Visitante, seja Bem-Vindo! 
Novo Cadastro
Esqueceu a Senha?

Login: 
Senha:
JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro

Um pouco de mim
j.nilson - JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro
RSS - As recentes de:JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro
&nbnsp;
 

----------------------------------------------------------------------------------------

PARTICIPE! Quero incluir Textos! É GRÁTIS, É fácil, É simples, EU POSSO!



JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro
Aniversário: 26/03
Cadastrado desde: 26/12/2010 -

Texto mais recente: Presente grego

Textos & Poesias || Humor

Imprimir
Lavagem cerebral
10/10/2017
Autor(a): JOSÉ NILSON / o poeta missioneiro

Lavagem cerebral

Ideologia de gêneros
Para alguns, arte moderna
Nem no tempo das cavernas
Havia bestas assim
E vêm dizer, logo pra mim
Achando que sou idiota
Sou guasca da Bossoroca
Não sou mula, nem capim

No pago onde nasci
Se nasce homem, ou mulher
Não é porque alguém quer
A vida é quem determina
Não vêm com essa fala fina
Querendo fazer aparte
Putaria não é arte
Nem aqui e nem na China

Não sei onde vai parar
A desgraça se avizinha
Nem as nossas criancinhas
Escapam dessa maldade
Perderão a identidade
É um salve-se quem puder
Se é homem ou se é mulher
Nem apalpando se sabe

Como diz um cantador
“Não se entreguemos pros home”
Se ficar que não reclame
Um dia sobra pra ti
Pense bem no que escrevi
Não é fala de profeta
Sou apena um poeta
Lamentando o que hoje vi

Vamos unir nossas forças
Pra acabar a imoralidade
Se não há autoridade
É conosco a solução
Grite sua indignação
O mais alto que puder
Não é um pelado qualquer
Que vai nos tirar a razão



Publicado no site: O Melhor da Web em 10/10/2017
Código do Texto: 135636
AQUI VOCÊ INTERAGE DIRETAMENTE COM O(a) AUTOR(a) DA OBRA!
DEIXE UM COMENTÁRIO REFERENTE AO TEXTO!

Comente esse Texto - Seja o primeiro a comentar!


Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto


CLIQUE AQUI! PARA LER OS TEXTOS CADASTRADOS!
ESSE LINK VAI PARA A PÁGINA PARA EXIBIÇÃO DOS TEXTOS!

Galeria de Fãs