que um dia habitei.

A falta que se fez...
vou contar,
por todos dias...
noites sem luar...
Dias sem sol...
Tudo que tinha se fez ali.

Quando te reencontrei a saudade me mostrou os poemas de amor,fez a ti inspiração respiração de meus suspiros.

Tem dia que nem consigo querer parar,
tem pressa que nem sei passar,
sem ter você...

Tudo isso pela falta que se fez...
E faz...
Eu não sei bem...
como lidar...
Não sei dizer...
Só poemas ainda sei escrever...
Porque depois de você o tempo perdeu a noção.O dia sem sol,noite sem luar...
Tudo por culpa da falta que se fez...

Publicado no site: O Melhor da Web em 12/11/2017
Código do Texto: 135926
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA!
DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!


Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs
Sou Fã de...